Mulher deitada na cama e assustada

A Triste História do Homem Bem Dotado: Capítulo 2

“Segundo capítulo da novela etílica do Cara bem dotado. Por causa do seu "problema", ficou virgem até os 20 anos. Mesmo conhecendo seu primeiro amor, teve problema na hora de "mostrar seu dote".”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (6 votes, average: 8.67 out of 10)
Loading...

Sempre fui tímido. Talvez por conta da minha protuberância genital, talvez por sempre ser exposto pelo meu pai, talvez pela mãe ausente. Vai ver é por conta da tudo isso.

Passei toda a época do colégio e tive sorte apenas com três mulheres. Elas não eram bonitas, eram tão inexperientes quanto eu e não me ajudavam a ser popular. Nada demais, apenas beijinhos e abraços. Bem inocente.

Capítulo 2 – Cabaço

Virgem de 40 anos[ /caption]

Na terceira menina, consegui segurar um peitinho. Porém, como sempre, era eu começar a me excitar que eu fugia da cena e me escondia no banheiro, onde molhava o rosto, respirava fundo e pensava em cálculos matemáticos.

Pensar em cálculos matemáticos sempre me ajudou a segurar a vontade, mas eu odeio matemática. Por causa disso, fui fazer Direito numa faculdade particular.

O primeiro amor…

Eu era virgem e caí num mundo de perdição. Sexo, drogas e axé. As chopadas ferviam. Eu passava despercebido, pelos cantos, no escuro. Por conta de um trabalho em grupo, conheci Luiza. O primeiro azar da minha vida.

Se todo azar fosse assim...

Homem fumando[ /caption]

Créditos: j.rozek

Luiza era linda, carinhosa e muito inteligente. Cabelos cacheados, curtos, e só um pouco mais baixa do que eu.

Como os outros colegas eram os típicos alunos de Direito (queriam nada com a vida), eu ela fizemos tudo junto. Dois dias de trabalho em sua casa e tiramos 10 na matéria de Sociologia.

Tudo se encaminhando. Ou não…

Comemoramos!

Tínhamos o telefone um do outro e morávamos perto. Não demorou e ela me levou para ver um filme francês num cinema Cult. Pipoca, filme, conversa… ao fim do encontro, no melhor estilo estadunidense, um beijo. Bem simples, romântico… fofinho.

Quero esse picolé pra chupar, porra...

Mulher chupando sorvete

Ainda tenho 20, da tempo...

Créditos: Valter N.C.

Pro meu azar (sorte na época), Luiza se apaixonou por mim. Dizia para todos que eu era um amor, carinhoso e atencioso. Ficamos assim por uns meses. Cinema e beijinhos.

Não durou muito e Luiza veio com a faca no pescoço:

  • – Qual é?! Você não tem tesão em mim?! – nervosa, Luiza se agigantava
  • – Não é isso. – eu só esquivava
  • – É o quê? Sou feia? Mau hálito? Beijo mal?

A verdade…

Homem com um copo bebendo[ /caption]

Créditos: Stephen McLeod Blythe

Eu não consegui esconder a verdade. Eu amava Luiza e não podia deixar essa chance escapar. Mesmo assim, como um homem covarde, omiti uma parte.

  • – É que eu sou virgem.

Saber que eu era um “cabaçinho” (palavras dela) fez os olhos de Luiza brilharem. Agora não marcamos um sexo, estávamos organizando um evento do nível do Carnaval. Para o meu abate, Luiza e eu fomos passar o feriado do Dia de Finados na chácara que ela tinha em Araras, região serrana do Rio de Janeiro. Seriam os cinco dias mais importantes da minha vida.

Seriam…

Agora você vai me comer de jeito. Ou não...

Mulher tapando os olhos de um homem

Eu tenho veeeeergonha...

Créditos: Eric Bednarowicz

Logo na primeira noite, após uma fondue de queijo, uns vinhos, lareira e muitos beijos, Luiza me puxou pelo braço para o quarto.

O quarto era imenso, a colchão era duas vezes o tamanho da cama dos meus pais. Eu me sentia pequeno, mas não intimidado. O vinho fazia efeito. Eu estava valente e excitado.

Luiza foi ao banheiro e me pediu para ficar à vontade. Ela ficou alguns minutos no banheiro e voltou cheirosa e de roupão transparente.

Até que…

A cena era perfeita demais para funcionar.

Assim que Luiza entrou debaixo do cobertor e seu umbigo encostou em mim, ela terminou com o romantismo.

MAS QUE PICA É ESSA?

Mulher deitada na cama e assustada[ /caption]

Créditos: Alexander Bramwell

  • – Que porra é essa?! – ela exclamou
  • – Bem… – eu não sabia o que falar
  • – Desculpa, mas não vai rolar.

Com isso, Luiza decretou o fim do nosso namoro. Ela não me deu carona de volta e eu precisei voltar de Araras de ônibus.

Eu tinha 20 anos e ainda era virgem.

Você também gostará desses

O Canalha Inexperiente: Capítulo 2 Segundo capítulo da novela "Canalha Inexperiente". A fama vai se espalhando e cada vez mais o nosso pegador vai comendo mais gente. Flagras, surpresas...
Eu Tenho Duas Namoradas: Capítulo 3 Terceiro capítulo da novela etílica, Eu Tenho Duas Namoradas. A namorada de Armando chega de viagem com uma namorada. Agora é a hora deArmando mostrar...
A Triste História do Homem Bem Dotado: Capítulo 5... Quinto capítulo da nossa novela etílica. Armando começa a fazer fama depois da loira gostosa, participa de eventos, consegue bastante dinheiro. Mas po...
Rufião – O Rei do Rio: Capítulo 4 ½ Quarto capítulo e meio da novela etílica: Rubião – O Rei do Rio. A primeira suruba de Armando com sua sócia e mais duas amigas maravilhosas, que começ...
Rufião – O Rei do Rio Capítulo 5 Quinto capítulo da novela etílica: Rubião – O Rei do Rio. Eis que Armando fechou com uma casa de massagem e tem que se virar pra não ter problema com ...

Compartilhe:

  • José Ricardo

    KKKKKK essa história é a melhor de todas acho que nunca ri tanto com um post tão pequeno! continuem postando e um brinde ao autor! \õ

    • Mé do Moya

      muito obrigado.

  • Tehf

    ##CHOREI

    ahouhauahuauohauahouahuhaouh

    E olha que eu não tava dando nada por essa história.

    (sem duplo sentido, por favor.) HOUAHOUHAUH

    • Mé do Moya

      sem duplo sentido mesmo?

      Obrigado.

  • Salvin

    Putz. Passei mal de tanta,kkkkkkkkkkkkkkkkkk , rizada.
    E a terceira parte? ( vou ler no buteco aqui em BH)

    • Mé do Moya

      leia!!!

      Valeuzão.

  • Gabriela Lima

    Se não fosse sexo drogas e axé, ele ate teria uma chance de perder a virgindade.

    • Mé do Moya

      faculdade particular de Direito é assim

      • Gabriela Lima

        Ainda bem que eu não pretendo fazer direito :S

  • Armando Moya

    Se não escolheu Direito, já é uma ótima escolha.

  • Mas por dentro essa história de querer ser feliz a qualquer custo, de querer o melhor e ao mesmo tempo de querer tão pouco.

    • Mé do Moya

      É exatamente isso: querer ser feliz é querer pouco.