Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (158 votes, average: 8.99 out of 10)
Loading ... Loading ...

Rótulo da cachaça Havana

Vamos começar contando um pouco deste mito, ou melhor, desta cachaça mineira, como não poderia deixar de ser.cin

Breve história

A cachaça artesanal Havana – Anísio Santiago é considerada por muitos a melhor pelo seu padrão de qualidade e pela escassez de sua oferta no mercado, foi capaz de conquistar consumidores da classe média e alta que sempre preferiram degustar bebidas importadas. A cachaça de Anísio Santiago fez tanto sucesso que se tornou produto mitológico. Quem tem uma garrafa guarda como se fosse um tesouro. É Consumida somente em ocasiões muito especiais.

Produzida em Salinas, Norte de Minas Gerais, desde a década de 1940, essa marca tornou-se símbolo da cachaça artesanal do País devido à sua qualidade e tradição. Com produção limitada e envelhecida por cerca de oito anos em tonéis de bálsamo, tornou-se rara no mercado, sendo disputada por degustadores e colecionadores do País e do exterior. Há quem diga que até Fidel guarda algumas garrafas.

A fabricação

Kit da cachaça Anisio

A Havana é produzida na Fazenda Havana no Norte de Minas Gerais, possui seu próprio canavial, a cana utilizada na fabricação da cachaça é a Java, a cana cortada manualmente é moída no mesmo dia, o caldo extraído (garapa) é encaminhado para as dornas de fermentação. O alambique de cobre favorece a qualidade da cachaça, pois ajuda na eliminação de compostos sulfurosos, de aroma desagradável. O sistema de aquecimento da panela é alimentado com lenha e bagaço de cana. O vinho, resultado do processo de fermentação do caldo de cana (garapa) é levado ao alambique de cobre até o montante de duzentos e cinquenta litros (50% da capacidade do alambique), onde são condensados por resfriamento onde são produzidos cerca de 30 litros de cachaça.

O envelhecimento

Tonéis de madeira são aplicados aos principais destilado do mundo. Aprimora a qualidade sensorial do aroma e do paladar, agregando valor ao produto, com a Havana não é diferente, ela é envelhecida em tonéis de madeira bálsamo por muitos anos (em média 8), resultando em bebida de tom amarelo e gosto forte.

A comercialização

Garrafa da Anisio

A teoria econômica define como produto de oferta inelástica aquela cuja quantidade ofertada no mercado permanece constante, independentemente da variação do preço e da demanda. A cachaça Havana – Anísio Santiago é produto que se encaixa neste conceito econômico de oferta e procura.

A sua demanda é reprimida pela oferta restrita no mercado. São comercializadas no MÁXIMO sete mil garrafas de 600 ml no mercado por ano. Com esse método reservado controla-se o estoque da cachaça (envelhecida) disponível para comercialização ao longo do ano. Com isso a cachaça tornou-se extremamente valorizada e muito cobiçada.

O segredo

Seu Anisio Santiago segurando a cachaça

Seu Anísio Santiago segurando a cachaça

Mas qual o grande segredo dessa cachaça? Ninguém sabe! Mas a produção limitada por alambicada e o envelhecimento permitem o aprimoramento das características sensoriais da cachaça, tornando-a mais fina em aroma e paladar.

Review

Garrafa da Havana

Tive a oportunidade de degustar a Havana algumas vezes e como toda boa cachaça, possui um aroma leve que não faz lacrimejar os olhos, o cheiro de madeira é bem evidente, me senti como se estivesse em uma carpintaria, ela escorre no copo e deixa uma marca como se fosse óleo. Ao entrar em contato com a boca se mostra uma cachaça forte, porém não é acida, ela é picante e deixa na boca um gosto agradável que provavelmente vem da madeira bálsamo dos tonéis onde é envelhecida.

Ao contrário das outras cachaças, ela não desce “rasgando”, desce macio e deixa um calor no peito. Recomendo a todos essa maravilhosa cachaça, que é orgulho dos Mineiros e também de todos nós Brasileiros.

Informações

Abaixo eu mando algumas informações úteis sobre a Havana:

  • Grad. Alcool.: 44,8 % Vol.)
  • Produzida na fazenda HAVANA na cidade de Salinas (MG)
  • Conteúdo : 600 ml
  • Garrafa : tradicional
  • Prazo de Validade : Indeterminado
  • Preço: 175 a 900 reais a garrafa
  • FaRa_Ho

    Assino os feeds e não tive como nao comentar sobre essa magnífica cachaça…

    Possuo uns exemplares que bebo em ocasiões especiais, aliás, muito especiais…

    Vale a pena desprender o valor informado (telvez não os $900) para apreciar o melhor aguardente do mundo.

    • cowboy jandira

      esta cachaça é um tesouro nacional temos q preservala; todo ano saio de SP vou vizitar parentes em taiobeiras,mais passo em salinas para reforçar meu estoque de havana,que é servido só aos melhores amigos…

      • josé marciano

        tenho algumas garrafas com mais de vinte anos, e interesso em vende las.

        • Vanderlei

          Boa tarde! quero comprar, pelo menos 02, para presentar parentes, quanto você pede?

          Abs

    • Jose A Filho

      Procure experimentar uma cachaça que se chama “Mariza da Cruz”, que é produzida no Norte de Minas, precisamente em Pedras de Maria da Cruz.

  • Samir

    Valew Dono do bar pela oportunidade de divulgar um pouco do q Minas tem de melhor e ainda falar da minha bebida favorita, q é pouco apreciada!

    @FaRa_Ho tem cachaçarias no estado de São Paulo q comercializam a dose da Havana-Anísio Santiago por 35 a 40 R$ e a garrafa chega a custar até 900 R$.

  • http://www.papodebebado.com/author/alanbic/ Allan Bic Jr.

    Meu, quando eu tomar isso quero ter orgasmos :D hehehe e por esse preço terá que ser múltiplos…ehehe

    Brincadeiras a parte, parece ser uma bebida de tanto…espero ter a oportunidade de prová-la um dia

  • Juscelino Silva

    Como trabalho com piscinas e aquecedor solar fui até a casa de do Sr. Gilberto Bitarães, aqui em Belo Horizonte numa visita técnica, lá entre umas e outras prosas ele convidou-me para uma lhe acompanhar numa bebidinha… acabei tomando algumas doses de havana e no final sobrou uma amizade.

    Todos os dias à noite quando retorno do trabalho, faço minha última refeição ( ultra light), acompanhada de uma dose da branquinha. Confesso… É um momento de descontração e relachamento. Infelismente não é com Havana.

    • http://www.nossacara.com Urbino Brito dos Santos

      Caro amigo se não é possível tomar uma Havana, compre uma Abaíra que você vai adorar.

