Entrada do Bardega

Bardega: um Wine Bar que vai te surpreender

“Conheça o Bardega Wine Bar, uma adega com uma pegada de bar, um novo conceito inserido em São Paulo de Wine Bar. Ótimos vinhos, ótimo ambiente, música agradável, pessoal simpático. Confira!”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (6 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Queridos, hoje começamos esse post de forma diferente. Ele foi escrito a 4 mãos (Drunk McLoving e Cosmopolitan Girl).

Fomos convidados para cobrir o release para a imprensa do Bardega, um Wine Bar localizado no Itaim Bibi, em São Paulo.

Wine Bar? Como assim?

Entrada do Bardega

Apesar do segmento de Wine Bars em São Paulo ainda ser um pouco tímido, a pegada da casa promete surpreender e, acreditamos, muito em breve se tornará referência no mercado.

Logo na entrada fomos surpreendidos com um ambiente extremamente aconchegante e HighTech. Com 12 Enomatics, dispensers italianos de vinho totalmente automatizados, que mantêm a qualidade do vinho do começo ao fim da garrafa, o cliente é convidado a fazer uma viagem etílica.

Máquinas de vinho do Bardega

Usando um Wine Card, que é uma espécie de cartão de consumação, você pode degustar vinhos de várias partes do mundo, como Itália, França, Portugal, Espanha e Novo Mundo (Argentina, Chile, EUA, Austrália e Nova Zelândia). É só escolher o vinho desejado, inserir o cartão na máquina e escolher a dose que você quer (30 ml, 60 ml ou 120 ml) num painel Touch Screen. Os valores variam de R$2,50 (taça de 30ml de Tavs Jovem) e vai até R$ 280,00 (Chateâu de Yquen).

Embaixo de cada posição de garrafas das Enomatics, há uma tag para a taça de vinho com o nome e a região do vinho, o que sugere que você pode fazer uma espécie de catálogo com os vinhos que você já apreciou na casa.

Vinhos de qualidade

Taça de vinho

Como ninguém aqui é enólogo, nossa opinião não terá nada de “o vinho tinha notas de madeira escura e e um toque de café e chocolate” rs… Resolvemos mesmo experimentar alguns vinhos que não conhecíamos, como o Château Kefraya Tinto, do Líbano (bom, mas não é tão saboroso), o Columbia Crest H3 Horse Heaven Hills, dos EUA (um Cabernet Sauvignon excelente), o Quinta do Perdigão, da uva Touriga Nacional, de Portugal (muito gostoso), Wakefield Estate, um Shiraz da Austrália (excelente também), e um Cinelli Colombini Brunello di Montalcino Prime Donne, da Itália (bello!).

Apps mobile do Bardega

App pra iPhone e iPad do Bardega

Para quem, como nós, não entende tanto de vinho (mas sabe beber), a casa terá um app exclusivo para iPad e iPhone, que mostrará quais são os vinhos disponíveis na casa, suas características e, ainda, sugestões de harmonização com os pratos. Além disso, há um modo de visualização dos vinhos por países e regiões. Há ainda, sugestões de degustação dirigida (4 a 6 vinhos), para o cliente se aprofundar um pouco mais no tema. A casa pretende disponibilizar alguns iPads nas mesas para uso dos clientes, mas o aplicativo estará disponível na iTunes Store, assim que aprovado, podendo assim ser utilizado por qualquer cliente em seus próprios aparelhos.

Ambiente muito agradável

Ambiente do Bardega

O ambiente é muito bem diagramado, proporcionando uma boa área de circulação, e como o cliente vai até as Enomatics se servir, é bem possível engrenar em um bate papo sobre corpo, acidez e tanino no caminho.

São dois ambientes externos muito bem arejados e dispostos com mesas e uma iluminação de primeira. O primeiro ambiente fica logo na entrada, e é uma espécie de lounge.Logo após, fica o ambiente central, com as Enomatics, uma grande mesa longitudinal, e um anexo com pequenas mesas.

Harmonização de pratos e vinhos

Prato de comida do Bardega

No outro ambiente externo temos uma cozinha, onde se encontrava o famoso e super simpático chef Fábio Andrade (ex- Arola Vintetres), que no final do evento nos acompanhou em um bate-papo muito descontraído. Tiramos a barriga da miséria com uns hors d’oeuvre sensacionais.

Além da cozinha há uma Champagne Bar, num ambiente muito tranquilo e romântico e com um detalhe que nos agradou muito: boa música! Harry Conick Jr., Joss Stone, Norah Jones, entre outros, combinavam perfeitamente com o vinho e a comida.

As impressões do ambiente como um todo foram excelentes. Ambiente moderno, com excelente iluminação, boa música, e com harmonizações de primeira.

Finalizando

Garrafas de vinho

É uma casa para quem gosta e entende de vinho, e pra quem pretende aprender mais sobre o assunto.

O Papo de Bar realmente ficou impressionado com a casa e com a maneira que foi recebido.
Desejamos sucesso, e temos certeza de que a casa será referência no setor em São Paulo.

Você pode ver todas as fotos do evento aqui.

E um segredo aqui entre nós, ouvimos os sócios dizendo que tem planos de uma filial no Rio de Janeiro, não é genial?

Você também gostará desses

Encontro de Vinhos 2014. Degustação de vinhos! Opa... Veja o que rolou e como foi o grande evento de vinhos, o Encontro de Vinhos 2014. Veja quem faturou o Top 5 de vinhos, confira dicas de outros eventos...
Terroirs do Brasil, no Museu do Amanhã O Papo de Bar foi convidado ao evento Terroirs do Brasil, no Museu do Amanhã, Rio de Janeiro. Confira como foi o evento, com bastante comida e vinhos....
Beer Experience SP 2013 Veja o que rolou no evento Beer Experience SP, da edição de 2013. O evento cresceu bastante, mas pecou em diversos pontos. Confira esses pontos aqui n...
Evento de lançamento Stolichnaya Premium O Papo de Bar participou na última quinta-feira, dia 05 de maio, do lançamento da vodka Stolichnaya Premium, que anunciou sua embaixadora, Fernanda Ne...
Resumo da Oktoberfest 2012 em São Paulo Confira a cobertura do Papo de Bar na primeira edição da Oktoberfest em São Paulo. Veja as atrações, as comidas, as cervejas, as fantasias, as músicas...
BGourmet 2008 – O lado B da Bossa Nova. Que tal um espaço Gourmet com vários vinhos e cursos diversos relacionados a comidas? Foi isso mesmo que a Brastemp organizou no final de outubro.

Compartilhe: