Harmornização de Whiskies e Charutos

O Epicure Sommelier é o profissional especializado em combinar sabores e aromas de bebidas e alimentos. A arte de casar bebidas, alimentos e charutos é conhecida como harmonização. O objetivo da harmonização é evitar que a combinação escolhida possua um elemento que ofusque o paladar do outro. Mais uma vez, a combinação deve possuir equilíbrio perfeito.

Como já falamos por aqui, existem inúmeros tipos de Whiskies com os mais distintos sabores. Um Whisky mais encorpado requer uma bebida de sabor forte e paladar rascante. Um Scotch complexo, que envolve suavidade e um blend difícil de ser compreendido, será completamente subapreciado caso você o combine com uma bebida tão densa como café expresso.

Como harmonizar corretamente Scotchs, alimentos e charutos afinal?

Charuto e copo de whisky

Bem, essa é uma arte que requer muita prática e estudo. Entretanto, isso não impede nós, amadores, de tentarmos algumas combinações menos ousadas e já consagradas. Mantenha sempre em mente que a intensidade dos elementos da combinação deve ser semelhante. A seguir, algumas dicas para quem quiser apreciar uma harmonização entre Whiskies e charutos sem maiores riscos:

Charutos Corona

Os charutos coronas possuem muitas vezes uma cor mais clara, próxima do bege e não do marrom. A denominação capa clara indica que a queima de suas folhas produzirá um sabor menos intenso. Mesmo assim, coronas não são necessariamente suaves à ponto de você não poder combiná-lo com nada senão uma garrafa de água.

Charuto Dona Flor Corona

O tempo de degustação de um corona varia de pessoa para pessoa. Entretanto, é comum levarmos entre 30 e 40 minutos para terminar de queimar o charuto completamente. Esse é o tempo em que podemos utilizar para bebermos uma garrafa de uma boa cerveja pilsen. O corpo pouco acentuado das cervejas pilsen casam muito bem com a maioria dos coronas fazendo dessa combinação a escolha perfeita para o final de tarde.

Minhas dicas pessoais seriam um Dona Flor Corona da Bahia acompanhado de uma Bohemia tradicional.

Dificilmente encontraremos um Scotch tão suave quanto um corona é. Entretanto, um Whisky suave, amadeirado e envelhecido como Johnnie Walker Gold Label não causa tanto rascor como alguns de seus irmãos com sabores mais marcantes. O Gold Label é uma boa pedida para suavizar o corona ainda mais sem necessariamente neutralizar seu paladar.

Charutos Churchill

Charuto Churchill

Conta-se a lenda que Winson Churchill considerava o tamanho tradicional de um charuto insuficiente para saciar seu prazer em degustá-lo. Fidel Castro teria pessoalmente mandado fazer um charuto para o britânico que seria um dos maiores estadistas de todos os tempos. Para atender ao pedido do célebre apreciador da iguaria, o charuto Churchill foi produzido com alguns centímetros adicionais.

O maior comprimento desses charutos resultam em até 15 minutos extras de degustação. Devido à essa experiência prolongada, o corpo de um  Churchill não costuma ser tão acentuado como o de um robusto. A bebida que o acompanha também deve ser selecionada considerando essa duração adicional.

Por essa razão, deve-se evitar o consumo de Whiskies com muitas pedras de gelo enquanto degustamos um Churchill. Ao final da queima do charuto a água do gelo derretendo terá suavizado a bebida de tal maneira que o corpo moderado de seu Churchill terminará por fazer seu Scotch soar como água. A dica é fugir dos Whiskies adocicados que, após diversos goles, podem se tornar um pouco enjoativos.

Uma boa combinação seriam Scotchs single malte de corpo moderado, tal como Glenfiddich e um charuto Romeo Y Julieta Churchill.

Charutos Robusto

Charuto Robusto Montecristo no 2

Como Scotchs são bebidas tradicionalmente muito encorpadas, nada combinará tão bem com um Whisky rascante como o mais forte dos charutos: o robusto. Harmonizar um charuto robusto com um Scotch de blend marcante é uma experiência muito agradável. A combinação torna ambos elementos uma iguaria mais complexa e envolve novos prazes que, quando separados, nem o charuto nem o Whisky podem proporcionar. Além do mais, acertar o tom entre o corpo de um robusto e um blended Scotch é muito fácil.

Quase todos foram feitos uns para os outros. Nunca tive a oportunidade de saborear nada tão interessante quanto um Johnnie Walker Blue Label e um charuto Montecristo no. 2.

Finalizando

Um charuto e um copo de whisky

Experimente você também

Apesar de tudo o que escrevi, esse texto não deve ser interpretado como um manual. Tudo o que envolve nosso paladar não possui nada de científico, pelo contrário, é o mais subjetivo dos prazeres. Experimentar as suas próprias combinações pode acabar revelando novos sabores que ninguém mais descobriu. Uma bebida mais forte combinada com um acompanhamento menos encorpado é capaz de provocar uma impressionante e agradável suavização do segundo. Analogamente, um charuto robusto é capaz de amenizar muitos Scotchs Single Malt.

Fica aqui a sugestão pare que você compartilhe conosco suas combinações que deram certo, as que deram errado e o quão divertido foi o processo para chegar às suas próprias conclusões.

Você também gostará desses

Manekineko: Harmonização de drinks e comida japone... Aprenda a harmonizar drinks e comida japonesa. Nessa nossa experiência nós usamos Frozen, caipirinha, com Shimeji, Chips, Lula, dentre outros aperitiv...
Chez Bonbon – Bombons de cachaça, whisky, et... Chocolate com cachaça, champagne, rum, whisky? É possível uma combinação ser mais perfeita para nós, que adoramos uma bebidinha? Pois saiba que isso e...
Harmonização entre cerveja e comida, a procura da ... Harmonização com queijos e comida não é um privilégio somente para vinhos. Cervejas também combinam e muito com todos os tipos de queijos e comidas. U...
Harmonização de Saladas e Cervejas pro verão Nesse calor o organismo pede comidas mais leves. E que tal uma harmonização de saladas e cervejas? Veja como harmonizar os tipos de saladas com difere...
Whisky: O Guia Mundial definitivo A Editora Senac São Paulo traz para o Brasil um livro de grande sucesso no exterior, Whisky: O Guia Mundial definitivo. Escrito pelo mestre Michael Ja...
Degustação de vinhos. A prática o levará a perfeiç... Nosso sommelier inicia brilhantemente seus posts no PDB, citando a principal arte, a degustação de um bom vinho. Todos seus passos, etc.