  • Fernanda

    Sem duvida é a melhor cachaça do mundo! Sou da cidade que produz essa cachaça, Salinas/MG.

    Aqui ela é uma das melhores, só que agora esta tendo uma tão boa quanto, chamada Canarinha. Perfeita….

    • Geraldo Pinho

      A canarinha é filha da havana,seu produtor é um dos filhos do Sr.Anisio Santiago.

      • Hércules

        A Canarinha era fabricada pelo Sr. Noé Santiago, sobrinho do fabricante da Havana, Anísio Santiago, ambos falecidos. A informação de que passou para os filhos de Anísio Santiago é novidade para mim.

    • Giovani Buzzi

      Ainda não tomei a Havana nem a Anísio Santiago. Mas estive em Salinas em 2007 e tive o prazer de conhecer a Canarinha. Cachaça extraordinária.

      • Willian

        Concordo plenamente com o colega Giovani. Tive o prazer de experimentar a cachaça Canarinha e realmente ela MUITO BOA! Paladar, aroma, residual e graduação alcóolica. Já tive oportunidade de provar a Havana poucas vezes e também concordo com outros comentários, ou seja, é realmente muito boa, mas existe uma grande campanha (marketing) na estória da mesma, que a faz ficar inacessível para a maioria de nós, mortais cachaceiros.

  • Fernando Soares

    Conheci a história deste necta em uma reportagem do Globo Rural, ainda mora no Rio de Janeiro, não me lembro o ano, mas foi só depois que mudei para o Espírito Santo em 1992 é que vim provar esta maravilha chamada Havana e me arrependo por não ter provado antes, porque só assim eu teria bebido uma verdadeira cachaça a mais tempo.

  • Marcos

    li seu comentário porque gosto da anisio santiago, mas acho muito cara e gostaria de saber se vc recomenda outra cachacinha gostoso como ela e mais barata

    • http://www.nossacara.com Urbino Brito dos Santos

      Caro camarada Marcos sei que a Anísio Santiago é a cachaça, mais compre a Abaíra, produzida na cidade de mesmo nome na Cahapada Diamantina no coração da Bahia, eu conheço de perto e recomendo a Cachaça Abaíra foi Hanqueada pela Playboy em 2007 entre as 20 melhores cachaças do Brasil.

  • carlos

    qual seria a diferença dessa pra uma 51 da vida. pois nao gosto de cachaça justamente pela impressão de parecer q estou tomando puro alcool, o que com whisky nao tenho essa sensação

    • Khalil Tocci

      A “cachaça” 51 é feita de forma industrial por destilação em coluna. Nessa técnica industrial tudo é aproveitado, inclusive as partes da destilação que carregam componentes químicos agressivos à saúde, e a qualidade sensorial da bebida fica completamente comprometida. O destilado da cana por esse processo industrial, atualmente vem sendo chamado por apreciadores da bebida de aguardente de cana.
      A cachaça Anísio Santiago, segundo seu produtor, é produzida em alambique de cobre por técnicas puramente artesanais, desde o plantio da cana em manejo orgânico, até seu engarrafamento. Esse processo de destilação artesanal, quando bem feito em alambiques de cobre, confere qualidades sensoriais à bebida impossíveis de se extrair no processo industrial. No caso da Cachaça Anísio Santiago, esse processo artesanal e uma técnica de armazenamento em pipas de bálsamo, lhe dão características únicas; são como se fossem a própria identidade do seu produtor.
      Hoje em dia os apreciadores da bebida chamam de cachaça somente as produzidas por técnicas artesanais.
      Humildemente,
      Khalil Tocci

      • http://www.nossacara.com Urbino Brito dos Santos

        Desculpe amigo Khalil Tocci, 51 é Pinga (fubuia) isso não é cachaça pelo amor de Deus. Não misture isso com Cachaça amigo.

    • adhemar pacheco

      Amigão, não sou de discutir e nem fazer prevalecer aminha opinião. Mas se você não consegue distinguir uma 51 duma havana, parabens. Primeiro , porque não é salutar ser conhecedor de cachaça.; segundo isso não lhe trás nenhum status;
      Se você , algum dia pretender ser conhecedor de algum tipo de bebida, procure o vinho. Este sim te eleva num patamar mais alto.
      Eu, infelizmente sou conhecedor da “marvada”.
      Digo infelizmente porque sendo conhecedor , não dá para comparar. Seria a grosso modo comparar um vinho tipo chapinha
      com um vinho frances de boa safra.
      E, enfatiso o “infelizmente” justamente pelo preço proibitivo
      da cachaça havana tem .
      E, como não posso degustar essa preciosidade habitualmente,
      outras de menor qualidade , me recuso a beber
      O que também é salutar.
      Um abraço fraternal do
      Adhemar Pacheco.

    • sergio nunes

      vc e um viado babaca que nao entende de nada e fica falando besteira

    • Jean Carlos

      51 não é cachaça é destilado puro sem a preocupação com o sabor, a maturação, é industrializada para atender apenas o $$$ lucro do fabricante. Cachaça tem que descansar em dornas de madeira para que com o contato com a madeira perca substancias que deixa sabor forte ao paladar. Recomendo a Havana e a Anísio Santiago que é a mesma, só que como por um tempo os fabricantes perderam o direito autoral de utilizar o nome Havana, ela foi comercializada com o nome Anísio Santiago; a Canarinha, a Erva Doce, até a Boazinha que dá para o gasto atende aos paladares menos seletos.

      Não se pode comparar whiski com cachaça, pode ocmparar com 51 que é no meu ver de paladar menos agradável. mas com as boas cachaças, nem o melhor whiski se compara, é um produto nosso!!!

      Abraços.

      Jean Carlos

    • http://www.nossacara.com Urbino Brito dos Santos

      Amigo Carlos, a diferença de uma chacaça artesana e a Pinga 51 (fubuia) é a mesma de uma Ferrari para um Fusca, não sei em que estado vc mora mais te recomendo vá à Abaíra na Chapada Diamantina em setembro do ano que vem para o próximo Festival da Cachaça Abaíra ai você vai poder conhecer e ver quais as diferenças entre Cachaça e Pinga.

      Eu sempre digo aos meu amigos “Não tome pinga, beba Cachaça Abaíra, diretamente da Chapada Diamantina para o deleite do seu paladar”.

