Artigos do Mé do Moya

Bebedor assíduo, escritor viciado, contador de causos e frequentador fervoroso dos bares do RJ. Acredita que a Revolução Francesa foi planejada num bar e que Garrincha tinha as pernas tortas por conta da cachaça. Sabe muito bem quando algo é muito ruim, mas não tem bom gosto.