The Williams Warn Personal Brewery: Cerveja Artesanal com um pouco mais de tecnologia

Falem aí meus pequenos, porém astutos leitores de tecnologia. Hoje vou entrar em um assunto conhecido de alguns aqui do “botequim”, e em outro nem tão conhecido assim.

Falarei por alto do processo de criação de uma cerveja artesanal e suas fases mais importantes.

A preparação de uma cerveja artesanal

Máquina que faz cerveja

Apesar de a cerveja artesanal ser preparada apenas com lúpulo, malte de trigo (ou cevada), água e leveduras de cerveja (fermento), preparar uma batelada do glorioso líquido não é nada fácil. É necessária uma gama de equipamentos específicos ou improvisados, uma higiene impecável e muita, mas muita paciência mesmo, pois na maioria das vezes se leva mais de 20 dias no preparo do âmbar da vida.

Tá bom, tá bom cara, mas aonde você quer chegar com toda essa ladainha?

É o seguinte incauto internauta apreciador de conteúdos de qualidade… Eis que fiquei sabendo do conceito de cervejaria pessoal: o The Williams Warn Personal Brewery.

O espaço que ela ocupa é relativamente pequeno em relação aos equipamentos usados na produção caseira, e o melhor de tudo, a cerveja fica pronta em sete dias! Visite o site para saber mais sobre a bugiganga.

Olho da cara o.O

Ela custa 5.660 dólares neo-zelandeses, o equivalente hoje a R$ 9.500,00 (apenas).

Máquina que faz cerveja

Alguma das vantagens citadas pela empresa em relação ao processo de produção de cerveja artesanal (O texto está em inglês no original, a tradução é minha):

  • Não é necessária experiência para fazer uma boa cerveja.
  • Controle perfeito de temperatura durante a fermentação, assim a levedura não foge do sabor e nem gera subprodutos que causam dor de cabeça.
  • Limpeza e esterilização feitas por calor, então não há cerveja contaminada.
  • Muito pouco esforço envolvido, no inicio, 1 hora e meia de trabalho, para 23 litros de cerveja em sete dias.

Outro fator que eu achei excelente, é que você tem a total liberdade de combinar os ingredientes da maneira que bem entender, para assim, criar os mais variados sabores de cerveja.

Finalizando

Ian e Anders brindando

Eu agarantcho!

E você meu amigo? Compraria uma cervejaria pessoal? Ou acha que o bom e velho processo de criação da cerveja artesanal é o que dá o valor a cerveja? Você produz sua própria cerveja? Conte-nos um pouco mais sobre ela.

Deixe suas impressões e sugestões nos comentários.

Você também gostará desses

Mini Refrigerados USB Mais um gadget alcoólico para você não perder a chance de tomar uma cervejinha geladésima no recreio do seu trabalho.
Bar Andante: Vende-se bicicleta com chopeira Beber umas no boteco é sempre bom, ainda mais quando o boteco tem rodas e pedais. É o Baumecker's Fahrende Kneipe, um bar que cabe 13 pessoas, que beb...
BOx, um abridor de garrafas que avisa quando seus ... Um abridor de garrafas de cervejas que avisa aos amigos quando você vai beber e vice-versa. Uma boa ideia como essa, só podia vir de bons amigos
Cerveja: USBeer Apresentação de um gadget pra lá de interessante: um pen drive da budweiser que tem cerveja no interior do aparelho. Bem curioso. Confira!
Sobre cervejas e porres rápidos Você sabia que o copo é o grande responsável por bebermos cerveja mais rápido? Estudo comprova que copos curvados fazem com que as pessoas não saibam ...
Fazendo cerveja em casa Provavelmente você já teve vontade de fazer cerveja em casa, certo? Uns caras resolveram mostrar como fazer isso de forma simples e fácil. Confira ago...