  • raul

    Parabéns pela resenha, mas ouso discordar de alguns pontos.
    A Anisio Santiago é sobrevalorizada. Sim é uma ótima cachaça mas seu preço é inflado pelo mito que se formou ao redor do nome Havanna e o processo judicial que envolveu a marca. Na própria região de salinas temos a Canarinha (citada acima por <Fernanda>), que considero superior no conjunto dos elementos organolépticos, na viscosidade e no "perlage" formado no copo, além de muito melhor no preço
    Fora isso há no RS as fantásticas Weber Hauss e Casa Bucco, no Rio de Janeiro, a Maria Isabel, a equilibadíssima Engenho do Ouro, mantida jovem no jequitibá e a Paratiana 1999, envelhecida em carvalho. um lote especial maravilhoso, creio que a R$ 120/150. Em SP conheço a Minuca, grande cachaça de um excelente produtor.
    O mundo da cachaça de qualidade é infindável e para conhece-lo melhor só experimentando um pouco de tudo ao invés de se apegar a mitos.

    Por fim, <carlos>, bebidas decorrem do gosto pessoal, mas comparar "uma 51 da vida" com a Anísio Santiago é no mínimo ofensivo, é uma idéia tão idiota quanto comparar um uisque WallStreet com um Blue Label…

    Abraços a todos e bons brindes!

    • m

      Seu comentário também deu agua na boca! Quanto custa a pinga canarinho?

    • Hércules

      Excelente comentário Raul . A Canarinha não deve nada à Havana, pelo contrário. A questão é que, se for colecionador, torna-se um sacrilégio não ter uma Havana (Anísio Santiago) na adega, por causa da pergunta típica: “Você tem Havana?”. A título de curiosidade, quando da elaboração do rótulo da Canarinha, o Sr. Noé encaminhou para que se chamasse Cana Rinha (separado), por erro gráfico voltou Canarinha e, como foi aceito, à partir daí veio o desenho do pássaro no rótulo. Em tempo: A Casa Bucco é excelente mesmo.

  • http://cachaca celso

    olha sou apreciador de uma boa cachaca mesmo tendo whisky 12years vodka absolut em casa minhas cachacas sao chico mineiro serra preta joao mendes mas sou humilde qualquer cachaca que for artesanal e bem vinda qdo falam da havana fico com agua na boca… e igual nosso amigo Raul falou acima – comparar remedio generico com o original e de uma idiotice e tanto… e a mesma coisa que falar que a carne acem e igual picanha… So recomendo que testem e tire sua propria opniao. ABRÇ…

  • Inez

    Ainda possuo uma garrafa da Aguardente Havana, digo que ainda possuo uma, porque inadivertidamente, uma das garrafas transformou-se em uma deliciosa caipirinha. Minha garrafa, não possui código de barras, não tem o nome do Sr. Anísio Santiago, foi produzida engarrafada por IND.E COM. DE AGUARDENTE HAVANA LTDA.Está lacrada! Meu marido ganhou a mais ou menos 20 anos. Tem algum valor para colecionadores?Quanto vale? Aguardo respostas!

    • http://samirwilson.blogspot.com Mr. Absoluto

      @Inez Dependendo se a garrafa está bem conservada e de qual lote é pode valer até 900 reais.

      • vinicius

        EU GANHEI UMA GARRAFA HAVANA, E QUERIA SABER O PREÇO DELA. NO SELO DA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL TEM A NUMERAÇÃO AK 60932846

  • celso

    Caramba!!! sera que o pessoal nao sabe que gosto e gosto… portanto, quem gosta de apreciar uma boa cachaca- pode ter um bom whisky, um otimo absinto e uma boa vodka etc… que vai ter a boa cachaca em casa, como e o meu caso. ex: tenho 01 carro top-d-linha + eu nao deixo meu fusca 85/85 por um carro moderno. e questao de gosto meu velho!!! Abrç

  • Khalil Tocci

    A Havana não é cachaça porque não tem gosto de cachaça, tem gosto de madeira. Como pode ser a melhor cachaça do mundo ? Assim, o melhor chocolate do mundo seria aquele com gosto unicamente de menta. Francamente.
    A marca Havana não vende cachaça, vende cachaça envelhecida, alterada, modificada pela madeira.
    Gostaria de provar a cachaça Havana. A cachaça. Não essa cachaça envelhecida. Para isso o produtor teria que oferece-la nova e fresca. Como nunca a disponibilizou desde o início da sua produção nos anos 40, acredito que não deva prestar. Se fosse boa não a esconderia por tanto tempo numa madeira forte com o Bálsamo.
    Por uma Havana, por enquanto, não se pode conhecer uma cachaça de qualidade.
    Humildemente,
    Khalil Tocci

    • Khalil Tocci

      Lendo meu comentário percebi o quanto fui arrogante, ou pareci ser, `na minha opinião quanto a “cachaça” Havana (Anísio Santiago).
      Gostaria de aproveitar o generoso espaço para esclarecer que minhas palavras refletem apenas uma opinião pessoal e amadora, sem qualquer embasamento técnico-profissional.

      Hmildemente,
      Khalil Tocci

      • Willian

        Mas foi interessante sua colocação prezado Khalil. Eu particulamente aprecio as cachaças brancas, que não são curtidas em barris. Este fato faz sim, que descaracterize a bebida. Talvez um pouco de envelhecimento para dar alguma personalidade a bebida, mas ficar por tempos a fio sendo curtida, não temos como perceber o real sabor do destilado. Gostaria também de provar da Havana branca e pura ! Abçs.

    • Khalil Tocci

      Lendo meu comentário percebi o quanto fui arrogante, ou pareci ser, `na minha opinião quanto a “cachaça” Havana (Anísio Santiago).
      Gostaria de aproveitar o generoso espaço para esclarecer que minhas palavras refletem apenas uma opinião pessoal e amadora, sem qualquer embasamento técnico-profissional.

      Humildemente,
      Khalil Tocci

    • Geraldo Pinho

      Pior é o sequinte falou tanta bobagem e não vai ter o prazer de tomar uma dose de havana,eu tomei muitas vezes sempre tivemos havana em casa e como todos que já saboreou só tenho elogios.NB:não sou cachaseiro só tomo cachaça de Salinas sempre tenho em casa de 15 a 20 garrafas todas de Salinas e imedições.

      • Khalil Tocci

        Você confunde cachaça com cachaça-envelhecida (é a legislação que regulamenta o setor que as difere), que são duas bebidas completamente diferentes e diz que falei bobagem. Por qualquer cachaça envelhecida com gosto unicamente de madeira não se pode conhecer a cachaça, que só poder ser chamada de cachaça se ficar num barril por um período inferior a 12 meses. Cachaça envelhecida por mais que você seja equivocado, continua sendo cachaça envelhecida e não cachaça. Por uma Anísio, Canarinha, Paragibana e outras tantas típicas de Salinas, região que por hábito não tem coragem de vender cachaça fresca, ainda não se pode conhecer uma cachaça de qualidade superior.
        Humildemente,
        Khalil Tocci

    • http://samirwilson.blogspot.com Mr. Absoluto

      A arte da cachaça também está presente na forma como a cachaça é envelhecida, o segredo de uma boa cachaça é o processo de envelhecimento que as mesmas passam, muitas das cachaças industrializadas que são comercializadas hoje em dia por um preço relativamente baixo, perdem em qualidade pois não existe um envelhecimento da bebida, o que a torna mais ácida e de sabor não tão agradável. Não estou dizendo que quanto mais cara melhor a cachaça, mas o preço auto conferido a algumas cachaças se deve aos gastos do produtor em manter seu produto envelhecendo para atribuir qualidade. Uma das melhores cachaças que eu já tive a oportunidade de experimentar foi uma lembrança do aniversário de 50 anos de meu tio, a cachaça ficou ficou 5 anos envelhecendo em um barril de 50 litros feito com a madeira de umburana.

