Bêbados: Viver ou Morrer (Muito Profundo)

Mais uma baboseira para vocês, que assim como eu, adora isso. Essa vai em homenagem à todos os casados que frequentam o Papo de Bar e já passaram por isso, não exatamente, claro, mas que chega próximo a isso.

Ontem, minha esposa e eu estávamos sentados na sala falando das muitas coisas da vida.

Falávamos de viver ou morrer. Então, eu lhe disse:

Nunca me deixe viver em estado vegetativo, dependendo somente de uma máquina e líquidos.
Se você me vir nesse estado, desliga tudo o que me mantém vivo, por favor!

Ela se levantou, desligou a televisão e jogou minha cerveja fora. Não é uma filha da puta?

Bem clássica essa não é verdade? Eu não me encaixo nessa porque não vejo televisão, mas em relação a cerveja sim. Ou minha mulher curte cerveja como eu ou então não ligue por eu gostar tanto, ou então já era 🙂

Quem mandou essa pra mim foi o camarada Paola. Mande também sugestões de posts pro PdB 😉

Você também gostará desses

Bebendo uma garrafa de Absolut inteira em 15 segun... Imagina você virar uma garrafa de Absolut inteira em menos de 15 segundos. Você beber uma garrafa numa noite, ok, tem gente que bebe até mais, mas o q...
Xadrez Etílico Xadrez às vezes é um jogo chato não é mesmo? Seus problemas se acabaram-se, agora temos o xadrez etílico, uma nova emoção e estímulo para se aprender ...
Travecos do Boteco O Ogrostronomia e o Papo de Bar atacam agora como travecos do boteco. Nada de musas, mulheres bonitas, agora são só ogros experimentando bebidas forte...
Rube Goldberg e as cervejas Livre-se das garrafas e latinhas depois de uma festa com uma máquina Rube Goldberg.
Olimpíadas Etílicas E quem disse que os jogos olimpícos não podem realizados pelos manguaçeiros? Não é só de atletas fortes e astutos que são feitos os jogos, mas os bons...
Afastamento da Bebida Se afastando da bebida? Acho que não, ela que está se afastando de mim, maldita garrafa de cerveja. Tirinha pra descontrair.