A Procura da Tequila Perfeita

Quando fui convidado para escrever neste site sensacional, tratei logo de ir até o bar da esquina para dar uma calibrada e injetar mais algumas doses de álcool no meu sangue. Depois de algumas horas muito bem gastas em um exercício intenso de levantamento de copos, finalmente estou pronto para aceitar o convite, pois a bebida começou a fazer efeito.

Mas Jack Daniels é bom mesmo hein.

E que acompanhamento hein, Jack.

Escrever sobre bebidas é uma tarefa prazeirosa, mas nada como beber de verdade, portanto estou unindo o útil ao agradável escrevendo este post com a ótima companhia de um cowboy Jack Daniels. Sim, eu adoro bourbon, mas não gosto de whisky, a não ser que não existam outras bebidas, raramente você vai me encontrar bebendo os famosos e lendários maltes escoceses.

Quando eu era pequeno lá em Barbacena…

Acontece que quando eu era um moleque, tomei um daqueles porres inesquecíveis, que ficam gravados para sempre no seu cérebro com um enorme buraco negro de neurônios. Naquele dia acabei tomando no gargalo uma garrafa inteira do whisky Black Label, mas a minha felicidade e euforia duraram apenas 15 minutos. Depois disto tive um teto preto inigualável e acabei acordando só no dia seguinte, mas só desmaiei depois de ter vomitado a casa inteira, é claro.

Apesar de ter esta pequena aversão a whisky, se por acaso as outras bebidas estiverem em falta no bar, não vou recusar de forma alguma, especialmente se for da marca Swing, aquela garrafa que não fica em pé, que nem o coração de um bebum, e que é uma das poucas que eu aprecio sem qualquer moderação.

Jose Cuervo Gold é boa mesmo hein.

Essa gosta muito de Jose Cuervo Gold. Só ela?

Mas voltando ao relato, a partir daquele dia resolvi me dedicar a outras bebidas, para evitar uma lembrança para lá de desagradável. Tive ótimos anos de relacionamento com cervejas, cachaça, vodka, mas acabei me rendendo aos encantos da tequila, meu verdadeiro amor. Sim, eu sempre tive uma queda para tequila, literalmente. Freqüentei todos os bares mexicanos da minha cidade atrás da tequila perfeita, e acabei me apaixonando pela José Cuervo Gold.

Meu nome é Tequila… Jack Tequila.

Meu nome verdadeiro não é Jack Tequila, mas bem que poderia ser, porque tenho uma admiração enorme pelas tequilas de todas as marcas, estilos e sabores. E para terminar, queria citar esta sábia frase imortal de Jânio Quadros, que pode não ter sido nosso maior estadista, mas com certeza foi o maior bebum que já presidiu o nosso país:

Bebo porque é líquido, Se sólido fosse, come-lo-ia.

Aguardem muitos outros relatos embriagados e apaixonados aqui no Papo de Bar, não apenas sobre tequila e Jack Daniels, mas sobre tudo que for líquido e alcoólico.

Você também gostará desses

Parabéns pelos 5 anos, Papo de Bar O Papo de Bar completa cinco anos ~mas que ganha o presente é você~! Veja a história toda do site, o crescimento, os pontos cruciais do último ano e d...
Tirinha: Cachorro Etílico Animais de estimação são sempre legais né? Principalmente os cachorros. E nada como batiza-los com nomes de bebidas alcoólicas. Veja alguns.
Imagens que dão água na na boca Nossa Loira mostra à vocês algumas imagens selecionadas por ela, que tenha algum tipo de bebida como destaque. Vale o clique.
Johnnie Walker VIP, jóias engarrafadas Confira os rótulos Premiums, VIPs, da Johnnie Walker. Produtos raríssimos e caríssimos.
Tirinha: Chove chuva Nova tirinha no Lúcidos com a participação e estréia do nosso ilustre Dono do Bar. Tirinha sobre o alamento no boteco e a ilustre tirada do Dono do Ba...
O prazer de estar aqui – Setembro de 2015 Veja o que de melhor rolou aqui no Papo de Bar no mês de setembro de 2015.