      • Khalil Tocci

        Saudações etílicas. Mr. Absoluto.
        Respeito o seu comentário.
        Gostaria de dizer que o segredo de uma boa cachaça está na capacidade do mestre cachaceiro de fazê-la fresca quimicamente bem equilibrada; com seus componentes primários e secundários (congêneres) muito bem equilibrados. A cachaça não precisa envelhecer, não precisa ser modificada para ficar boa. Somente a cachaça, que quando nova é intragável, precisa obrigatoriamente envelhecer para se tornar bebível. A cachaça com excelência sensorial não precisa de mais nada. Se for levada à madeira por um período superior a 12 meses, a boa cachaça terá seus componentes químicos modificados, transformando-se em cachaça-envelhecida.
        Gostar do sabor de madeiras num destilado alcóolico de cana não justifica alimentar preconceito quanto acachaça nova e fresca, que quando bem feita de nada mais precisa, pois é organicamente perfeita.
        Saudações etílicas!
        Humildemente,
        Khalil Tocci.

      • Hércules

        Sr. Kalil, com todo respeito, entendo suas ponderações favoráveis à “purinha”, no entanto o fato de a cachaça ser envelhecida não lhe retira a característa de cachaça, apenas assenta um paladar diferente, assim como o arroz branquinho não deixa de ser arroz porque resulta de um refinamento, e o legítimo arroz seria o integral. Discussão muito subjetiva, portanto melhor cada um brindar ao próprio gosto. Abraço.

    • FGD

      Você caiu naquele conto de um cara chamado “primeiro e único”, que afirma conhecer cachaças desde os SEIS anos.

      A cachaça não tem que ter obrigatoriamente o aroma de cana. Afinal, se fosse pra isso, chuparíamos cana.

      A cachaça tem, sim – ao contrário do que diz o Sr. The First and One-, bouquet. E nessa complexidade de aromas e cachaças é que degustamos a verdadeira cachaça.

      A cachaça pode – e deve- ser complexa. Como fazem com qualquer bebida do mundo, sem que com isso seja descaracterizada.

      Humildemente,

      FGD.

      PS: se você não baseou-se nos “ensinamentos” do Sr. Primeiro e Único, desconsidere isso.

  • http://www.designsal.wordpress.com Nei Oliveira

    Sem duvida uma otima bebida infelismente ou felismente e muito cara ai nao da para Apreciar diariamente mais já tive oportunidades e declaro que e única inesquecível muito bom eu recomendo

  • Edson

    Possuo um exemplar da cachaça Havana legítima.
    Existe algum interessado??
    Vendo pela melhor oferta!!

  • jader rodrigues santiago

    bom dia, nasci em montes claros,cidade perto de salinas,ja tomei havana varias vezes commeus amigos de moc,e realmente,ja bebi todas as cachaça do brasil,e nunca vi uma igual a havana,naoe propaganda enganosa naoe pura verdade.grato jader santiago hoje mora em brasilia.

    • http://samirwilson.blogspot.com Mr. Absoluto

      Também sou de Montes Claros, realmente o Norte de Minas é um grande produtor de cachaça, sem dúvida o coração dessa arte reside nessa região.

  • willian dias

    possuo um exemplar da cachaça havana , so vou abri-la qdo minha filha fizer 15 anos e vou toma-la sozinha hehehehehehe

  • Geraldo Pinho

    Eu tenho duas garrafas de havana que recebi das proprias mãos do Sr.Anisio Santiago lá na porteira de entrada da sua casa na fazenda a 15 anos,vou abri-las e consunir em uma ocasão muito especial e junto com os melhores amigo estou agurdando esse momento,espero que o sabor e qualidade estja preservado.

  • JUSCELINO SILVA

    Fiz um comentário nesta coluna em 08-2009, de lá até hoje só tomei Havana mais uma vez e fechadinha de um cliente. Confesso que a cachaça é realmente saborosa. Não é pelo preço mas, jamais trocaria uma garrafa desta por qualquer bebida mais cara do mundo. Morei uns anos nos EUA e trouxe para uma adega de BH 20 garrafas de vinho de três ou quatro rotulação diferente. Só sei que custava em média três mil reais cada. Ainda assim não dispenso uma boa cachaça.
    Tenho em casa 07 pequenos barris de madeira diversas, carvalho, balsamo, pequi do Pará, jequitibá, vinhático c/ canela e jatobá, todos com mais de 01 ano de uso, variam de 2 a 6 litros, só para um deleite pessoal diário e com uns amigos em ocasiões especiais. Neles mantenho cachaça de quatro alambique diferentes.
    O que melhor envelheceu foi o jequitibá porque só passa a cor e um leve sabor nas duas primeira remessas depois a pinga, como gosto de chama-la, fica clara mais envelhece e fica bem oleosa, chega a ficar parada na parede do copinho tipo martelinho, fundo grosso, e outro que me surpreendeu foi o de vinhático com canela, as duas primeiras remessas ficou toda alterada e avermelhada porem na terceira, deparei com um néctar de cana levemente esverdeado, incomparável. Hoje é meu amuleto do almoço e jantar quando estou em casa.
    Devo esclarecer que a pinga que está depositada em dois deles trouxe direto de um alambique da região de MUTUM-MG a 30 km da cidade.
    Sem menosprezo a nenhuma outra, custou apenas 7,00 o litro e dá de 10 em algumas cachaças de Salinas. Para ser bem sincero, tenho cachaça de Cambuquira que só tem fama ( percebi gosto de cana sapecada no canavial antes do corte.
    Como viajo muito a trabalho, todo dia estou em cidades e regiões diferentes, perto de Simonésia tem produtor que carece fazer reciclagem mais a cachaça dele é formidável, o nome do Sr. é NíSIO CANDIN.
    Não faço apologia a uma marca, gosto de degustar, antes de beber vagarosamente.
    Tomo tranquilamente 3 a 10 doses apenas com tira-gosto de castanha de caju, Para, pão com azeite extra virgem, integral ou italiano do Extra e ou Romanina.
    Portanto se souber escolher e apreciar mesmo, é uma prática saudável e barata.
    OBS.: podem me enviar sugestões e exemplares e eu lhes garanto que bebo sem discriminação, inclusive Havana.

