1842 – A cerveja mais antiga do mundo

“Historiadores descobriram no fundo do mar, em um navio, a cerveja mais antiga do mundo, a Stallhagen Historic Beer 1842. Reproduziram algumas garrafas.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (3 votes, average: 9.33 out of 10)
Loading...

Fala galera PdB! Vamos falar de história! Vocês leram que foi encontrada a cerveja mais antiga do mundo? E ela tem 170 anos! Meio velhinha, mas ainda intacta 😉 Imaginem! Vamos mergulhar e futucar nos restos de um navio que naufragou em 1842 e… lá estão 5 garrafas de cerveja e 145 de champagne. Ouro líquido, literalmente!

Numa vila na Finlândia, chamada Foglo, composta por 90% de água e gelo, em 2010, alguns mergulhadores finlandeses e suecos, acharam os restos do navio que ali havia afundado (que ninguém sabe ainda de onde veio e para onde ia) e nesses restos a cerveja mais antiga do mundo!

Já fora do mar, uma das garrafas se quebrou e a galera teve a chance de provar o líquido e identificar que se tratava de uma cerveja. Outras garrafas foram abertas para que tudo fosse bem analisado e por estar na escuridão do fundo do mar e sob uma forte pressão, a conservação foi até boa, pensando em 170 anos. Na época era costume reservar cerveja em barris e já que estas estavam engarrafadas, supõe-se que seja algo especial.

Especialmente a cerveja mais antiga do mundo

Cerveja mais antiga do mundo

Tão especial que alguns cientistas do Centro de Pesquisas Técnicas junto com a cervejaria finlandesa Stallhagen e parceria com a Universidade de Leuven, na Bélgica, onde são realizados respeitados estudos sobre cerveja, resolveram ressuscitar e cerveja. Usando microorganismos retirados das garrafas encontradas, renasceu a Stallhagen Historic Beer 1842!

As pesquisas feitas, indicaram que a cerveja possuía traçõs de cravo, rosas e amêndoas, com aromas e sabores mais ácidos e frutados. O mestre cervejeiro, Mats Ekholm, a compara com uma cerveja belga de fermentação selvagem, que se dá quando não há intervenção direta do produtor e sim os microorganismos responsáveis pela fermentação agindo livremente.

Foram produzidas 2 mil garrafas que estão sendo vendidas a 113 euros, nos cruzeiros da companhia Viking Lines. A 1ª será leiloada via facebook e o valor arrecadado será destinado a novas pesquisas arqueológicas marinhas. Muito nobre!

Finalizando

Acho incríveis essas descobertas feitas dentro do mar! Deve haver vários navios no fundo do oceano com material muito interessante a ser descoberto. Eu gostaria muito de provar a cerveja mais antiga do mundo! Vocês não?

Aquele abraço!

Fonte: O Globo

Você também gostará desses

Budweiser + Twitter = Cerveja em casa A Budweiser e Twitter firmaram uma parceria onde você pede uma cerveja por DM (Mensagem Direta). Veja como funciona essa parceria que entregar cerveja...
Adidas lança tênis à prova de cerveja para a Oktob... A Adidas lançou um tênis à prova de cerveja. Seu nome é Munchen e é impermeável a água e cerveja e ainda previne contra vômito da galera. Confira!...
Steinhaeger Becosa quer conquistar o Brasil Um destilado alemão, produzido no Brasil, busca fazer sucesso por aqui. Apresentamos algumas maneiras de beber o Steinhaeger Becosa.
Impostos + impostos = Cerveja mais cara Os consumidores de cerveja sofrem com os altos preços, mas as cervejarias artesanais também sofrem bastante. Mais uma vez no ano teremos cerveja mais ...
European Beer Star 2012 O European Beer Star é um evento europeu, que premia com ouro, prata e bronze, 50 categorias de cerveja. No total, são 1.366 cervejas de 45 países, in...
Sexo e Álcool deixam as pessoas mais felizes do qu... Um estudo feito com algumas pessoas mostra que o sexo e álcool são mais bem vistos como felicidade do que religião e criar filhos. Confira esse estudo...

Compartilhe: