Cantadas quase infalíveis

“Confira as melhores cantadas de boteco, aquelas cantadas (quase) infalíveis. São ruins, são boas, mas servem.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (1 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Oi chuchuzinho, vem sempre aqui? Que bom, porque eu também e achei você uma delícia. Então senta aqui do meu lado, faz cara de quem não sabe se quer minha companhia ainda e começa fazer aquele sorriso bobo enquanto a gente conversa uma coisa que sempre interessa pra todo mundo: cantadas quase infalíveis e etílicas para chegar no(a) gato(a) e fazer bonito na hora da ~paquera~.

Quem aqui nunca se viu naquela típica situação em que você encontra aquela lindeza maravilhosa, moreno(a), alto(a) e sensual ou o estereótipo qualquer que você idealiza como lindeza – que talvez nem seja tão lindeza assim, quem vai saber depois de uma cerveja e outra? – e simplesmente não sabe como chegar na criatura? Então, não se preocupe: estamos aqui para te ajudar a nunca mais perder a oportunidade de não sair no zero a zero da balada.

“Oi, vem sempre aqui?”

Não tente essa sempre, ok?

Não tente essa sempre, ok?

Créditos: Sasin Tipchai

Ok, comecei o texto com ela e repito mais uma vez, sabe por quê? Porque o “Oi, vem sempre aqui” apesar de não ser propriamente uma cantada, é uma forma tão ruim de chegar em alguém, mas tão ruim, que chega a ser boa, entende? A pessoa de cara vai notar que você não manja nada de cantadas, que provavelmente é tímido(a), vai notar o seu esforço para tentar uma aproximação e pimba: no mínimo vai te dar uma moralzinha pra você continuar a conversa…

Mas não se apega só nessa abordagem, temos outras ótimas opções.

“Hey, tá quente né? Que tal a gente tomar algo pra refrescar? Uma cerveja, um banho…”

Galera tomando banho de cerveja na Oktoberfest

Opa, não é pra tanto…

Essa é a uma das minhas preferidas. Tudo bem, confesso que só apliquei em uma pessoa que eu já conhecia e tinha uma certa intimidade. Mas não custa tentar né? Se for um cara chegando em uma menina, já aviso de antemão que pode ser um tanto perigosa… MAAAAAS.. tenta aí só pra gente testar um negocinho… hue.

“Gato(a), me chama de cerveja e me tira dessa sua geladeira”

Engraçadinha essa. Confesso que serve mais para pessoas conhecidas, mas vai que você encontra na balada aquele broto que você tá dando moral já tem algum tempo e ele(a) só te ignora. Essa é a hora de mostrar todo seu charme, bom humor e destreza na hora da sedução…

“Pelo jeito eu é que vou ter que puxar papo já que você só fica aí parado e olhando, né?”

Mais uma que não é necessariamente uma cantada. Mas já foi testada e aprovada pelo nosso staff e funciona quando a pessoa está tipo uma estátua te olhando mas não é capaz de mover um dedo para chegar em você. Então, não deixe isso ser uma barreira para se dar bem na noite, chegue na caruda mesmo e mandando essa. A pessoa no mínimo prezará por sua atitude. E o mais legal é que essa é bem versátil e serve tranquilamente para homens e mulheres.

Cantadas quase infalíveis: “Garçom por favor… pra mim traz uma cerveja e um tiragosto, e pra ela leite morno e wiskas!”

Homem trocando olhar com uma mulher e sorrindo

Essa cantada está na lista simplesmente porque uma pedreiragem de vez em quando não faz mal a ninguém e é até engraçadinho, não? No mínimo, você vai fazer a moça dar aquela risadinha…

Finalizando

Na verdade, não tem muito segredo: pra se dar bem com o(a) gato(a) basta uma boa dose de bom humor e descontração, uma tantada de coragem e atitude, um papo interessante e negativo 2047483 de babaquice. Então, na próxima ida ao boteco, bora lá, sem perder tempo e oportunidade de conhecer uma pessoa baita legal que pode ser o próximo amor da sua vida, um affairzinho, um tico tico no fubá ou apenas mais um amigo pra roda. Por que não?

Cheers!

Você também gostará desses

A morte do galanteio Qual é o limite entre o assédio e o galanteio? Quando o elogio vira abuso? É a morte do galanteio? Veja um debate sobre o tema agora mesmo!
Outubro se foi e que venha novembro! Outubro se foi - Rosa como não poderia deixar de ser - e ingressamos num mês de novembro que promete!

Compartilhe: