Placa de melhor história de bar

Bar Leo: a melhor história de bar do Brasil

“O Bar Leo foi eleito o bar com a melhor história de boteco pelo concurso Cultura de de Boteco 2012, organizado pela Sociedade da Cerveja. Confira a história e o Seu Luiz, o garçom mais velho em atividade em São Paulo.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (No Ratings Yet)
Loading...
468x60 - Acessorios

Placa de melhor história de bar

Dia 22/01 fui no Bar Leo, aqui em SP, conferir a premiação “Um Bar, Muitas Histórias”, realizado pela Sociedade da Cerveja. O concurso rolou pelo Facebook em duas etapas: votação popular e, depois, um comitê de jurados de peso (Cilene Saorin, Renniê Paro e Guilherme Studart) bateu o martelo e escolheu o Bar Leo como a melhor história de bar do Brasil.

Grande Bar Leo

Bancada do Bar Leo

O Bar Leo foi inaugurado em 1940, na Rua Aurora em São Paulo, e virou ponto de encontro da boemia paulistana, que matava a sede – e ainda mata – com o famoso chopp de colarinho alto e cremoso.

A melhor história de bar do Brasil

Caldereta de chopp Brahma

Copo Caldereta

Foi no Bar Leo que surgiu o copo caldereta, criação do Seu Hermes (segundo proprietário da casa), há 40 anos. O caldereta é aquele famoso copo onde geralmente é servido o chopp Brahma.

Garçom Seu Luiz

E quem frequenta o Bar Leo sabe que lá irá encontrar ou, pelo menos, ouvir falar do famoso Sr. Luiz, grande figura e o garçom há mais tempo em atividade em São Paulo (o jovem trabalha lá desde a abertura do bar e já serviu até o Jânio Quadros).

Entrevista com o Sr. Luiz há alguns anos

Boemia, aqui me tens de regresso

Pastéis e um chopp

Hummm

A premiação foi muito bacana, com muito chopp e música. Apesar de alguns percalços no caminho, o Bar Leo tem uma história bem legal e a casa te leva para aquela São Paulo de 1940…

Grupo de músicos no Bar Leo

Tava animado!

Entre alguns chopps e saborosos quitutes (ah, pastelzinho de queijo!…), troquei um ideia com o Sr. Luiz. Perguntei a ele o que fazer para chegar aos 90 anos com aquela disposição.

Anota aí: “Trabalhar… e beber muito chopp”.

Você também gostará desses

Esquenta Brasil Brau e Degusta Beer & Food! Começou ontem, dia 15 de julho, mais uma Brasil Brau e Degusta Beer, o maior evento sobre cerveja artesanal do Brasil, que tem como novidade o Beer So...
Corona Sunsets em São Paulo? Corona inova e cria &... A cerveja Corona traz o Corona Sunsets, uma festa que acontece em diversos lugares como, Ibiza e Punta Del Leste, para São Paulo. O evento será amanhã...
Evento de lançamento Stolichnaya Premium O Papo de Bar participou na última quinta-feira, dia 05 de maio, do lançamento da vodka Stolichnaya Premium, que anunciou sua embaixadora, Fernanda Ne...
Resumo da Oktoberfest 2012 em São Paulo Confira a cobertura do Papo de Bar na primeira edição da Oktoberfest em São Paulo. Veja as atrações, as comidas, as cervejas, as fantasias, as músicas...
Harmonizar cerveja artesanal com pastel Você por acaso já pensou em harmonizar cerveja artesanal com pastel? O Bar do Adão resolveu lançar essa ideia e oferece em seus bares essa harmonizaçã...
Terrazza Martini – o espírito italiano toma ... Confira o Terrazza Martini, organizada pela icônica marca italiana no Sky Hall Terrace Bar, em São Paulo. Teve apresentação das suas novas garrafas de...

Compartilhe:

  • Roberto

    O Bar Leo não tinha sido fechado por causa de venda de chope “batizado”? O que aconteceu com relação a essa história?

    • Carol

      Então Roberto, o Bar Leo reabriu em agosto do ano passado, sob nova gestão. Esse infeliz episódio ficou para trás, e o bar segue com a boa tradição e história que o tornou famoso.

  • Rodrigo

    E não era “batizado”. Eles venderam chopp ashby falando que era brahma.. Na verdade, se bem tirado, o chopp ashby também é bem gostoso(era o chopp oficial da brooklinfest e mayfest em SP).