Beba Antes de Morrer: Brewdog Punk IPA

Hoje começamos uma nova leva de textos que apresentarão alguns rótulos que devem ser degustados por todo amante do pão líquido que se preze! Reza a lenda, que existe um espaço reservado no post mortem sem open bar para todo e qualquer pela saco que despreze a oportunidade de degustar uma dessas estrelas que serão apresentadas neste humilde espaço!

Brewdog Punk IPA, um tapa na cara de cerveja

Como primeira estrela de nossa série, começaremos com o que seria um verdadeiro tapa na cara! Nada como um belíssimo pé na porta para dar início a um trabalho tão relevante! Do Lúpulo para vocês… muito lúpulo! Brewdog Punk IPA!

Garrafa da cerveja Brewdog Punk IPA

Créditos: Mark Fletcher

Essa cerveja é análoga àquelas mulheres tão doces quanto desequilibradas, sabem? Chegam de mansinho, ganham seu coração e logo após a conquista da intimidade, te tiram o chão e o sono! Acho que essa é a melhor definição para essa esse escocesa bolada, que no início, parece até uma falsa IPA!

Drinkability da Brewdog Punk IPA

Ao contrário das IPA’s mais tradicionais, a brincadeira dela não começa com tudo a mostra, ela precisa te conquistar pela sua falsa doçura antes! Seu drinkability não demanda um pedigree muito apurado, conquistando inicialmente até os degustadores mais inexperientes. O segredo de seu sucesso está no seu final… mas já chegaremos lá!

Aparência da Brewdog Punk IPA

Sua aparência não nos remete inicialmente às IPA’s mais tradicionais. Clara e com aroma frutado, podemos notar muitos frutos cítricos em um primeiro encontro. Temos linhas de degustação leve muito bem definidas. É possível, além dos traços cítricos, notar um sabor caramelizado suave e bem definido. Esse é o canto da sereia dessa cerveja.

Descendo a loira!

Lata da cerveja Brewdog Punk IPA

Créditos: Neil Wilkie

Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, né? Até a hora de mandar essa maravilha pro organismo. Quando chega essa hora, a IPA aparece! Tirem as crianças da sala! Amadureça sua goela, amigo! Como toda IPA que se preze, a porrada vem… E vem bem! Seu final reúne agressividade e personalidade, é forte e seco, sem rodeios. Apesar da doçura do início da relação, o amargor tradicional de sua família está lá, presente e tão maravilhosos quanto sua miragem inicial!

Finalizando

A tal cerveja, que se apresentou amiga a um paladar sensível e mela cueca acaba mostrando suas credenciais da melhor forma possível! Recomendo como experiência e também por sua qualidade. Mas preciso lembrar que é fundamental que se tenha peito (e mais que isso também) para ‘bancar’ essa experiência com a Brewdog Punk IPA.

Apesar de seu início na friendzone, trata-se de uma cerveja pra quem gosta de cerveja!

Até!

Você também gostará desses

Ionian, a cerveja pra macho! Uma cerveja forte comparando com as bebidas no Brasil em botecos, que geralmente possuem 4.7%, a Ionian possui 7% e vem da Grécia. Com certeza deixa d...
Review cerveja: Schofferhofer Hefeweizen-Mix Grape... Review de uma cerveja que mais parece fanta laranja do que uma cerveja, a alemã Schöfferhofer Hefeweizen-Mix Grapefruit. Bem fraca, doce, boa para mul...
Review de Cerveja Way Beer – Belgian Dark Ro... Veja o review feito da cerveja Way Beer Belgian Dark Rollercoaster IPA, uma cerveja bem lupulada, do estilo Belgian Dark IPA e especial da cervejaria ...
Qual petisco combina com cerveja? Todo mundo concorda que petisco combina com cerveja, certo? Mas qual deles combina melhor com uma cerveja específica? Veja agora!!
Review Cerveja: Wals Trippel Review da última cerveja da Wals, a sua Tripel. Uma cerveja pretensiosa, muito saborosa, sem deixar a desejar em nenhum aspecto. Não chega perto dos r...
Review cerveja: Heineken 1L Review de uma cerveja clássica e bastante consumida em todos os países. Fugindo um pouco das cervejas artesanais, Dr. Beer dá sua opinião sobre a Pils...