    Desculpe o relatório, adoro falar desse tema e do sexo oposto para os outros, para eu, MULHER é sexo a favor.
    saudações fermentadas
    Juscelino Silva – Sabrá – MG
    Planetadagua@terra.com.br

    • http://samirwilson.blogspot.com Mr. Absoluto

      Realmente existem cachaças que são produzidas em pequenos alambiques, sem marca ou registro que possuem uma qualidade excelente, como disse uma das melhores cachaças que já tive a oportunidade de experimentar nem sequer possuia rotulo, foi comprada de um alambique de uma propriedade próxima ao sitio do meu tio, e foi dada de presente aos convidados em seu aniversário de 50 anos.

  • m. cunha

    um dia irei provar essa…essa cachaça…mas é muito dificil encontra-la por aqui…BELÉM-PA

    • Bruno

      Bom, fica até estranho falar isso num comentário na INTERNET, mas não existe mais isso de “aqui não tem”. http://www.cachacaexpress.com.br/cachaca-anisio-santiago-600ml.html Tá saindo por R$175,00, menor preço sugerido pelo post!

      • danillo Zacheu

        No cantodacachaça.com.br tem por r$ 170,00 … comprei um exemplar e a entrega foi muito rápida.

  • Carlos Fernando Araújo

    De fato, essa cachaça é muito recomendada. Não sou um expert mas gosto de tomar cachaça com gosto de cana de açúcar – o verdadeiro gosto da cachaça. Qualquer coisa diferente disso não é cachaça. É um outro destiladozinho qualquer, sabor jacarandá, jaqueira, carvalho, coqueiro, etc.
    Cachaça que é cachaça tem costo de CANA. Daí o nome tradicional da cachaça: Aguardente de Cana. Quer tomar uma boa cachaça, com gosto de cana, sugiro as paraibanas volúpia, serra limpa e serra preta. Bom proveito.

    • Hércules

      Carlos, essa questão de cachaça envelhecida ser ou não cachaça é muito pessoal e não encontra parâmetros objetivos, nem historicamente. Assim como acontece com o Whisky e o Vinho, o envelhecimento pode vir a ser um fator de equilíbrio na aguardente. Eu prefiro a envelhecida suavemente, sem o sabor ou aroma xaropado de barril. É preciso ressaltar que nem sempre o envelhecimento prolongado é fator de “madeirização” da cachaça, há outros fatores determinantes como os blends com madeiras distintas, etc.. . A Havana que vc ressalta “bem recomendada” envelhece por anos em tonéis de bálsamo.Bebo da “branquinha” também. Das que você indicou já provei a volúpia e gostei muito, boa indicação. No mais, vamos todos brindar, com a “branca” ou a “amarela”, essa bebida tão brasileira que, para mim, dá o show nos whiskys que muitos só tomam se entupidos com água de côco. Até nisso o whisky perde pra nossa cachaça, porque se for pra misturar nossa caipirinha é incomparável. Grande abraço!

      • Khalil Tocci

        Um grande brinde ao envelhecimento da nossa cachaça. Destilado alcóolico com a opção de envelhecimento em mais de 20 madeiras (unversidade São Carlos) diferentes por enquanto somente o Brasil tem. Amendoim, bálsamo, carvalho, ipê, freijó, grápia, ariribá, umburana, cerejeira, jequitibá e etc.
        Viva à nosso Brasil! Viva à nossa cachaça! Viva à nossa cachaça envelhecida ou composta!
        Saúde!

  • http://GREASE@TERRA.COM.BR guilherme silva santiago

    E O MEU TIO E DEMAIS ELE FEZ A MENHOR CACHAÇA DO MUNDO E NOIS E FALO POR TODOS QUANDO FALO QUE E BOA

  • jose Antonio

    Meus amigos moro no Rio de Janeiro, esperimentei ontem a Anisio Santiago, paguei R$25,00 a dose , bebi duas para comprovar. Ô cachaça gostoooooooosa. não me arrependi de cada centavos que gastei. Tenho mais de 40 garrafas de cachaças em casa, mas com certeza vou comprar a Havana(Anisio Santiago). Sem dúvida para mim é a melhor cachaça que já bebi.

  • Juliano Carlos renaux

    Como tudo no mundo, existem os que valorizam as coisas boas e existem os detratores para contrabalançar os primeiros citados. Mas aqui, se alguém de sã consciência disser que isto não tem fundamento, ou não experimentou em um dia de bom humor, ou não tem noção do que é uma boa cachaça. É sem dúvida alguma a melhor cachaça produzida neste rincão. E Viva Anísio Santiago/Havana. Saúde, Prosit, Nasdravia, Cheers, Salud….etc…..

    • Khalil Tocci

      SERIA A “MELHOR” CACHAÇA-ENVELHECIDA. Cachaça, somente cachaça, é outra coisa. Água com sabor de frutas é refresco, cachaça com sabor de madeira não pode ser chamada de cachaça. O conceito de qualidade de um produto pode estar ligado diretamente à variação de valores da sociedade e seus padrões de consumo. Porém, a cachaça tem características naturais de qualidade independentes de valores regionais ou gostos subjetivos. A cachaça pode ir à madeira para suavizar, modificar sua estrutura química e sensorial, e adquirir, ou não, o traço da madeira. Permanecendo na madeira por um período não inferior a 12 meses passará de cachaça a cachaça-envelhecida, transformando-se em outra bebida. Isso não tem nada com gosto pessoal; de gostar mais de uma ou de outra. Cachaça é uma bebida e cachaça-envelhecida, como a Anísio Santiago, é outra bebida.
      Humildemente,
      Khalil Tocci

  • israel do nascimento

    bom dia,tenho um lote de 300 caixas de pinga tipo exportação de salinas ,ficou 15 anos presa na alfandega e arrematei o lote no leilão,quero vender

  • Pedro Henrique

    VENDO

    Havana ainda com o sêlo Anisio Santiago, raridade de colecionador.

    Uma das primeiras produções.

    Quem interessar entre em contato por e-mail: pedrobra@terra.com.br

    ou no tel 31 9155-8435

    • Paulo

      Qual o lote? tem data de fabricação e/ou engarrafamento? qual o preço de venda?

  • tony Bernardino

    Oi gente! Que saudade do Brasil, desse papo gostoso regado a cachaca,que-
    ro participar; ha muitos anos atras viajando a trabalho (trabalhava na CE-
    MIG) a turma de la bebe pra caralho, estava-mos em Montes Claros e fui
    a uma cidade proxima, talves 5 (cinco ) kilometros de distancia para com-
    prar uma cachaca que se chamava Beijo Quente.Puta Que Pariu! o cachaca
    gostosa, sera que continuam fabricando?O fabricantee era muito meticulo-
    so e so vendia para conhecidos ,(uma garrafa por pessoa).Estou falando do
    ano de 1975,Israel, meu E-mail e tonybernardino2010@yahoo.com me di-
    ga o preco da sua cachaca,compro o lote todo.Um abraco.

    • tony Bernardino

      Oi gente to de volta, acabei de me lembrar do nome da cidade perto de Montes Claros, Bocaiuva, o nome do fabricante da pinga era Gentil,nao me lembro se oconheci na epoca,sera que ele ainda esta vivo?So me vendeu a cachaca porque eu era funcionario da
      “CEMIG’ .Isto era pura discriminacao,porra; pra comprar cachaca
      tinha tanta frescura, e olha que isto aconteceu ha 36 anos atras.Estou morando na America do Norte ha 26 anos, agoro gostaria de investir ai na patria amada, quero montar um alambi-
      que e fabricar pinga , artezanal de boa qualidade para exportar,se tiver alguem interessado em fazer sociedade, entre em contacto ,
      tonybernardino2010@yahoo.com,um abraco

  • gilmar

    posto esse comentario com muito respeito a familia de anisio santiago,mas quero e peço por favor, que esta familia me ajude,sou pobre mas adimiro esta arte,tao mineira e brasileira,irei ficar muito feliz se tiver como ganhar uma garrafa de sua melhor pinga,ja que todas sao as melhores, aguardo resposta urgente e com vontade saboriar esta primissia campea,por favor nao me deixe sem resposta,Gilmar

  • gilmar

    posto esse comentario com muito respeito a familia de anisio santiago,mas quero e peço por favor, que esta familia me ajude,sou pobre mas adimiro esta arte,tao mineira e brasileira,irei ficar muito feliz se tiver como ganhar uma garrafa de sua melhor pinga,ja que todas sao as melhores, aguardo resposta urgente e com vontade saboriar esta primissia campea,por favor nao me deixe sem resposta,Gilmar

  • http://www.cachacaexpress.com.br Marcelo Linhares

    Lembrando, que o Cachaça Express, tem o “mito” por R$ 350,00, e ela é de fato, a “blue label” das Cachaças Artesanais. Explosão de sabor

    http://www.cachacaexpress.com.br/cachaca-havana-600ml.html

    • Khalil Tocci

      Agora você falou tudo. Ela não passa de um xarope de bálsamo; de cachaça ela não tem nada. Não se acha na “Anísio Santiago” nenhum traço de cana, característico nas boas cachaças artesanais. Fico imaginando a peste que deve ser quando fresca para ter que ficar num barril por dez anos e assim se tornar bebível. É vomitativo, mas bebível. Fosse uma cachaça boa seria disponibilada fresca e também envelhecida, como fazem alguns bons cachaceiros de vários cantos do Brasil. Como é intragável quando fresca seu o produtor só tem coragem de disponibilizá-la depois de virar xarope. Em Salinas, “capital da cachaça-mal envelhecida”, não existe cachaça verdadeira; são todas mal envelhecidas e por isso viram xaropes. Consegue-se um vidro de xarope vomitativo em qualquer farmácia por R$ 10, 00. Pagar R$ 350,00 por uma garrafa de xarope é loucura terminal.
      Kalil Tocci

      • João A. Lima

        É meu prezado Khalil, pelos comentários postados parecece que você tem mesmo é birra ou inveja das cachaças de Salinas, que senão as melhores está sempre entre elas, em todas as avaliações dos melhores degustadores do país. Conhecer de Aguardente de Cana é uma coisa, despresar as cachaças de uma região norte mineira é outra coisa muito diferente, pode até ser uma questão de discriminação, talvez regional, pois as cachaças de Salinas nascem de um dos terrenos mais férteis do “pobre e sofrido” Norte de Minas. Não sou de Salinas, mas tomo a liberdade para convidá-lo a conhecer pessoalmente aquela acolhedora cidade, berço de fabricantes de excelentes cachaças, capitaneadas pela famosa Havana (Anísio Santiago). Tudo de Bom!!!

        Orgulhosamente,
        Nortemineiro de coração.

  • Khalil Tocci

    Saudações, amigo João Lima.
    Não se trata de birra ou inveja. Cacahaça para ser chamada de cachaça não deve ficar num barril por mais de doze meses, diz a lei. Não conheço nenhuma cachaça de Salinas com menos de doze meses de barril, portanto é e deveria ser chamada por todos, até pelos que se intitulam entendedores de cachaça, de cachaça-envelhecida. Como nas marcas mais tradicionais de Salinas não se consegue observar no gosto e no cheiro nenhum traço de cana-de-açúcar, como podem ser admiradas como boas cachaças-envelhecidas. A Vale Verde, uma cachaça-envelhecida de Minas Gerais, consegue manter o traço da cana-de-açucar depois de 3 anos em barril de carvalho; isso é ser honesto ao se envelhecer uma cachaça. Essa é uma cachaça-envelhecida de qualidade e está acima dos melhores destilados comercializados no Brasil. Sou carioca e no meu Estado consegue-se cachaças maravilhosas, medianas e também horríveis. Tem de tudo por aqui; o que o Estado do RJ não tem é a organização e o marketing dos produtores de Salinas. Nisso sim Salinas está de parabéns. Essa organização deveria ser seguida por todas as regiões produtoras de cachaça, cachaça-envelhecida e derivados.
    Enquanto Salinas não disponibilizar para o Brasil e o mundo suas cachaças novas e frescas, continuarei a ser obrigado em acreditar que elas são intragáveis. Salinas é o exemplo da pratica de mascarar ou tentar consertar pelo barril e da manipulação química o que originalmente não deve prestar.
    Já perguntou para um químico ou outro entendedor o que acontece com o álcool ao ser colocado num barril por muito tempo? Me diga como pode uma cacahaça-envelhecida por dez anos sair do barril com a graduação alcóolica que a Anísio Santiago apresenta. Não dá para leva-la a sério.
    Honestamente,
    Khalil Tocci.

    • FGD-

      Agora sou obrigado a concordar.

      Como uma Havana fica 10 anos num barril e sai com 44.8% de álcool?

