Bebida liberada no estádio, isso é bom?

“Hoje a bebida é proibida nos estádios aqui no Brasil. Porém isso está mudando, temos em Minas a bebida liberada no estádio. Isso é bom ou ruim? O que você acha?”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (2 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Oláááá meus bêbados prediletos. Hoje trouxe para discutir na mesa do bar um assunto um tanto polêmico, porém, necessário analisar seus prós e contras. Como vocês sabem, na maioria dos estádios do Brasil a venda de bebidas alcoólicas foi proibida e hoje a maioria de nós só pode ficar lá de boinha assistindo o jogo sem estar mucho loco, o que pra algumas pessoas pode ser um ideia bem chata essa. Mas o quadro está mudando e já podemos ter bebida liberada no estádio.

Em Minas Gerais a venda já foi liberada. Em Curitiba, foi aprovada na semana passada o primeiro turno de votações e aguarda votações de segundo turno e sanção do Prefeito. E Porto Alegre também está com projeto de lei para liberação. Mas aí nos perguntamos: isso é bom ou ruim?

Bebida liberada no estádio é bom? Ruim?

Mulheres com Bebida liberada no estádio

Bons bebuns que somos, penso que a maioria de nós imediatamente pensa: QUE MARAVILHA! Mas talvez não seja exatamente assim. Eu nem de longe entendo algo sobre legislação (e male mal de futebol), mas penso que quando uma proibição por lei acontece, algum fundamento há de ter. Talvez nem sempre os argumentos sejam os melhores e justamente por isso precisam ser discutidos e revistos constantemente.

Ao meu ver, a proibição de bebidas nos estádios tende a ser positiva (calma, não queiram me esganar), uma vez que notícias que vemos nos jornais possuem uma frequência bem recorrente de inúmeras barbáries e pancadarias gratuitas. Se isso já acontece normalmente, sob efeito de álcool tais números podem se agravar. Não sei se antes da proibição foi feita alguma análise com base em números e fatos, mas acredito que não deveria ser baixo o número de encrencas arrumadas pelos bêbados malas que não sabem apenas curtir seu time, o jogo e uma cerveja gelaaaaaaaaaaada!

Por outro lado, proibir a venda de cerveja porque os valentões surgem do nada querendo quebrar tudo, causam dano ao patrimônio e principalmente às vidas das pessoas pode parecer algo meio como querer criminalizar o uso de “armas brancas” porque os pivetes assaltam com uma faca, onde para mim, o problema não está na faca mas no bandido.

Brasileiro com bebida liberada no estádio

E por um outro ângulo, fazer essa comparação pode ser algo mais ridículo ainda, mas o que eu quero dizer é que, talvez, o problema das brigas e violência não é a bebida, mas o ser humano infeliz corno desgramento que não sabe beber e sai de casa com sangue no zóio ao invés de curtir. Além do mais, sabemos que as proibições são sempre contornadas pelo jeitinho brasileiro, como mostrou o Dono do Bar na semana passada, onde os cariocas começaram a fazer o sacolé de cerveja, para driblar a segurança e poder beber sua cervejinha sossegado.

Mas como fazer para que a gente chegue numa situação agradável e plausível para todos? Bom, eu realmente não sei e esse artigo não é para ter uma definição mesmo do que achamos certo ou errado, mas sim, trazer o assunto a tona para repensarmos a melhor alternativa para todos.

O que vocês acham?

Você também gostará desses

Os restaurantes e suas cartas de cerveja Os restaurantes não marcam bobeira e começam a criar suas cartas de cervejas e não somente de vinho. A clientela pede e os restaurantes estão se espec...
Rótulos belgas do Grupo Duvel chegam ao Brasil A Interfood passa a trazer agora com exclusividade ao país as cervejas belgas especiais do Grupo Duvel-Moortgart. Dentre os rótulos nós podemos citar:...
Chopp com colarinho congelado. Querido Japão: não.... A cervejaria japonesa Ichiban lançou um chopp que gela a -5 com a promessa de um colarinho na consistência de chantilly e que mantém a cerveja gelada ...
Royal Virility Performance: a cerveja feita de Via... Uma ideia inusitada em inspitação ao casamento real do príncipe William e Kate. Uma cerveja feita com Viagra. Isso mesmo, a cápsula azul que "levanta"...
A cerveja Duff ganha vida A grande cerveja Duff, do desenho Os Simpsons, ganha vida no México. Depois de tentativas de acordo com a Fox, sem retorno, um mexicano lança sua vers...
Colorado lança cerveja Eugênia, com uvaia A Cervejaria Colorado inova mais uma vez e lança a cerveja Eugênia, que leva uma fruta desconhecida, a uvaia. É a primeira dos 4 lançamentos até o fin...

Compartilhe: