Palestrantes do Concurso Nacional de Cervejas

6° Concurso Nacional de Cervejas

“Post informativo sobre o Concurso Nacional de Cervejas de 2011, que rolou em Florianópolis. Muitos debates, tendências, cervejeiros mostrando opiniões e novas cervejas. Confira!”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (2 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Palestrantes do Concurso Nacional de Cervejas

O último feriado estava perfeito para os boêmios de Florianópolis/SC. Mas nada de muita festa! O clima seguiu silencioso. Isto devido ao 6° Concurso Nacional de Cervejas Artesanais, que recebeu 300 pessoas de todo o Brasil.

Debates e tendências

Me dá um pouco ae moço?

Stand da Cerveja Coruja[ /caption]

Os cervejeiros, homens de negócio, debateram empreendedorismo, tendências de produtos e sobrevivência econômica deste setor que tanto nos atrai. Micael Eckert (foto), um dos donos da Cerveja Coruja (RS), marcou presença. A cervejaria lançou, lá em Floripa mesmo, a Alba Weizenbock, uma cerveja de trigo escura com 6,8% de teor alcoólico.

Quebra da Lei da Pureza

Público do Concurso Nacional de Cervejas

Quem estava por lá também, foi o americano Randy Moscher, autor do livro “Radical Brew” (algo como “fermentação radical”). O cara surge com a idéia de propor a quebra da Lei da Pureza Alemã (aquela que mostra que a cerveja só deve ter os ingredientes básicos: água, lúpulo, malte e cevada). Moscher ainda defende o uso de ingredientes locais na cerveja e mostra que a loira gelada está intimamente ligada aos povos antigos (coisa que nós aqui no PdB, já sabemos!). Para ele, conhecer esses povos é fundamental para fabricar as melhores cervejas. 😀

No palco, estava rolando uma edição especial do Extra-Malte comandado por Sady Homrich, cervejeiro e baterista do Nenhum de Nós, em que foi debatido o tema da edição. Houve ainda discussão sobre as diferentes idéias de harmonização e, é claro, degustação de cervejas.

Os premiados…

Debate rolando

Palestrantes do Concurso Nacional de Cervejas[ /caption]

O encontro não deixou de premiar as melhores cervas caseiras. Na categoria Rauchbier, cerveja com malte defumado, quem levou a melhor foi a Toicinho, do paulista Eduardo Nunes. Nicolas Bittercourt, da cervejaria fluminense 3 Perdidos, ganhou a categora Bohemiam Pilsen.

Já o gaúcho Fábio Laux de Camacuã com a cerveja entitulada de “Dama da Noite”, foi o primeiro colocado na categoria Baleywine, que aliás, é a categoria das cervejas perfeitas para o friozinho dos últimos dias na região.

Agradecimentos: Acerva Catarinense

Você também gostará desses

1º Workshop sobre Cultura Cervejeira PdB e La Esqu... O La Esquina Teatro Bar em parceria com o Mestre Cervejeiro Pedro de Lucca e o blog Papo de Bar oferecem 1º Workshop sobre Cultura Cervejeira, no cora...
God Save The Beer Em Curitiba rolou um grande evento cervejeiro chamado God Save The Beer. Cerveja de graça pra tatuados, dentre outras novidades. Confira!
Oktoberfest 2012 na visão de um cervejeiro Confira a cobertura da Oktoberfest 2012 feita pelo Papo de Bar em uma visão mais cervejeira do que de zoeira. Veja as cervejarias participantes, os ch...
Lançamento da Bohemia Oito e Um A Oito e Um traz uma combinação do sabor tostado de uma stout com a leveza de uma session.
Oktoberfest 2012: Oktoberfesta, again! Falta menos de um mês pra Oktoberfest 2012. Veja mais informações, dicas e histórias sobre esse grande evento que é o maior do Brasil e o segundo maio...
Momento Verde Heineken Cobertura do Papo de Bar no evento Momento Verde Heineken que rolou em Fortaleza no final de outubro de 2012. Um evento sobre a Heineken e suas cervej...

Compartilhe:

  • Marcos Machioni

    Oh God, debate de cervejas, praticamente um sonho.

    Aonde encontro essas belezinhas?