  • luciano

    seus trochas cachaca tudo e a mesma bosta nos somos pais de3 mundo nosso poder aquizitivo e uma merda poriso temos economizar no bouso essa cachaca mitida a granfina marca de garafa.aposto que aque meu pai faz e vende a 1 real atacado e mellhor e faz muito mais que essa porcaria

  • olavo rodrigues araujo

    Pinga boa,so curtida no tonel,tenho um para vender, 5000 litros,de balsamo,
    conservado. tel 034 88161889

  • Jaciara Monteiro

    Como faço pra comprar um litro da melhor cachaça? bjos

    • http://www.cachacaexpress.com.br Marcelo Linhares

      No Cachaça Express tem a Anísio Santiago e outras excelentes cachaças Jaciara.

      http://www.cachacaexpress.com.br/cachaca-havana-600ml.html

    • elizabete de oliveira prado

      Sr Anisio Santiago sou conterrania,como fazer para divulgar esta celebridade que desconhecia em minha terra, como fazer para divugá-la em minha cidade ou melhor como adquirir a havana.Grata

  • Illan Oliveira

    Amigos do Papo de bar,
    Quando se fala “eu bebo cachaça” é muito comum quem está ouvindo já olhar com uma cara tipo “aff, esse deve ter o pé inchado”, puro preconceito!
    A cachaça é um destilado com características únicas em relação a outros destilados do mundo inteiro, uma prova disto é a veridedade de madeiras de envelhecimento que proporcionam aromas e sabores totalmente distintos uma das outras.
    Além disto, a cachaça chega a ser comparada por muitos pelas variedades de aromas e sabores, aos melhores vinhos.
    Bem, eu sou um pouco “suspeito” para falar, pois sou um distribuidor especializado em cachaças em SP, atualmente trabalhamos com mais de 2000 rótulos de cachaças e convido a todos quando tiverem em São Paulo, visitar nossa empresa e provar algumas preciosidades de nossas brasileirinhas.
    http://www.solutioncoml.com.br
    Abs

  • Paulo Luciano

    Cachaçha Havana preço por doze R$ 54,89

    Meus amigos sou Paulo Luciano de Antonio Gonçalves – Ba, e vou lhes dizer uma verdade, essa cachaça deve ser uma maravilha + o preço é que é um pouco ruim,
    então eu particularmente prefiro com esse valor abssurdo em somente uma dozinha, ” Havana” comprar varias garrafas de Pitú, barata e com sabor excelente, e se misturada com mel de abelha e limão, air meu amigo,
    vc vai se deliciar de uma belíssima cacaçha, não é atoa que a propaganda é “mania de brasileiro. srrssrsrsr falo sério num acampamento então ou num aperitivo é d +++,

    Obs: e se algum proprietário deste produto ler esse comentário agradeço tb de coração uma pequena cortezia. obrigado e vamos beber. ” com moderação”

    End:
    Cidade Antonio Gonçalves – Bahia
    Rua: joaquim Angelo de Souza nº 21.
    Paulo Bindhartt.

    Aguardo resposta.

  • luis dolzanes;cadmo jose;adria roberta;adson francisco

    Pagamos 55.00 por dose e a festa foi grande…..o prazer era na dose e nao na garrafa… parabens aos donos da cachacaria foi bom d mas…Feliz Natal!!!!!!!ha e aprecie com moderacao…

  • luis dolzanes;cadmo jose;adria roberta;adson francisco

    Desgraca so presta completa e puta so presta gravida!!!!!! e havana so presta pura !!!!!!!!

  • ivan

    eu era borracheiro de um posto em salinas.
    Certa vez uns parentes meus de São Paulo pediram para que eu comprasse uma garrafa de Havana para levar para eles. Ao chegar lá (seu Anísio ainda era vivo), era uma terça-feira e ele me disse: “hoje é terça-feira, não negocio com ninguém, volte aqui sexta.”
    Peguei minha bicicleta e fui para casa. Na sexta-feira voltei ao local para tentar comprar novamente a cachaça. Ao chegar la, seu Anísio avistou o prefeito de Salinas e disse: “Olha, eu não vou vender pra você não porque o prefeito está vindo ali. Se eu vender pra você, terei que vender pra ele. E eu não gosto dele!! Volte aqui quarta.”
    Mais uma viagem perdida! Na quarta-feira voltei ao local, seu Anísio estava enchendo a garrafa no barril de cachaça.
    Eu perguntei a ele se seria possível que ele me vendesse duas garrafas, e ele me respondeu:
    _CALA A BOCA, SENÃO VOCÊ NÃO LEVA É NENHUMA!!!

    (Será que o homem era ignorante?) kkkkkk’

  • marcos silva

    Olá apreciadores de cachaça! bom sou de JOÃO PINHEIRO-MG,onde tem algumas cachaças na região. Bom não concordo com alguns apreciadores por que cada cachaça tem a sua particularidade,sabor,textura,aroma enfim cada uma tem sua propria origem, sendo que para um bom apreciador ele sabe diferenciar tudo isso e pouco mais. hoje moro em MANAUS-AM e tenho uma pequena coleção de cahaça mineira a qual estou ampliando gradativamente,sendo que vou em Minas duas vezes ao ano,mas sempre que vou procuro novidades e destaques para adquiri-lo. HA vale ressaltar que um apreciador que não sabe diferenciar uma cachaça artesanal de uma industrial(51),ele não e apreciador e sim um pingusso . Abx a todos apreciadores e parabens pelas cachaçarias mineira.

  • Khalil Tocci

    Parabéns para todas as cachaças do Brasil. Uma das nossas maiores expressões culturais é muito bem representada por vários alambiqueiros de norte a sul do nosso país. Cachaça de alambique e com qualidade encontramos em praticamente todos os Estados. Sem preconceito e sem bairrismos um grande brinde à cachaça; do tamanho do Brasil.
    Abçs.

  • Andreza Pereira

    Havana , ouro mineiro .
    Tão boa que é degustada até por Fidel .

    • Khalil Tocci

      Como xarope de bálsamo, Anísio Santiago não poderia ser chamada de cachaça. Fidel não gosta de cachaça porque talvez nunca tenha provado uma, mas sim de xarope de bálsamo.

  • antonio

    sem duvida e uma otima cachaça , e pra quem gosta de qualidade, havana e a melhor de todas..

    • Khalil Tocci

      Se ficou mais de doze meses num barril não pode ser chamada de cachaça. Gosto não se discute, mas cachaça verdadeira sim. Para continuar cachaça a lei não permite que fique mais que doze meses num barril. Havana ou Anísio Santiago é outra bebida e não cachaça. Podemos chamar até de cachaça-envelhecida como manda a LEI, mas de cachaça nunca. Uma questão de justiça para quem faz cachaça verdadeira e não precisa coloca-la num barril para ficar bebível.
      Att,
      Khalil Tocci

  • Jean Carlos

    Ainda vou produzir a minha cachaça, e espero que ela seja tão saborosa como a Havana.

    • Khalil Tocci

      Se produzir algo com mais de doze meses de barril, será xarope de madeira e não cachaça.

