Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (8 votes, average: 9.25 out of 10)
Loading ... Loading ...

Todo mundo tem algum amigo que não é muito inclinado a beber, até nós aqui do Papo de Bar. Ainda que bebedores veteranos e dados a uma boa conversa em torno de uma mesa de latão, sempre há alguém muito ou pouco próximo que senta com a gente e pede um refrigerante.

Até virou costume e o cara nem se sente mais sem jeito ao fazer o pedido. Todo mundo respeita e é natural; ele não vai dividir com o resto da turma a sensação de ressaca no dia seguinte.

BoilermakerCréditos: David Copeland

Bem, qual não foi a minha surpresa quando um amigo meu, desses aí que não bebe, não fuma e não sabe o prazer que é dançar Reginaldo Rossi no bar sem se dar conta do mico, me liga e diz: “você já pensou em misturar cerveja e uísque no mesmo drink?”. Pô, claro que já! E inclusive já o fiz. Mas aí veio a surpresa: ele me disse que tinha acabado de experimentar, me contou a tradição e contou ainda que ao contrário do que nós “brasileiros” pensamos o nome dessa mistura não é submarino e sim, Boilermaker!

Boiler o quê? Maker! Ahhhh

Boilermaker não é nada além de um copo consituído de cerveja e uma dose de uísque, tequila ou vodka.

Sem brincadeira, na maioria das vezes tudo o que a gente quer é sentar e beber, sem firulas, sem remexe lá e cá, bate fruta aqui, descasca um negócio ali, não é? Tem dias em que só precisamos ter o prazer de beber algo bacana, mas que não exija grandes malabarismos.

E é isso. Cerveja. Destilado. Um pint glass e um shot glass. Voilà!

Simples assim?

Pois é! Você vai precisar de:

  • Uísque Bourbon ou Tequila ou Vodka
  • Cerveja
  • Um pint glass
  • Um shot glass
  • Coragem

Há umas várias técnicas para consumir um boilermaker:

  1. Tradicionalmente o uísque é bebido em um gole e imediatamente seguido pela cerveja.
  2. Contudo, os dois podem ser misturados. É só encher o pint de cerveja, submergir o shot e tomar rapidinho, antes que a espuma que se forme faça você desperdiçar uma bela quantidade de bebida.
  3. Também dá pra derramar o destilado diretamente em uma lata de cerveja aberta, mas dá um golinho na breja antes, senão vai vazar tudo.

Variações

JagerbombCréditos: Jen & Elwood

Nos pubs de São Paulo você vai encontrar uma dessas variações com o nome de Irish Car Bomb. Tem também a Jägerbomb feita com Jägermeister e RedBull.

A que eu achei mais legal é a Carbomb Canadense: feita com uma cerveja canadense com 1/2 syrup da sua escolha colocado na borda da cerveja. E o crème de la crème é o Jackknife. Um tiro de Jack Daniels e uma Guinness.

Ah, e era a bebida favorita de Charles Bukowski, segundo o livro “Guia dos drinks dos escritores americanos”. Eles passam até a receita consagrada pelo escritor.

Ingredientes

  • 60 mililitros de uísque tipo bourbon
  • rye ou standard
  • 250 mililitros de cerveja tipo lager.

Preparo

Coloque o uísque em um copo shot e a cerveja em uma caneca apropriada. Tome em um só gole o uísque puro e beba a cerveja logo em seguida. Gelada, ela irá perseguir o destilado quente na garganta.

Gostou? Agora é só sentar e beber e… apreciar!

Sobre o Autor

Bruninha não parece feita para beber algo com teor alcóolico acima de 3%, mas não se engane ela é capaz de derrotar você em uma rodada de pinga

  • http://www.armandomoya.blogspot.com/ Armando Moya

    Adorei a informação. Hoje é dia!

  • http://www.armandomoya.blogspot.com/ Armando Moya

    funciona. funciona muito.

  • Nono

    Tomei em Buenos Aires um chamado Chilli Bomb. Um copão de energético, dentro dele um copo de shot de vodca curtida com jalapeño.
    Não me lembro bem, mas acho que o copinho de vodca com jalapeño ainda ficava de cabeça pra baixo dentro do copo de energético (ê bebedeira…).