É possível que o álcool aumente a qualidade de vida?

Mais uma terça feira, e com ela um artigo que já vem chegando com o um quê de polêmica. Beber frequentemente, por 14 anos, e ainda sim ter maior qualidade de vida do que quem é abstêmio? Pode isso diretoria?

O estudo

Menina cercada de livros por todos os lados

É só terminar de ler esses aqui, e já vou ter a resposta

Créditos: Vanessa Paxton

O estudo incluiu 5.404 coroas simpáticos (50 anos ou mais) do Canadá, e era embasado da seguinte forma: Durante 14 anos (iniciados entre 1994 e 1995) os pesquisadores faziam perguntas sobre a quantidade de álcool utilizada, e a saúde dos nobres amigos, em intervalos de 4 anos.

O resultado

Livro com uma lupa em cima

Ah, sabia que eu ia achar uma resposta…

Créditos: Clémence Pacault

31% dos participantes, reduziu o consumo de álcool durante o período total de 14 anos, mas o mais surpreendente, é que a qualidade de vida diminuiu de maneira mais acentuada, nessa galera que diminuiu o consumo de álcool.

É importante lembrar que a qualidade de vida diminuiu pra todos de uma certa forma, pois todos tinham mais de 50 anos…

A pegadinha

Sérgio Mallandro

Ráááááá!

O Dr. Harvey Finkel, da Boston University Medical Center aponta um detalhe que nos parece fugir aos olhos num primeiro momento. Talvez mais importante do que a diminuição do álcool, o fato da pessoa diminuir a ingestão de álcool possa nos dar alguma pista de uma diminuição na qualidade de vida.

“Quando as pessoas envelhecem, mesmo desconsiderando os obstáculos médicos, interações sociais geralmente diminuem, o que leva a menos vontade de beber e menos oportunidades para beber”, disse Finkel, em um comunicado.

Finalizando

conclusao

Créditos: Nikola Bliznakov

Tudo bem que esse estudo me parece meio furado no cruzamento do álcool com a qualidade de vida. Mas uma coisa ficou muito clara para mim.

“A interação social gerada pelo fato de você tomar uns drinks uma vez na semana, são extremamente importantes para a qualidade de vida. Então, mexam essas suas bundas da cadeira uma vez por semana, e vão beber com seus amigos! Não é pra encher a cara, mas é pra passar um tempo de qualidade com as pessoas que você gosta. Faz bem tanto pra você, quanto pra elas!” – McLovin, Drunk

See you all in another dimension

Você também gostará desses

Porque eu nunca fiz amigos bebendo leite Levantando a grande questão dos bares e botecos da vida: eu nunca fiz amigos bebendo leite! As grandes histórias sempre têm álcool envolvido. Confira!...
The Beers: agora. Música na versão engarrafada. Mais uma vez viemos mostrar como música e cerveja permanecem em extrema harmonia. Com vocês o projeto The Beers.
Balde de gelo e cerveja, a cultura do beber junto O balde de gelo é um dos coadjuvantes de nossas bebedeiras diárias, seja sozinho ou com os amigos. Essa cultura do beber junto, bem brasileira. Confir...
Cerveja de boteco, não é artesanal Os amados botecos, existem aos montes por aí e o que você bebe lá, é diferente do que querem que você beba. Fato é que: Cerveja de boteco não é artesa...
História das tampinhas e dos abridores de garrafas... Confira como surgiram as tampinhas de garrafa e como surgiu os abridores de garrafa de cerveja. Os dois foram invenções irlandês William Painter no an...
E viva São João!!! Estréia de Chico Salinas no PdB com dicas e receitas para aproveitar as famosas e etilicamente regadas festas de São João.