Cerveja Proibida: A cerveja que trollou o pânico

Tudo começou com um email de contato. Duas tchecas gostosíssimas e gatíssimas mandando um email traduzido pelo Google Translator para diversos blogs, portais e afins. Sim, recebemos o contato delas também por email, mas desconfiei de algo. Como já dizia o ditado “Quando a esmola é demais, o santo desconfia”.

Mensagem em “massa”

Desconfiei principalmente quando descobri que vários sites e blogs também tinham recebido tal email. Inclusive a galera do Papo de Homem fez uma puta jogada com esse lance das gostosas e criou vários posts fodásticos para gringas gostosas que quiserem vir para o Brasil. Inclusive criando um pdf com esses artigos, um guia para gringas gostosas visitarem o Brasil.

Caindo no esquecimento

Acabei deixando tudo isso pra lá, nem estava muito ligado nessa parte, principalmente por não ver praticamente nunca televisão, a não ser para ver futebol. Mas aí que aconteceu o que eu nem sabia… Essas gringas foram parar no programa Pânico. E o que que tem? Simples, essas gringas nada mais eram do que um viral utilizado por uma cerveja recém lançada aqui no Brasil.

Cerveja Proibida

Tchecas da cerveja Proibida

Sim, as duas eram garotas propaganda dessa cerveja que estava pra ser lançada no Brasil. O nome da cerveja é Proibida e é do grupo CBBP (Companhia Brasileira de Bebidas Premium). E qual o problema disso? Bom, pra nós nada, mas o que está dando o que falar é que o programa Pânico tem alguma relação com a Skol, que é da Ambev. Ela patrocina, algo nesse estilo, não sei detalhes.

Pegadinha?

Muitos estão se perguntando isso. Seria muita ingenuidade por parte do programa. Tudo bem que foi uma ótima ideia e ninguém esperava que fosse fazer tanto sucesso entre as mídias digitais e pular para as tradicionais, ainda mais no Pânico, programa campeão em trollar os outros, fazer palhaçada e tudo mais.

A CBBP afirma que o Pânico não sabia de nada mesmo, foi tudo acontecendo sem querer, do nada. Mas no vídeo abaixo fica um pouco estranho, muitos dizendo que é armação. O que vocês acham?

Pontos consideráveis

Jogada bem bolada, pelo menos na minha opinião e que acabou tomando proporções absurdas, ponto pra eles. Um ponto é que me faz lembrar das antigas campanhas publicitárias de cervejas, que precisavam de mulheres gostosas pra vender.

Latinha e garrafa da Cerveja Proibida

A latinha e a longneck não ficaram lá essas coisas de beleza, poderiam ter caprichado mais, ter dado um ar mais provocante na cerveja. Um exemplo disso é a Devassa, que tem um ótimo nome e faz bem seu papel em cima do nome.

E o gosto dela? Será como as “tradicionais” aqui do Brasil?

Provando a cerveja Proibida

Cerveja Proibida no Instagram

Aí sim, temos um ponto que acredito que muitos ainda não conhecem e foi até um pouco surpreendente pra mim. Há mais ou menos um mês eu recebi aqui em casa uma caixa com duas longnecks dentro. Tudo bem embalado e tudo mais. Mas só que tinha um papel com um recado sobre a cerveja, e um ponto diferente: a cerveja não tinha nome e não tinha rótulo.

Achei interessante a mensagem e tudo mais, mas nem desconfiava das gostosas da República Tcheca. Isso que dá não ver TV, tem seus lados ruins às vezes. A mensagem das garrafas dizia o seguinte:

Caixa com a garrafa da cerveja Proibida

Bruno, o sabor da nossa cerveja você conhece agora. O nome será liberado em breve! Aprecie com moderação e viva sem moderação.

Interessante a mensagem, principalmente a parte final. E veio mais uma etiqueta com o seguinte dizer:

Chegou a hora de você ter uma nova experiência. E degustar uma autêntica cerveja Pilsen, inspirada na tradicional receita de Plzen, na República Tcheca. Saúde.

Aroma e sabor

Cerveja Proibida

Essa parte que me chamou atenção. Pensei comigo “Será uma nova cerveja artesanal?” O animalzinho aqui não tinha ainda se ligado no rebuliço que estava ocorrendo mundo afora por causa das gostosas, por isso não imaginei que fosse uma cerveja pra entrar na concorrência com as cervejas “tradicionais” da família Ambev, Schincariol e Grupo Petrópolis.

Bom, fui experimentar a cerveja neste domingo, depois de saber de toda essa história, já sabendo que era um pilsen premium. Olha, na minha opinião não chega nem perto da Bohemia, que pra mim é a melhor dentre as cervejas tradicionais, assim como logo depois vem a Original. O que me chamou a atenção foi um pouco do aroma, que é um pouco diferenciado do das cervejas “tradicionais” daqui do Brasil, nada perto de uma artesanal, mas só de me chamar atenção já ganhou um ponto aí.

Cerveja Proibida

No gosto eu acho que ela se encaixa dentre as líderes como a Antarctica e Brahma. Nesse ponto que poderiam ter caprichado mais, já que na etiqueta falaram da receita de Plzen e tudo mais. Dá a entender que será tipo uma Skol, que terá boas propagandas, ótimas ideias, mas que precisa melhorar um pouco na qualidade do sabor.

Finalizando

Mas ainda sim é um boa cerveja pra se beber com os amigos num boteco, batendo aquele papo de bar, falando merda, rindo do Pânico, lembrando das gostosas da República Tcheca e ficando com mais vontade ainda de ir pra esse país onde só tem cerveja boa e mulher gata.

E vocês? O que acharam dessa parada toda?

Você também gostará desses

Skol Hops – A cerveja puro malte da Skol Entendendo o mercado como poucas marcas e batalhando por uma fatia cada vez maior dele, a Skol apresenta a Skol Hops, sua cerveja puro malte.
Brasileiras são eleitas as melhores cervejas do mu... Em setembro, rolou o World Beer Awards e algumas brasileiras foram eleitas as melhores cervejas do mundo!
Brewie – Uma máquina para fazer cerveja em c... Um grupo de americanos criou a Brewie, uma máquina para fazer cerveja e que quase não dá nenhum trabalho para você.
Brasil, país dos cervejeiros. Mas com que cerveja?... Qual a qualidade da cerveja brasileira? Você acha que o brasileiro bebe bem? Você que a cerveja nacional é de qualidade? Veja o porquê de seu saber e ...
1842 – A cerveja mais antiga do mundo Historiadores descobriram no fundo do mar, em um navio, a cerveja mais antiga do mundo, a Stallhagen Historic Beer 1842. Reproduziram algumas garrafas...
Three Monkeys e Brownie do Luiz se uniram para lan... Duas grandes marcas cariocas, a Three Monkeys e Brownie do Luiz, resolveram se unir para lançar uma cerveja diferente e que promete ser uma delícia.