Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (1 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading ... Loading ...

SoireéA notícia da semana é que chegou a Portugal o Decanter Soirée, um acessório que promete deixar o vinho perfeito.

Para os sommeliers ultra exigentes e da velha guarda o Soirée pode ser nada mais do que uma frescura. Para outros ainda não passa de uma muleta, já que a característica mais forte de um bom apreciador de vinhos é saber fazê-lo sem auxílio.

Otimizar

Mas, ainda assim, as promessas são de encher o paladar: o objetivo do acessório é otimizar o néctar e reforçar as propriedades particulares de cada vinho como textura, sabor, corpo e final e ainda aperfeiçoar o ingrediente que faz toda diferença: oxigênio.

O Soireé é, na verdade, uma câmara que permite o vinho ventilar, para atingir seu pleno sabor, antes de ser despejado na taça e degustado. Fica encaixado na boca da garrafa e tem uma aparência prática.

Foi inventado nos Estados Unidos e seu volume de vendas não para de crescer, sendo encontrado em diversas casas especializadas naquele país.

Expansão do Decanter Soireé

Depois de Portugual a ideia é que o produto se espalhe por outros mercados importantes na Europa, como França e Alemanha.

Sem dúvida é um produto incrível, caso ele cumpra todas as etapas que promete, criando uma nova experiência ao se degustar um vinho. Apesar de não ser muito discreto, não tem um visual agressivo, mas deixa a desejar em elegância, principalmente quando se trata do ritual que é apreciar uma bebiba, desde o momento em que ela é servida.

Não há previsão de chegada do Decanter Soirée no Brasil, mas se alguém já utilizou ele com os nossos amigos americanos do norte, conte-nos a experiência. Vale mesmo?

Sobre o Autor

Bruninha não parece feita para beber algo com teor alcóolico acima de 3%, mas não se engane ela é capaz de derrotar você em uma rodada de pinga

  • Renato Monzani

    Interessante acessório, mas vc disse tudo quando descreveu:

    “característica mais forte de um bom apreciador de vinhos é saber fazê-lo sem auxílio”

    Ao meu ver, mais um acessório desnecessário!

    Parabéns pelo texto

    • http://www.papodebar.com/ Dono do Bar

      apenas um facilitador né Renato, o cara quando é bom e conhece o que faz não precisa disso :)