Aprenda a apreciar sua cerveja

Sim, meu amigo, beber cerveja é uma arte! E por mais que eu também adore pegar uma “estupidamente gelada” em um dia quente, virá-la na goela, lamber os beiços e dizer “ahhhh”, é preciso um pouco mais de cuidado para realmente apreciar uma boa cerveja.

Primeiro passo: sirva

Colarinho

Lembre-se: mesmo as cervejas Pilsen brasileiras mais populares devem ser servidas em uma temperatura de 2ºC a 6ºC. Menos que isso, suas papilas gustativas ficarão amortecidas.

A maior parte das cervejas requer um colarinho – algo em torno de dois dedos – para que ela conserve o gás carbônico e retenha a maior parte dos aromas. É simples: despeje, com o copo reto, uma pequena quantia de cerveja. Espere a espuma parar de subir e então encoste a boca da garrafa na borda do copo, despejando lentamente em um ângulo de 45º.

Algumas cervejas importadas chegam a trazer no rótulo as instruções de como melhor servir a cerveja. Fique atento.

Segundo passo: olhe

Olhe

Com muita calma, eleve a cerveja à altura de seus olhos e aprecie a beleza do que você está prestes a tomar. Não olhe-a contra a luz, observe-a com luz indireta para que as suas cores não sejam distorcidas.

Terceiro passo: agite

Agite

Gire sua cerveja suavemente no copo. Isso fará com que a cerveja libere seus aromas e ligeiras nuances, além de estimular levemente a formação e liberação de gás carbônico e permitir observar e testar o colarinho.

Quarto passo: cheire

Cheire

Cerca de 60% de seu paladar é formado pelo cheiro. Portanto, é mais do que importante aproveitar essa sensação. Primeiro, aspire o ar através de seu nariz rapidamente duas vezes. Em seguida, aspire o ar com a boca aberta e finalmente, somente com a boca. Isso fará com que os aromas se encontrem em suas células olfatórias. Certifique-se que não há outros cheiros no local que possam atrapalhar sua experiência.

Se for necessário, agite novamente o copo e aprecie o buquê da melhor maneira possível.

Quinto passo: aprecie

Aprecie

Agora beba a cerveja. Tente resistir em engoli-la imediatamente. Deixe-a vaguear na boca e aproveite todo o paladar. Deixe seu paladar falar… aprecie a consistência e o sabor, expirando o ar através de seu nariz. Esse procedimento é chamado de “retro olfação”: as sensações não são as mesmas que as percebidas no passo anterior, ao cheirar a cerveja diretamente. A cerveja foi esquentada na boca, possibilitando a descoberta de outros aromas com o desprendimento de compostos menos voláteis.

Experimente detectar gostos doces, sabores salgados, ácidos e a amargura. Tente descobrir o que são, ou com o que são parecidos.

Tente beber um pouco da cerveja quente. Quando a cerveja está gelada, alguns de seus sabores ficam mascarados. Quando ela aquele, eles são liberados e tornam-se mais acentuados.

Livremente adaptado daqui.

Você também gostará desses

Samuel Adams Utopia: Vende-se uma garrafa da melho... A cerveja Samuel Adams Utopia é uma raridade de se achar no Brasil e no mundo. Linda garrafa, indiscutível paladar. Agora você pode compra-la aqui no ...
Cerveja, não tente fazer isso em casa Você já fez sua cerveja em casa? Que tal conhecer um pouco da história e saber exatamente como são feitas as melhores dentro das fábricas. Veja os ing...
8 cervejas não tão conhecidas pra provar no Mondia... Confira uma lista com oito cervejas com um preço atraente e que não são tão conhecidas para você provar no evento Mondial de La Bière 2016.
Garota do tempo da Skol A Skol lança um gadget interessante com a previsão do tempo, de uma forma muito atraente e etílica, interações com os usuários, entre outros.
Petiscos dignos de um boteco Uma lista com ótimos petiscos para se comer durante uma cervejinha em qualquer boteco: frango à passarinho, batata frita, calabresa acebolada, carne s...
Eisenbahn e seus rótulos especiais Confira os rótulos mais especiais da Eisenbahn, a Lust e a Lust Prestige, além do licor de cerveja Eisenbahn Bierlikör. Confira os rótulos!