Bebidas e drogas, uma combinação perigosa

topo-cristalnaveia

Nem tudo são flores não é verdade? Tudo, mas tudo mesmo tem seu lado ruim e também aquela coisa de que tudo que é demais, em exagero de quantidade, acaba estragando e não fazendo bem de alguma forma. E isso inclui bebidas e drogas juntas.

E pensando nisso que criei essa nova seção no PdB chamada Responsabilidade. Nela eu vou tratar do lado negro da força, da parte ruim que existe no alcoolismo. O nome mesmo já diz, alcoolismo, ou seja, pessoas que não sabem dosar, não sabem se controlar, exageram e acabam em algumas vezes ficando alcoólatras, entre outras coisas.

Já deixo bem claro aqui que álcool em excesso não faz bem, apesar de fazer esse site com irreverência, etc. Agora aqui quem fala é o lado responsável do PdB ;), acreditem, existe. E já falo que faremos uma promoção aqui neste post, portanto, continue lendo 😉

Bebidas e Drogas, uma combinação que não combina

Pô aí, to numa nice!

Pô aí, to numa nice!

Créditos: Thevillagefool ©

E já vou começar com uma voadora com as duas pernas no peito, falando sobre bebidas e drogas, um assunto bem forte e que merece todo cuidado em todos os aspectos: as drogas.

Todos aqui sabem que a bebida “facilita” o encontro com as drogas e cigarro (falarei especificamente sobre as drogas e deixarei o cigarro para um post mais pra frente). Isso é fato comprovado. E pra começar devemos falar também que o álcool acaba sendo uma droga, assim como o cigarro, dentre outras várias substâncias, mas não quero entrar em detalhes sobre o que é e o que não é droga.

Se é só mais uma, então tá.

Se é só mais uma, então tá.

Créditos: StevenMiller

Já vi vários relatos de amigos meus que usam drogas falando que ao beber uma cervejinha, whisky, o que quer que seja, automaticamente a vontade de usar drogas acaba vindo à tona, e claro, quanto maior a quantidade de bebidas ingerida, maior fica a vontade de usar. Assim como o álcool deixa as pessoas mais “soltas”, desinibidas, acaba abrindo essas portas para as drogas.

Um ponto chave sobre isso, cabeça

Algo que me deixa encucado às sobre esse assunto é sobre essa coisa da cerveja influenciar o uso das drogas. Mas será mesmo que o álcool influencia mesmo assim? Não será a cabeça do indivíduo que é fraca? Porque se pegarmos alguém que já usou drogas e usa numa “regularidade”, entendo, porque o cara já experimentou, já sabe como é, etc, portanto ele acaba sentindo vontade de fazer novamente. Mas me passa pela cabeça o seguinte:

Por que o cara iniciou o uso dessas substâncias?

Mas esse é um ponto que varia de muitos outros pontos chaves, como amizades, influências negativas, vontade de usar, entre outros. O que você acha que pesa em cima disso?

Bebidas e drogas andam lado a lado

Infelizmente essa é uma verdade, não tem como. O álcool, como eu disse, é sim uma “droga” que pode ter graves consequências se não for consumido com responsabilidade, assim como todas as drogas, mas esse fato de ser considerado uma “droga”, as pessoas acabam levando os dois para o mesmo local. E hoje em dia está tão fácil andar com drogas, comprar, vender, que virou parte do cotidiano de alguns.

E de onde você tirou esse tema Dono do Bar?

Eu tenho vários e vários amigos, alguns usam drogas e outros não. Esses que usam eu pude perceber e inclusive me afirmaram quando eu perguntei sobre essa relação com as bebidas, realmente a vontade aumenta e eles não sabem explicar porquê.

Capa do livro Cristal na Veia

Mas um outro meio que me faz falar sobre esse assunto foi o Livro “Cristal na Veia”. O livro fala em primeira pessoa sobre o mundo das drogas. O autor é Nic Sheff, que usa drogas desde muito novo e conta tudo sobre sua relação com as drogas, o auge do vício, suas violentas recaídas e a necessidade de tratamento.

