Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (4 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading ... Loading ...

Muitos gostam, outros acham politicamente incorreto, mas o fato é que muitas marcas de bebidas alcoólicas gastam rios de dinheiro em marketing e fazem propagandas MUITO boas.

Propaganda, a alma do negócio

Keep Walking Johnnie Walker

Quem não se lembra do Sirí da Skol, do Zeca Pagodinho entre Brahma e Nova Skin, das propagandas do Campari, do “Keep Walking” dos whiskies Johnnie Walker. Geralmente são cheias de humor e piadas do cotidiano.

Palmas para todas essas marcas, que também aprenderam a utilizar as redes sociais para angariar fãs e divulgar conteúdos divertidos (ok, nem sempre relevantes, mas quem não ri?!).

Tiro saindo pela culatra

Mas às vezes o tiro sai pela culatra. E se tratando de redes sociais, a repercussão é imediata e cheia de ódio (“haters gonna hate”).

A vodka Belvedere sentiu isso na pele, ou melhor, no rótulo. Ao postar em seu Twitter uma imagem de gosto duvidoso, teve instantânea reação de repulsa. A imagem trazia o texto:

Anúncio Belvedere

Diferente de algumas pessoas, Belvedere sempre desce suave

Mas segundo quem criticou, sugeria um “estupro”.

Tira do ar, rápido

A empresa responsável pelo marketing da vodka logo retirou a imagem do ar, mas já era tarde, pois muitos haviam copiado e republicado, gerando revolta de muita gente.

Também através das redes sociais a Belvedere se pronunciou:

Pedimos desculpas aos nossos fãs que se sentiram ofendidos com nosso recente tweet. Continuamos a ser defensores do consumo responsável e seguro de bebidas alcoólicas.

Mesmo assim ainda há muita gente dizendo que nunca mais beberá a vodka.

Nota do autor

Dois Mussuns apertando a mão

O mundo não é mais o mesmo! Sinto saudade do Mussum bebendo cachaça em horário nobre, do Pica-pau e do Pernalonga zuando todo mundo, Chacrinha… talvez por isso eu tenha visto, na imagem, apenas um cara puxando a mulher pro seu colo com força (o que reforço VÊEMENTEMENTE que não acho certo) e ela com cara de “caramba, o que que é isso”. Nada mais….

Pra mim a mensagem é:

Tem cara que é ogro e agarra mulher, a vodka não, ela é suave!

Enfim, cada um vê o que quer, mas ver estupro, acho um pouco de mais! E vocês, o que acharam?

Vimos no Business Insider.

Sobre o Autor

O que lhe falta em dedos sobra em disposição para uma boa degustação agressiva de cerveja. Cervejeiro, whiskeiro, vodkeiro e mulherzeiro, adora teorizar sobre as coisas que consome. E sabe apreciar as coisas boas e virar tampando o nariz as coisas ruins.

  • Deivid

    Como diz minha mãe:

    Ah um tanque cheio de roupa pra lavar…

  • @romulomjr

    cara, achei engraçado, confesso… não vejo de forma negativa…

  • https://www.facebook.com/#!/groups/199438923434966/ Dom Diego

    Também não vi um estupro, acredito que tem gente que ver negatividade em tudo a quem diga que o conto da chapeuzinho vermelho tem uma mensagem subliminar as pessoas procuram isso, acho que chama Scotoma ” A mente ver o que quer ver”

  • http://www.papodebar.com/ Dono do Bar

    Tudo isso porque é uma marca famosa e nego gosta de polemizar, é foda isso… Eu na primeira vez que vi, tive uma visão totalmente diferente de estupro… Mas fazer o que né…

  • Emily

    Olhei pra foto e pensei: “Amiga, larga esse cara tosco e vai enche a cara de vódega com suas amigas. ”

    ahahahahahahahahah

  • Larysse

    Tresdê, eu curto bastante o Papo de Bar, mas não me faça desgostar falando tamanha besteira. Cliquei no link dessa postagem porque achei que você iria trabalhar mais o assunto, analisar cases de sucesso (que não são poucos), mas vi aqui que só foi uma oportunidade pra achar “exagero” as pessoas reagirem contra imagens desse tipo aí em cima. Sabe o que eu acho, sinceramente? Cantada na rua é ofensivo, ser agarrada na balada, muito mais. Essas coisas são só a pontinha do iceberg que envolve um problema muito maior. Então, reagir contra propaganda de mau gosto desse tipo aí NÃO É EXAGERO, é sinal de que o mundo felizmente está acordando e vendo que nenhum cara, por mais ogro e escroto que seja, tem direito de agarrar uma mulher contra a vontade dela. Isso que eu acho.