Drunkorexia ou Álcoolrexia, a anorexia alcoólica

Mulher bebendo vodkaCréditos: die_nauka

Já ouviu falar desses dois caras ae? Ok, não são caras, estava brincando, mas é mais uma preocupação no mundo feminino, mais uma neurose na cabeça das meninas magrelas que só pensam em emagrecer.

Estamos de volta com o Lado B do Alcoolismo, mostrando que nem sempre beber é uma boa coisa, principalmente se não houver responsabilidade.

O que é essa tal de drunkorexia?

A drunkorexia nada mais é do que uma variante da anorexia, que provavelmente as mulheres que nos acompanham aqui no PdB conhecem, que é aquele distúrbio, onde a mulher quer emagrecer de qualquer jeito, seja por causa da profissão ou paranóia dela própria, porque está bem abaixo do peso ideal e só consegue se ver gorda.

Taças de vinhoCréditos: Prestidigitizer

Muitas dessas coisas acontecem em modelos, onde as agências implicam com as magrelas e falam que estão gordas, querem um padrão de beleza tal e a coitada da garota tem que correr atrás e acaba fodendo a saúde por causa disso.

Resumindo, drunkorexia vem de “drunk”, ou seja, bêbado, combinando com a anorexia (ou seja, o distúrbio de não comer). A pessoa troca a comida que deveria comer por alguma bebida alcoólica.

Público-alvo

Linsay LohanCréditos: girl_saigon_vietnam

Como sempre, as principais vítimas são mulheres jovens, entre 20 e 40 anos. Exemplos claros de mulheres famosas que estão dentro dessa estatística são: Nicole Ritchie, Paris Hilton (não me diga), Linsay Lohan (desperdício) e a cantora Amy Winehouse, sendo que essa última nem vale considerar, a modafoca tem bebida alcoólica até no nome.

E o pior disso tudo é que geralmente, nos EUA, garotas do colegial tentam seguir as “famosinhas”, achando isso legal e da modinha. Pelo amor dos meus filhinhos…

Pouca divulgação

Este distúrbio ainda não é reconhecido pela OMS, Organização Mundial de Saúde, portanto não é muito divulgada ainda. Mas muitas mídias vem batendo nesta tecla como o New York Times, a própria Globo está com uma personagem na novela das 8 que sofre disso se eu não me engano. É a galera abrindo o olho e mostrando que esse mal existe e pode afetar muitas meninas.

Pouca alimentação, muito álcool

Um gato bebendo vodkaCréditos: aw101101

O pior de tudo é que as que seguem esse distúrbio mal sabem que estão fazendo uma grande besteira, pois pensam que deixando de comer e bebendo, vão deixar de engordar, mas esquecem que as bebidas alcoólicas também possuem um valor calórico muito alto, ocorrendo de a maluca ingerir mais calorias do que se comesse. Fora os problemas de saúde que isso acarreta na jovem.

E ainda alguns estudos góticos psiquiátricos revelam que o alcoolismo feminino está associado a transtornos psicológicos relacionados à anorexia, bulimia, depressão e ansiedade. Basicamente aquele ponto que citei acima, a garota está insatisfeita ou então trabalha como modelo e recebe uma puta pressão para emagrecer (mais??) e manter o padrão magrela das passarelas.

Outros motivos indicam que o álcool anestesia emoções ruins como a frustração, e a drunkorexia modafoca reduz o apetite, dando a impressão que isso vai resolver. Fora que com isso a cabocla fica mais fraca ao álcool, pois vocês já devem ter bebido de barriga vazia e sabem o efeito que isso traz.

Dependência

Garrafas de cerveja brahmaCréditos: kuca

Existem comunidades no Orkut, entre outras comunidades falando sobre o tema e mulheres defendendo a utilização dessa “técnica”. Umas falam que umas 10 latinhas substituem um bifinho, sendo que outra responde que sempre dá vontade de comer um bifinho depois das 10 latas, dae nego responde pra continuar bebendo.

Ora bem, vamos lá, putaquiupariu três vezes, 10 latinhas é coisa pra meireles, admitam, principalmente para mulheres e falam que substitui UM MALDITO BIFINHO. Faça-me o favor, no final vai dar tudo na mesma, vai estar bebendo tanto que não adianta de nada parar de comer, só piora a situação. Acaba ficando dependente da bebida e sem comer, pior ainda.

A parada é beber destilado

Garrafa de SmirnoffCréditos: Ronald Suello™

Bom, muitas das mulheres preferem o destilado, a grande maioria que eu conheço, e nesse caso da drunkorexia não é diferente, principalmente por causa da barriguinha estufada por causa da loira. Fora que pra elas é mais vantagem beber destilado porque causa um certo enjôo a comida, o que traz uma certa satisfação, fica sem vontade de comer.

Tudo é uma questão de comportamento

É exatamente isso, comportamento, reeducação da alimentação. Do que adianta você trocar a bebida por comida se vai chegar um tempo em que você vai estar tão desesperado de fome que vai devorar o primeiro pônei galudo que te aparecer na frente? Vai ganhar tudo de novo. Fora que a bebida tem calorias também, por mais que busquem uma bebida com poucas, sempre vai ter e não vai substituir decentemente a alimentação necessária.

Prato com salada e frangoCréditos: Jomar Brustolin

Seja comento saladas, o que for, vá num médico e peça informações, dicas de alimentação, vá então num nutricionista, sempre tem um jeito, ficar bebendo dessa forma não adianta porra nenhuma, por favor.

Finalizando

Se quer beber, beba, mas não deixe de comer. Coma sua comidinha, seus petiscos, faça sua alimentação, mas nada de trocar um pelo outro. Você consegue conciliar tudo direitinho.

Conhece alguém com esse perfil? Já ficou assim? Conte pra gente.

Você também gostará desses

Alcoólicos Anônimos: você realmente conhece o AA?... Conheça o temido Alcoólicos Anônimos, uma irmandade mundial que combate o consumo irresponsável de álcool. Veja mais e saiba como entrar.
O AA é para você? Você já parou pra perguntar se o AA é para você? Conheça o questionário do Alcoólicos Anônimos e veja se você precisa frequentar a irmandade.
Cirrose, um mal que ataca silenciosamente Nem de felicidade e boas histórias se vive a bebida. A Cirrose é uma doença que ataca o fígado violentamente e que vai chegando silenciosamente. Veja ...
Como funciona o AA Veja nesse artigo como funciona o AA, o Alcoólicos Anônimos. Veja sobre as reuniões, o método dos Doze Passos, dentre outros detalhes da irmandade....
Bebidas e drogas, uma combinação perigosa O primeiro artigo da série O Lado B do Alcoolismo e já começa bem, falando sobre o uso das drogas e a sua relação com as bebidas, a facilidade e combi...