Foto do autor Nic Sheff

É um livro fortíssimo, muitas vezes eu sentia nervoso e tinha a impressão de estar com uma agulha perfurando minha veia de tanto detalhe que ele colocava. Não poupou e nem escondeu nada, falou bastante e muito bem sobre o tema.

E o que me chamou atenção foi essa relação dele com as drogas. Adivinhem qual foi a primeira que ele usou? Sim, álcool e aos 11 anos de idade. Não foi cerveja não, foram bebidas não especificadas por ele, mas admite que o que o levou a consumir a bebida foi a curiosidade de “ficar bêbado”, ele queria saber como era isso, o que acontecia, etc.

A genética

Um ponto interessante sobre isso foi ele comentar que os outros falavam que era genético, pois seu avô tinha bebido até a morte e ele era parecidíssimo com ele. Bom, não sei até que ponto a genética pode influenciar nesse caso, mas creio que ajude, mas não é algo “ponto final” e foda-se.

Quando bebe um álcool…

Bebidas e Drogas: Queda de braço com uma garrafa de cerveja

A dura luta contra a bebida

Créditos: Global Publicity

E mais pra frente do livro ele fala exatamente nessa relação entre a bebida e as drogas, que quando ele bebe, acaba sentindo mais vontades de usar drogas, fica mais “aberto”, digamos assim. É clássico, assim como o álcool te deixa mais “leve” e “solto” para papear, flertar, ele te deixa mais “à vontade” para mandar ver nas drogas.

Mas é aquela coisa que eu falei, eu nunca usei nenhuma droga, só o álcool mesmo, nem sei tragar um cigarro e nunca tive essa maldita curiosidade de experimentar qualquer tipo de droga, portanto não creio que essa coisa de beber sejá o principal peso para nego experimentar alguma droga. Eu acerdito que a curiosidade e logo depois a cabeça acabam influenciando muito mais do que o álcool. Mas claro, ele ajuda e muito nisso.

Chega de drogas e vamos pra promoção

Já que eu falei sobre o Cristal na Veia, vamos fazer uma promoção para que você leitor, sim, você mesmo com essa cara de babaca olhando pro monitor, você pode ganhar um livro. Pra participar é molezinha, siga o @papodebar_ no twitter e mande uma mensagem no estilo “e ae @bebado, to por aqui participando da promoção #cristalnaveia”. Tem que ter @bebado e #cristalnaveia na sua mensagem. Feito isso você comenta por aqui também, pra confirmar sua participação, mandando seu twitter para eu conferir.

Feito isso depois eu sorteio entre os participantes o livro e enviamos para você o exemplar, tranquilo?

Finalizando

Bom, fico por aqui e gostaria de saber de vocês no que o álcool pode influenciar na utilização de drogas. Já usou drogas? Conte-nos sua história nos comentários, vamos discutir sobre esse assunto polêmico.

E caso você não consiga ganhar o livro na promoção, você pode comprá-lo no submarino mesmo, tá barato. Ele é bem forte, conta com detalhes o tratamento e a evolução do caso do Nic, entre outras coisas.

Você também gostará desses

Boa noite Cinderela Vamos falar sobre um fenômeno que tem ocorrido com frequência nos últimos tempos, o Boa noite Cinderela. Uma mistura química que te deixa inconsciente...
O AA é para você? Você já parou pra perguntar se o AA é para você? Conheça o questionário do Alcoólicos Anônimos e veja se você precisa frequentar a irmandade.
Drunkorexia ou Álcoolrexia, a anorexia alcoólica Um novo mal do alcoolismo ataca principalmente as mulheres, a drunkorexia, onde a comida é trocada por bebidas alcoólicas, pra enganar o estômago e co...
Cirrose, um mal que ataca silenciosamente Nem de felicidade e boas histórias se vive a bebida. A Cirrose é uma doença que ataca o fígado violentamente e que vai chegando silenciosamente. Veja ...
Alcoólicos Anônimos: você realmente conhece o AA?... Conheça o temido Alcoólicos Anônimos, uma irmandade mundial que combate o consumo irresponsável de álcool. Veja mais e saiba como entrar.
Como funciona o AA Veja nesse artigo como funciona o AA, o Alcoólicos Anônimos. Veja sobre as reuniões, o método dos Doze Passos, dentre outros detalhes da irmandade....