Garrafa da cerveja Fischer Beer

Fischer Beer

“Review da cerveja francesa Fischer Beer, ótima garrafa, mas com um sabor normal, nada de surpreendente. Uma cerveja leve e para ser bebida em climas mais quentes.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (3 votes, average: 8.67 out of 10)
Loading...

Garrafa da cerveja Fischer Beer

Com o verão europeu você aprende muitas coisas legais. Primeiro, que cerveja é um conceito universal. Cervejas leves, ideais para refrescar, são mais consumidas em dias muito quentes, especialmente na praia. Segundo, que para um país com uma produção cervejeira tão diversificada como a Grécia, cerveja importada não é lá um grande apelo, e nem sempre significa qualidade superior.

Foi o que aconteceu comigo em Corfu recentemente. Dando aquele mergulho sagaz pós-trabalho (afinal, no verão europeu o sol só se põe depois das 20h), encontrei uma cerveja que me chamou a atenção: a Fischer Beer.

Garrafa da cerveja Fischer Beer

Produzida na cidade francesa de Schiltigheim (na região da Alsácia, colada na fronteira com Alemanhã e Áustria) mas presente em quase toda a Europa, a marca tem um diferencial que chama a atenção logo de cara: a garrafa simplesmente não possui rótulo! Ao invés do papel, leva o nome e a logo em relevo no próprio vidro! Bacana, hein?

Não julgue o livro pela capa

Garrafa da cerveja Fischer Beer

Apesar da garrafa criativa, a cerveja não surpreende tanto assim. Teor alcoólico na média, sabor leve, aroma e amargor idem, é uma cerveja que, bem gelada, desce muito bem em dias quentes, e só. Mas vale a pena pra conhecer, principalmente para beber com a galera, pois a cerveja só é vendida fora do seu país de origem em garrafa de 700ml.

Traga um copo e sua curiosidade, amigo!

Você também gostará desses

Review Cerveja: Meantime Coffee Porter Review dessa Porter Inglesa da família Meantime, a segunda já analisada pelo PdB. Boa, mas existem similares com preços mais em conta.
Cerveja da Grécia: Mythos Uma passagem pelo Leste Europeu e nosso forasteiro traz a principal cerveja da Grécia, a Mythos. Uma cerveja de apelo jovem, com um sabor suave e com ...
Review Cerveja: Weihenstephaner Hefe Weissbier Um review com essa cerveja de nome complicado, mas de uma boa refrescância. Mais uma cerveja de origem alemã sendo avaliada pelo Papo de Bar.
Yes, nós temos banana! Degustamos uma cerveja bem diferente e que leva banan, a Wells Banana Bread and Beer. A princípio pode parecer meio estranha, mas depois ela se torna ...
Review cerveja: Tucher Helles Hefe Weizen Review de uma cerveja de trigo muito boa, a Tucher Helles Hefe Weizen. Uma cerveja alemã com um aroma diferenciado e um sabor leve e diferente para um...
Review cerveja: Urthel Parlus Magnificum Review da cerveja Urthel Parlus Magnificum, ótima cerveja holandesa no melhor estilo Belgian Dubbel. Doçura moderada no início do gole, fraco e rápido...

Tags:

Compartilhe:

  • Eh, vendo essas cervejas dá uma vontade de beber para saber como é, mas infelizmente nunca vi vender por aqui…

  • Camilo

    Que irada a garrafa!

  • Camilo

    Que irada a garrafa! Pena que nunca vi e nem sei como conseguir uma dessas… mesmo porque mandar trazer para o Brasil tornaria a experiência de tomar cerveja meio dispendiosa…

    • com certeza meu nobre. só vai valer mesmo numa viagem pra europa… meio difícil, mas quem sabe 😀

  • Wallace Souza

    O engraçado é que o bar onde experimentei essa creva tem mesas, cadeiras e guarda-sóis (ou guardassóis?) patrocinados por outra marca de cerveja (que também escreverei sobre aqui em breve), então nem pude tirar foto do copo com a logo da concorrente pra não confundir. 😛

    • Wallace Souza

      “creva” foi excelente. “Cerva” seu imbecil!