Eu não te juro amor, mas eu te Jurupinga

“Apresentamos a conhecida e temida bebida, Jurupinga. Uma bebida feita a base de combinações de vinhos brancos. Bem doce e adorada pelas mulheres. Confira!”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (18 votes, average: 8.33 out of 10)
Loading...

Salve meus queridos amigos do bar. Hoje estou aqui para falar de um assunto um tanto desconhecido tecnicamente e cientificamente por mim, porém, muito íntimo na prática e na vivência de experiências etílico-ridículas: a JURUPINGA.

A Jurupinga, para quem ainda não conhece, é uma combinação de alguns tipos de vinhos brancos suaves – quase um melado de tão suave, dulcíssimo, grudento de doce – e que é muito popular principalmente entre as mulheres por ser essa bebidinha de mulherzinha que gosta de drinks gayzinhos seu sabor leve e fácil de beber, mas claro que sempre tem um macho que curte essas coisinhas aí e se acaba na alegria e de encher a cara com essa extravagante bebida.

Curiosidades sobre a Jurupinga

A jurupinga é tipo a coca: tem uma receita secreta que envolve a sua fabricação que os caras não revelam. A única coisa que eles falam é que a bebida se trata de uma “combinação de uma variedade especiais de vinhos brancos”. Aí a sua imaginação pode ficar à vontade para conspirar sobre sua composição.

Outra coisa curiosíssima e que achei que você não pudesse viver sem saber isso é que jurupinga tem uma música que leva seu nome. Gente, não me perguntem como sei essas coisas, elas aparecem na minha vida. Claro que é um sertanejo, do Tato e Nando, e até tem um refrão bem bonitinho que eu ficaria super comovida se alguém cantasse pra mim:

“Eu não te juro amor
Mas eu te Jurupinga
Vem ni mim sexta-feira sua linda”

Façam o favor de ignorar a gramática da coisa. Encaremos como licença poética, obg.

Mais sobre a Jurupinga

garrafa e drinks com jurupinga

Créditos: Jurupinga Dinalle Oficial

Nossa querida jurupinga também é multiuso: se você cansou de tomar essa bebidinha doce que te deixa mucho loca loca loca, você pode fazer vários drinks que levam leite condensado, suco, frutas e deixar sua bebidinha doce e gay ainda mais doce e gay, e fazer por exemplo, uma batidinha de jurupinga.

Jurupinga, a original

Existem algumas ações que foram movidas na justiça pela empresa fabricante. Isso porque algumas concorrentes da Jurupinga Dinalle, com nomes como Jeropiga, que também é um tipo de bebida de Portugal feita com aguardente e mosto das uvas e que resulta numa bebida mais doce e mais alcoólica. A Jurupinga não explica ao certo se ela seria uma “jeropiga”, mas a justiça determinou que suas concorrentes mudassem seus rótulos sob pena de multa, para evitar confusões nos consumidores. A gente sabe que esse papo de pinga as vezes rola uma treta mesmo né? Mas enfim, tudo isso pra dizer que, jurupinga mesmo só a Jurupinga Dinalle. Mas pode tomar as outras sem ser jurupinga porque pelo jeito deve deixar doidão mesmo, e no fim das contas, pro bêbado é isso que importa.

Falando nisso…

palhaço bebendo jurupinga

Créditos: Jurupinga Dinalle Oficial

Mas falando em ficar doidão, a jurupinga também tem um efeito funk-eletrizador-chãochãochão-quicanocalcanhar. Diz que a bebida tem baixa graduação alcoólica (10%), então, isso deve ser parte dessa fórmula secreta deles. Minhas lembranças sobre os dias que tomei a dita cuja trazem memórias de que deixei nossa querida Valeiiiiishhhca no chinelo.

Finalizando

E pra finalizar, um recado muito importante: jurupingas são péssimas com celulares, não deixe o seu por perto. Eu cometi esse grave erro imergindo o meu dentro de um copo cheio da belezinha. O resultado disso foi um celular com touchscreen pifado e uma ordem de serviço de conserto apresentado na ~firma~ que o celular estava estragado por ter sido derrubado na pinga (os caras da assistência reconheceram o cheiro ¬¬ ) e enfim, vocês podem ter imaginado que isso não pegou muito bem né? Portanto, fiquem atentos.

E você? Já passou por uma situação estranha/engraçada/caótica/nojenta com essa curiosa bebida? Ama ou odeia? Conta pra gente um pouquinho!

Cheers!

Você também gostará desses

Destilado de Guerra Um pouco da história do surgimento das primeiras bebidas destiladas no mundo. Relação de Córdoba, na Espanha, um pouco sobre guerra, um pouco sobre a ...
Tipos de Mulheres e suas bebidas Um toque feminino no PdB com nossa Loira dando dicas para os homens saberem mais sobre as mulheres e suas bebidas, e conquista-las de acordo com a beb...
Bartenders que se cuidem! Robô consegue fazer 2 dr... Um cruzeiro luxuoso da Royal Caribbean, o Anthem of the Seas, tem uma novidade interessante, um robô Bartender que prepara 2 drinks por minuto. Confir...
Nyan Nyan Nouveau: Japoneses lançam vinho para gat... Os japoneses resolveram "inovar" novamente. Acabaram de lançar um vinho para gatos. Sim, um vinho sem álcool feito exclusivamente para os felinos fofo...
Diga ao garçom que fico! Qualquer comemoração é um bom motivo para se apreciar uma cachacinha. Melhor ainda com as dicas para reconhecer uma cachaça de qualidade.
Drinks refrescantes – Parte 1: Sangria Calor forte chegando com o verão brasileiro, nada melhor que bebidas refrescantes, certo? A bebida de agora é a sangria, ótimo mistura de vinhos com f...

Compartilhe:

  • Antonio Fausto

    Só por causa desse trocadilho horrível “não te juro amor, te jurupinga”, essa bebida já merecia ser suspensa pela Anvisa, pelo Cade, pelo STF etc