Diga ao garçom que fico!

“Qualquer comemoração é um bom motivo para se apreciar uma cachacinha. Melhor ainda com as dicas para reconhecer uma cachaça de qualidade.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (17 votes, average: 7.53 out of 10)
Loading...

Para quem não sabe, dia 09 de janeiro foi o dia do Fico. E o que o PdB tem com isso?

Tudo, meus queridos amigos de bar! Afinal, é dia de comemorar ou não? Se você aprovou ou não a querida idéia do príncipe regente isso é o de menos, pois aqui estamos e, se temos que brindar, vamos!

De qualquer forma você pode seguir as dicas comemorativas que iremos fazer para vocês, a partir de hoje. Isso mesmo; agora nas datas comemorativas iremos informar curiosidades sobre a data e é lógico, uma bebida que se relacione com ela. Agora não há mais desculpa, anote aí toda a listinha de etílicos que você está prestes a (re) descobrir.

Tudo começou…

Foto de Dom PedroBem, vamos lá! No dia 09 de fevereiro de mil e qualquer coisa Pedro de Alcântara Francisco António João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon(ufa!), nosso querido príncipe regente responsável pela grande frase desse dia, estava no Brasil em uma época em que o maior consumo de bebida alcoólica no país era a cachaça, a caninha.

Bem, Portugal, antes do nascimento de Dom Pedro, estabeleceu uma lei seca por aqui já que a aguardente de cana-de-açúcar estava se tornando, em detrimento do vinho português, a bebida predileta da colônia devido ao seu preço mais acessível, inclusive. Tudo isso afetou o comércio da Metrópole, mesmo a cachaça tendo o estigma de bebida dos pobres e escravos.

Lei Seca

Aconteceram aí duas coisas relevantes; a primeira e mais óbvia (para quem é brasileiro) é que ninguém deu a menor importância pra lei seca. Em segundo lugar, com o passar do tempo, os senhores de engenho renderam-se a cachaça tornando-a uma bebida popular em todas as classes econômicas.

Responsável por muito da trajetória do nosso país ela é a bebida alcoólica nacional por excelência e estima-se que existam de 40 mil a 50 mil produtores espalhados pelo país e, devido a tal importância, foi usada como símbolo de nacionalidade desde que o Brasil Colônia brigava para se livrar de Portugal.

Vinho por cachaça

Cachaça caindo

E sem exageros podemos afirmar isso, já que em 1817, na Revolução Pernambucana, o vinho foi substituído por cachaça em algumas missas sendo uma forma de protesto e de afirmação em prol da República.

Contudo, embora tenha toda essa importância no cenário nacional, somente em 2001 um decreto presidencial instituiu a bebida mais democrática do país como a bebida nacional. Ohô!

Bem, e todo esse blá blá blá é porque agora você tem que saber outra coisa muito importante; há uma diferença significativa entre aguardente ou pinga e a (salve salve!) cachaça já que essa é utilizada apenas para a aguardente de cana produzida artesanalmente.

E como saber se a cachaça é de qualidade?

Basicamente com três pontos importantes:

  • Oleosidade – vire o copo e gire-o de modo a levar o líquido até suas bordas, quando este escorrer verifique se suas gotas lembram “lágrimas”, essa baixa velocidade de escoamento é indicação de qualidade.
  • Cor – as boas são transparentes e brilhantes, se envelhecidas os descansadas em tonel de madeira podem ter aspecto amarelado ou rosado.
  • Aroma – não pode agredir o olfato, se chegar a irritar os olhos, esqueça!

E não se esqueça: a verdadeira cachaça deve ser agradável ao paladar, deve ser mantida na boca por alguns segundos e ainda, descer sem “queimar”.

Finalizando

Fico aqui com a dica de hoje, uma cachaça das boa! Recomendo que vocês procurem um bar com uma carta de cachaças variadas e verifiquem suas preferências. Experimentando se aprende, com certeza!

Você também gostará desses

Nyan Nyan Nouveau: Japoneses lançam vinho para gat... Os japoneses resolveram "inovar" novamente. Acabaram de lançar um vinho para gatos. Sim, um vinho sem álcool feito exclusivamente para os felinos fofo...
Uma taça de vinho e você vai abalar na balada! A Universidade de Psicologia de Bristol, na Inglaterra, fez uma pequena pesquisa que mostrou um resultado que o homem que não bebeu nada e o que bebeu...
Yes, we cana! Cachaça Pitu lança campanha A cachaça Pitu lança uma campanha inovadora chamada "Yes, we cana!", homenageando o reconhecimento nos EUA da cachaça ser genuinamente brasileira, aco...
Diferentes tipos de rolhas de vinho Conheça os diferentes tipos de rolhas de vinho, suas utilidades, vantagens e desvantagens. Rolhas de cortiça, tampas de rosca, rolhas sintéticas, etc....
Vinho: Bebida dos deuses? A bela questão do vinho ser a bebida dos deuses colocada em discussão neste post. Será mesmo o Vinho a bebida dos deuses? A história e a atualidade mo...
Destilado de Guerra Um pouco da história do surgimento das primeiras bebidas destiladas no mundo. Relação de Córdoba, na Espanha, um pouco sobre guerra, um pouco sobre a ...

Tags:

Compartilhe:

  • regina Lima

    gostei da dica d e cor , oleosidade e aroma , acho o aroma muito bom , mas nao tenho paladar pra isso!

  • Conhecem a Cachaça Mangueira ?
    É do Piauí e muito saborosa.
    Lançou recentemente uma edição Premium que mais do que recomendo ao amigos do PdB.
    Abraços

  • Mademoiselle Boh&egr

    Essa eu não experimentei.. ainda! rs

    Dicas de cachaças são sempre boas, eu tenho um pouco de dificuldade de achar alguma que realmente agrade 😀

    Até agora a Ypioca 160 foi a que me fez mais feliz! rs

  • Matemático82

    Cachaça boa!?

    tem muitas praciosidades no interior das Minas Gerais que são de colocar as ditas "Cachaças de linha" caídas e bêbadas no chão!

    Qdo visitar qualquer rocinha em MG pregunte a qualquer um da cidade onde tem a "marvada da boa"… vc pode descobrir um universo ainda não explorado

    Bom cachaçaturismo para todos!

  • helena

    adorei bota uma pra nos

  • putz.. aos bares que vou não dá para ver a cor e muito menos as "lagrimas" da cachaça. preciso frequentar novos ambientes. shit

  • Bibiana

    Adoreiiii .Muito mesmo!

    Interessante.

    Parabéns