Cervejas sem álcool

“Você já bebeu alguma das cervejas sem álcool? Sabia que elas podem ter até 0.5% de álcool? Veja todas as curiosidades e informações sobre elas.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (2 votes, average: 7.00 out of 10)
Loading...

Com o aumento expressivo dos acidentes de trânsito e em grande parte tendo como causa o consumo de álcool, a indústria etílica achou ter encontrado uma saída coringa ao começar a produzir cervejas sem álcool, já que a mesma em versão pilsen american lager é a paixão dos Brasileiros e o mercado no país é o quarto maior do mundo no setor cervejeiro.

E por que você achou isso?

De fato, em uma rasa pesquisa na internet, você vai descobrir que a história da cervejas sem álcool ainda não vingou por aqui. Sim, é verdade que as vendas cresceram consideravelmente nos últimos anos, mas ainda é bastante inexpressiva, fora que as críticas à qualidade dos produtos, principalmente os nacionais, são comumente ouvidas em qualquer bar. Então qual o motivo de tanto desamor?

Juro que venho pesquisando e me perguntando isso faz semanas, talvez meses. Com base no que vi, li e bebi, formulei algumas hipóteses que podemos testar ou discutir depois, mas vamos lá…

1ª O sabor das cervejas sem álcool não agrada

Brahma zero

Cervejas sem álcool podem nascer de duas formas segundo algumas pesquisas que realizei. A fermentação alcoólica pode ser parada logo de início, desse jeito os micro-organismos não passariam a produzir mais álcool, já que o decreto que regulamenta esse tipo bebida aqui no Brasil permite que as ditas cervejas sem álcool possuam até 0,05% de teor alcoólico, sendo este, resíduo dos processos de produção. Este processo pode ser combinado ao fato de alguns fabricantes usarem açucares de cadeia longa que iriam demorar mais pra serem metabolizados, então os micro-organismos não iriam produzir álcool tão rapidamente.

A segunda forma de produção é deixar que a bebida passe por todo processo de produção normalmente, entretanto, no final ela passará por um processo pra retirar o seu teor alcoólico restando apenas o suco de cevada.

Então qual o resultado nas duas produções?

Bem, na primeira algumas pessoas que provaram acham a bebida doce demais, resultado talvez dos açucares de cadeia longa que não foram metabolizados no processo de fermentação. Na segunda o sabor parece mais com a alcoólica, porém, quem prova ainda acha a mesma insossa e insípida.

2ª Talvez porque falte álcool

Coroa bebendo cerveja Liber sem álcool

Créditos: Antonio carlos tom.benites

quem ache que a falta de álcool e do “barato total” causado por ele seja um dos grandes motivos da ideia ainda não ter vingado.

Infelizmente sabemos que as nossas grandes cervejarias não fabricam um material tipo pilsen de qualidade. A substituição do malte por cereais não maltadas como estratégia de baratear custos de produção, sem estudar o sabor e qualidade do produto final, é pratica corriqueira nas grandes fabricantes nacionais. Não é à toa que a fabricação de cerveja artesanal ganhou um crescimento bastante significativo nos últimos anos. A preocupação em manter a qualidade mesmo aumentando a produção parece ser maior e levada mais à cabo por empresas menores. Entendendo isto, seria coerente afirmar que o sabor, mesmo que não mude tão drasticamente comparando as com e sem álcool, o consumo delas não se eleva não por sua qualidade e sim por conta dos efeitos que essas não causam.

Finalizando

Cervejas sem álcool

 

Para fazer a lição de casa certinha, perguntei pra nossa equipe aqui do PdB, qual a opinião deles sobre o assunto. Quando se trata das nacionais as opiniões foram bem parecidas. Chegamos ao consenso que infelizmente a grande maioria sequer tem gosto de cerveja, ao contrario da ideia que é vendida pelos fabricantes, que enfatizam que você irá aproveitar o melhor da bebida, só que sem o álcool e seus efeitos. No entanto, quando o papo foram as gringas duas foram bastante citadas como as que realmente tem gosto de cerveja e de boa qualidade. São elas: Paulaner e Edelweiss, mas a Erdinger e Bitburger também apareceram na lista.

Gostaria de enfatizar que possuímos cervejas de ótima qualidade, inclusive premiadas internacionalmente sendo produzidas no Brasil, sobretudo, de modo artesanal. No entanto, no quesito sem álcool ainda deixamos muito a desejar pro nosso consumidor.

E você, já experimentou alguma cerveja sem álcool? Gostou? O que achou?

Abs.

Você também gostará desses

Cansei da loira! Às vezes a cerveja cansa. Com sua ressaca ou mal estar do dia seguinte, ficar de pança cheia, lotado de cerveja. Eis que chega um momento de parar um ...
Cervejas com designs inspiradores Cervejaria 21st Amendment contrata o designer Joe Wilson para a criação do design das embalagens das suas cervejas. Uma mistura de bom humor com a his...
Cerveja: Quando homens entram em euforia Enquanto as mulheres ficam eufóricas com quartos, armários e sapatos, os homens ficam alucinados com uma cozinha espetacular e com bastante cerveja.
Gatinha com cerveja Essa é a gatinha do Dono do Bar, muito esperta. Já sabe abrir a geladeira e pegar sua longneck de cerveja e cuida muito bem dela.
Rube Goldberg e as cervejas Livre-se das garrafas e latinhas depois de uma festa com uma máquina Rube Goldberg.
Feliz St. Patrick’s Day Um artigo de comemoração ao St. Patricks Day, comemorado em todo mundo. Grande motivo para se beber uma cerveja em homenagem a um dos padroeiros da Ir...

Compartilhe: