Ambev colorida! Ops… Colorado!!!

“Agora é sério, a Ambev comprou a Cervejaria Colorado. A gigante do mercado de bebidas aumenta seu leque de cervejarias nacionais compradas, logo após a mineira Wals.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (3 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Alô, alô PdBs! Venho hoje trazê-los uma notícia do nosso caliente mercado cervejeiro e vou direto ao ponto: A Ambev comprou a cervejaria Colorado! Depois de acertar a compra da Wälls, no início do ano, a gigante brasileira incorpora mais uma das pequenas, que produzem cervejas de qualidade, aos seus rótulos.

E como ficará o mercado, já que a Ambev comprou a cervejaria Colorado?

A princípio não vai mudar tanto o acesso que temos a Colorado hoje em dia e talvez até melhore. Seu fundador vai continuar por lá, buscando sempre novidades para criação de receitas, a fábrica, que existe desde 1996, em Ribeirão Preto, continuará ativa, só que a marca será incorporada a Cervejaria Bohemia, assim como ocorreu com a Wälls.

Ambev comprou a Cerveja Colorado

Créditos: Cervejaria Colorado

A história da Colorado é muito interessante, porque o proprietário, Marcelo Carneiro, foi um dos que mais batalhou pelo mercado das micro cervejarias, que hoje é uma área em amplo crescimento, com cada dia mais apreciadores de cervejas de diferentes estilos, tanto que a Ambev cresceu o olho e começou sua tática de comprar as menores.

Essa tática que vem sendo utilizada é a mesma que a AB Inbev, que é a controladora da Ambev, utiliza nos Estados Unidos desde o fim do ano passado. Os caras compram as pequenas e ficam cada vez maiores. Por lá, o mercado de micro cervejarias tem uma fatia de 12% do mercado, enquanto por aqui chega a apenas 1% (mas crescendo).

O que vocês acham disso?

Entendo o pensamento da AMBEV, mas fico um pouco triste. Tenho receio que a produção em larga escala afete o sabor e que sirva de incentivo a termos cada dia menos cervejas de qualidade comprovada. Por outro lado, essas aquisições acabam por levar as cervejas artesanais a mais pessoas, o que também pode aquecer ainda mais o mercado e estimular a criação de mais micro cervejarias.

Enfim… Se o sabor se mantiver, a busca por coisas novas redobrar e o acesso as cervejas de qualidade melhorar, tá tudo certo! Fico na torcida! Aquele abraço e sucesso às empresas envolvidas!

Fonte: http: //edurecomenda.blogspot.com.br/2015/07/ambev-compra-cervejaria-colorado.html

Você também gostará desses

Cerveja feita com levedura achada na barba de um c... John Maier, mestre cervejeiro da Rogue, começa a produção de uma cerveja artesanal feita com levedura achada em sua barba, que é cultivada há mais de ...
Amstel na Libertadores da América O futebol ganha mais um patrocínio cervejeiro. Agora temos a cerveja Amstel na Libertadores da América, para reforçar a marca e seu marketing.
Magrela, a cerveja sem lúpulo A Cervejaria Nacional lançou a Magrela, uma cerveja sem lúpulo, feita com ervas, flores, folhas e raízes, erva doce, cravo, canela, coentro, louro, pi...
Cerveja Pilsner Urquell chega ao mercado brasileir... A primeira cerveja Pilsen do mundo, a Pilsner Urquell, entrará no mercado brasileiro oficialmente junto com a Miller Genuine Draft. A empresa SABMille...
Papito, a cerveja do Supla Vocês já conheceram a Papito, a cerveja do Supla? Sim, ela existe, é uma cerveja do estilo India Pale Lager com com 34 IBUs e 5,1% de teor alcoólico....
Cerveja Corona Extra chega ao Brasil A AB Inbev traz para o Brasil a cerveja premium Corona Extra. Jogada da gigante cervejeira para aumentar seu cardápio de cervejas premium, ainda peque...

Compartilhe:

  • sergio lobo e lima

    Sei que não tem nada haver mas lembrei quando a Coca comprou o Mate Leão,foi um mimimi danado,hoje tem uma dezena de bebidas concorrendo com o Mate,isso é muito bom para o mercado,basta ver os preços desta linha nova da bohemia,a bela rosa não é lá essas coisas,mas a 6 reais no mercado é algo convidativo,como diz os antigos,”Quem não tem competência não se estabelece”