É de cerveja que elas gostam mais

Uma pesquisa da consultoria Nielsen divulgou que as mulheres preferem cerveja ao invés de drinks e bebidas destiladas, como o mercado acreditava até outrora.

Com todo o movimento da primavera feminista, algumas lendas começaram a cair por terra. E no universo etílico não foi diferente.

No passado acreditava-se que o público cervejeiro era principalmente masculino e que as mulheres tinham outras preferencias etílicas, como os vinhos e os drinks de modo geral.

Porém…

mulher fotografando cerveja

Cerveja, sua linda S2

Créditos: Glenn Pope

Entretanto, uma pesquisa publicada recentemente pela consultoria Nielsen revelou que elas preferem cerveja mais que qualquer outra bebida. A pesquisa revelou também que em comparação com os homens elas só diferem na frequência em que compram o produto e por serem mais exigentes em relação a qualidade, demonstrando interesse maior em bebidas da categoria premium ou especiais.

A pesquisa aponta que a maior autonomia da mulher e o crescimento expressivo da oferta de produtos da categoria premium, têm contribuído para que cada vez mais mulheres passem a ser consumidoras fieis.

Glaucia Gouveia Gomes, diretora de marketing da Brasil Kirin, reitera essa opinião.

“Acreditamos muito no mercado de cervejas especiais no Brasil. Nos últimos anos sentimos a mudança no setor, principalmente entre as consumidoras que são exigentes e gostam de experimentar produtos de qualidade. Queremos continuar a contribuir com essa propagação, por isso trabalhamos para que em qualquer região do Brasil se possa encontrar facilmente rótulos diversos de nossas marcas. Estamos em pontos de venda como supermercados, empórios, lojas de conveniência ou pela internet e em lojas online como a WBeer.com”.

Finalizando

Glaucia também destacou que com a mudança de consumo, muitas cervejarias têm apostado em diversificar seu portfólio. A marca Baden Baden, por exemplo, tem 15 estilos, já a Eisenbahn conta com 11, inclusive um licor e um espumante de cerveja, agradando ao máximo de paladares possível.

Da hora, não? Você concorda com essa notícia? Você, leitora do sexo feminino, confirma esses dados? Eu acho que está totalmente certo.

Você também gostará desses

Amstel preta A Amstel apresentou seu logo alterado em respeito ao Grêmio. Ao invés de usar o vermelho tradicional, eles vieram com a Amstel preta.
Bar é multado por dar cerveja em troca de topless Bar lança uma campanha inusitada, de dar cerveja de graça para as mulheres que fizessem topless. Mas claro que teve gente reclamando. Se isso vira mod...
Vamos falar de orgasmo fingido? Vamos falar de orgasmo fingido? Sim, a grande tática das mulheres de fingirem o orgasmo. Veja como evitar isso, porque que isso ocorre, dentre outros ...
Hino Nacional da Skol O Hino Nacional numa versão simpática, criativa e acima de tudo etílica. Confira!
Você consegue beber assim? Você consegue beber 6 pints de cerveja em 10 segundos? Claro que não! Mas tem bebedor profissional que consegue! Divirtam-se com os vídeos!
Cerveja reduz sensibilidade à dor Estudos mostram que beber cerveja reduz sensibilidade à dor. Aumentando a porcentagem de álcool na corrente sanguínea em 0,08%, a sensação de dor cai ...