  • gilmar

    o ivan por mais que gosto de pinga eu teria mandado ele enfiar essa preciosidade no cu existem outras tao boas quanto a dele ou melhores ainda

  • Gilberto Cardozo

    Havana, hoje Anisio Santiago é a cachaça mais saborosa que experimentei.

    Merece o preço de R$ 900 a garrafa.

    Apesar de mais cara que uma garrafa de whisky Royal Salute de 38 anos, vale o seu preço.
    É muito boa mesmo.

    • Ed Marques

      Olá amigos!

      Ganhei recentemente uma garrafa de cachaça artesana envelhecida a 18 anos, quase chorei quando a bebi, nunca vi nada igual, incrível a complexidade da bebida. Na verdade fiquei com vontade de comprar um barril encher de cana e esquecer por uns vinte anos pra ver no que dá. É possível estimar o preço de uma garrafa desta, tendo em vista o preço que uma Havana alcança? Ainda, este cliente que me presenteou com esta preciosidade convidou-me para um dia ir apreciar em sua casa a mesma cachaça só que envelhecida por mais de 30 anos, eu nem acreditei! Esta ele não presenteia ninguém, mas eventualmente convida um amigo para apreciá-la. Quando me trouxe a garrafa de 18 anos, me disse que na chuva que afetou nossa cidade em 2011 (Nova Friburgo – RJ), perdeu um barriu da cana de 30 anos e agora só resta um, sinceramente, acredito que não pode ser mensurado um valor para essa bebida. Quando possível postarei como foi a experiência. Abç!

  • Marcelo

    Possuo uma garrafa da cachaça Havana,que está em minha posse por volta de 20 anos,estou interessado em vende-la.
    interessados favor entrar em contato “memscarpelli@hotmail.com”
    obrigado

  • renildo

    saber preço pra revendas muito grato renildo

  • Khalil Tocci

    Se ficou mais de doze meses num barril não pode ser chamada de cachaça. Gosto não se discute, mas cachaça verdadeira sim. Para continuar cachaça a lei não permite que fique mais que doze meses num barril. Havana ou Anísio Santiago é outra bebida e não cachaça. Podemos chamar até de cachaça-envelhecida como manda a LEI, mas de cachaça nunca. Uma questão de justiça para quem faz cachaça verdadeira e não precisa coloca-la num barril para ficar tragável.
    Att,
    Khalil Tocci

  • ingres speltri

    assisti de camarote todo esse papo acima porque comprei uma garrafa da Havana por $240,oo e quaria saber mais sobre o produto.- ainda nao provei e vou faze-lo de joelhos louvando aos ceus tao precioso momento.-
    Afinal, todo esse oba-oba festivo em torno da Anisio Santiago acrscenta valor ao produto.- salute!!!

  • Denis

    Mas esse Khalil Tocci é muito murrinha… dono da verdade… deve postar comentário aqui só com a cara cheia de cachaça. acho que alguem violentou esse cara com uma garrafa de cachaça envelhecida pra ele ter tanta birra. Fui hoje na maior loja de cachaça do mercado central de BH pra comprar uma salinas que estava 35,00. tem uma chamada Velha Serrana que muito me agrada também, custa 25,00.a vale verde tb é ótima: 45,00. Já experimentei a canarinha: perfeita. a havana está 300,00; nunca experimentei, gostaria muito.

    • Khalil Tocci

      Amigo Denis, não se ofenda por eu ser honesto com os meus. Posso sim e tenho sido “violentado” por produtores que transformam um álcool de cana-de-açucar, produzido com erros de fermentação e higiene em xaropes de madeiras, e tentam me enfiar goela abaixo um produto muito inferior em sabor e estrutura química. Tudo certo e maravilhoso se alguém gostar desses xaropes e venerá-los como “nectar etílico”. Não “violento” a preferência gustativa dos amigos e faço um brinde às diferenças; graças a Deus elas existem. Por isso não sou o dono da verdade. A verdade não tem dono. Só não abro mão como consumidor de exigir ser informado corretamente do que estou bebendo, isso é obrigação de qualquer produtor. Se os produtores de “xarope” de barril fossem honestos comigo e com seus consumidores deslumbrados e felizes, colocariam nos seus rótulos a denominação que a lei determina. No caso das cachaças com mais de 12 meses de barril, CACHAÇA-ENVELHECIDA, e ou ENVELHECIDA PREMIUM, e com a madeira de envelhecimento em destaque no rótulo. Isso é uma questão de justiça, um direito meu, nosso. Uma questão, só para começar, de cidadania.
      Sem intenção de violenta-lo, amigo Denis, um forte abraço.

  • http://msn lorena

    a melhor cachaca e a conbicada , fabricada em sao goncalo do bacao , municipio de itabirito , entre belo horizonte e ouro preto . no panelao em sao goncalo do bacao vende … so experimentando pra vcs verem , bom de +++++++++++

  • MARIA DE FATIMA FERREIRA

    Tenho uma cachaça HAVANA mais ou menos 40 anos ( sou de salinas e comprei na fazenda do seu Anisio Santiago) quero vendê-la, por favor pode me informar o valor de venda???

    • Willian

      Que isso ! 40 anos ? Não evaporou ????

  • olavo

    a cachaça,no tonel de Balsamo,e outra coisa,tenho um para vender,de 5000
    litros,conservado,ja tirei muita pinga boa dele,infeslimente vou ter de vender, motivo de doença,se alguel interessar tratar 034 88161889,abraços!

  • Islane Santos

    Olá galera, sou de Salinas e tenho uma dessas preciosidades pra vender!
    Tô pedindo R$ 300,00 apenas. É da safra de 93! Interessados comunicar aqui!

  • Ronald

    Gostei e aprendi muito com os comentários do Sr. Khalil Tocci. Acho que tem toda razão quando exige honestidade por parte dos fabricantes. Parabéns!

  • Cristian Panta

    Irei provar da cachaça hoje…………….. dizem que c toma ela e em vez rendondo ou quadrado desce docinha!!!!!!!!!

  • francisco alves

    só pude experimentar, gostaria de beber um pouco mais para satisfazer o ego gostei.

  • Khalil Tocci

    Só mesmo o Brasil para fazer cachaça tão boa. Cachaça não é um bem cultural só do Mineiro, mas do Povo Brasileiro. Quem entende de cachaça sabe que os produtores Mineiros ficaram para trás na produção da boa cachaça, perdendo muito espaço para produtores de outras regiões como Sul do país, o Sul Fluminense e etc. Estupefatos com essa realidade, os produtores Mineiros estão correndo para tentar se adequar as normas de qualidade e excelência, exigido por um mercado cada vez mais consciente e seletivo. Cachaça boa é do Brasil !!!
    Abç.

  • davi nobre

    O senhor Tocci esta certo…existe nova legislação a respeito,e a mais citada pensa viver de lenda até quando.