Equipe

E você? Tá olhando o que o mané? Pega uma cerveja e venha com a gente.

Quer ser um modafoca? Entre em contato que pensaremos no seu caso 😉

Apenas mais um modafoca apaixonado por uma cerveja artesanal de qualidade. É o que comanda todo mundo por aqui, mas nem por isso deixa de ser modafoca e bater um papo de bêbado.

Flamenguista nato, adorador de boas doses de Jack Daniels e de uma cerveja de qualidade. Mulher, Cerveja e Futebol, as melhores coisas da vida, o resto é apenas resto e fim de papo.

Gerente de projetos, Rubro-Negro de coração, amante do Rock and Roll e das boas coisas da vida, não dispensa uma boa cerveja gelada, a cia dos amigos e rock em alto e bom som.

Bebedor assíduo, escritor viciado, contador de causos e frequentador fervoroso dos bares do RJ. Acredita que a Revolução Francesa foi planejada num bar e que Garrincha tinha as pernas tortas por conta da cachaça. Sabe muito bem quando algo é muito ruim, mas não tem bom gosto.

Don Diego, nome original do Zorro, mas é também meu nome aqui no PdB. Amante de bebidas fortes, saborosas e pouco conhecidas, escreverei sobre minhas experiências a respeito dessas bebidas com todo requinte e sedução de seu homônimo personagem. Olé!

Apesar de adorar um Cosmopolitan, caiu no mundo cervejeiro depois de fazer um TCC sobre copos de cerveja na faculdade de Design de Produtos. Gostou tanto que agora é até Sommelière de Cervejas, formada pela Associação Brasileira de Sommeliers de SP. Mas continua pedindo Cosmopolitan no boteco.

Palpiteira de assuntos aleatórios por diversão, bebedora de cerveja por paixão, e inventora de coisas pra fazer por opção. Da cerveja à tequila, da vodka ao whisky, quando se trata de assuntos "bebedeirísticos" não tem tempo ruim. O que importa é poder estar com os amigos bebendo e contando história.

Bebedor de longa data, apaixonou-se mais tarde pelas delícias do sagrado pão líquido! Além de ácido e corrosivo, é um amante do desporto etílico e dos mais diversos esportes também. Humor se faz com o fígado! Às vezes, amor também...

O velho lobo russo é apaixonado por vodka, cultura, arte e boa conversa. Ébrio habitual, interessado pelas diversidades no mundo das bebidas, comprometido com a informação, tenta através de bom papo e muita irreverência apresentar ao público do PdB as maravilhas que a vida tem a oferecer.

Administrador, trabalha no setor de óleo e gás, consegue sempre arranjar tempo pra beber umas taças entre seus vários hobbies e acredita que a vida é muito curta pra beber vinho ruim.

Conhecedor e entusiasta de cervejas. A mesa de bar é o meu céu. Sonhador assumido, ativista e revolucionário. Ou não.

O que lhe falta em dedos sobra em disposição para uma boa degustação agressiva de cerveja. Cervejeiro, whiskeiro, vodkeiro e mulherzeiro, adora teorizar sobre as coisas que consome. E sabe apreciar as coisas boas e virar tampando o nariz as coisas ruins.

Mais conhecido como Michel Xavier (por isso do X), sou barman formado e apaixonado pelo que FAÇO. Desde a preparação de um Cocktail ao bate papo com o cliente. Gosto muito de uma birita e pesquisar sobre a diversidade de ingredientes e sabores possíveis. No mais, quem não bebe é chato pra kct e vá pedir drink sem álcool (na !#[email protected]&*) do outro lado da rua!

A idade traz consigo a experiência, e se tem uma coisa que a Sanseverini já passou, foi por muitas experiências etílicas. Umas maravilhosas, outras nem tanto. Quer saber mais das presepadas, no melhor estilo Medo e Delírio em Sampa mêo? Acompanha essa mina!

Já atuou como Barman internacional, hoje vive fazendo drinks por esporte, principalmente pra ganhar bebidas de graça. Campari na veia \m/

Especialista em papo de bêbado, bar de esquina e naquela batucada. Feminista de boteco, química ocasionalmente e de ressaca na maior parte do tempo.

Palestrante (e comediante) de boteco. Bebe cerveja e fala palavrão melhor que muito homem. Escreve sobre vários assuntos dos quais não entende nada. Não confia em gente que não bebe e só faz amizades na mesa do bar. Não é exatamente o sonho de todo pai e mãe, mas sua família aprendeu a aceitá-la assim.

Carioca suburbano, apreciador comum e sem títulos de álcool e suas relações sociais. Um apaixonado por vodka que, como o poeta, prefere "morrer do vodka do que de tédio".

Bebedora, batuqueira, cozinheira e bióloga nas horas vagas. Acha que pode fazer de tudo um pouco e faz. Amante de cerveja, comida, música e futebol, não necessariamente nessa ordem e, de preferência, tudo misturado. Gosta de provar que lugar de mulher é em qualquer lugar que ela quiser!

Aficcionado por vinhos, fez de seu hobby uma profissão e da profissão sua vida! Quando o assunto é vinho adora dá um pitaco aqui e outro ali, às vezes exagera e se beirar a chatice. Jornalista, sommelier e tb apaixonado por gastronomia vou vagando entre umas taças e outras. Um brinde!

Arquiteta, designer, gerente de projetos e apaixonada por uma boa cervejinha no bar com os amigos no tempo livre. Adora conhecer pessoas, sabores e lugares novos, e como "nunca fez amigos bebendo leite" com facilidade se torna a melhor amiga da fila do banheiro que acabou de conhecer, do dono do bar e do ambulante.

Nascido pro Direito, barman por aventura. Bebedor sem frescura. Tá gelado? Então desce. Na dúvida é facil: better call Lelel.

Jovem, estudante, divertida e sempre com o copo na mão. Apreciadora de sabores fortes e intensos, amante de uma boa garrafa de vodka ou whisky, adora ocupar a mente com textos e a boca com álcool.

Cervejeiro Caseiro, Empresário Cervejeiro e, nas horas restantes, bêbado.

Mais de 70 anos de tradição. Produz frangos caipiras criados soltos. Gastronomia responsável, Dicas gastronômicas e pães com cerveja.

Já passaram por aqui: