Heineken investiu 1 bilhão no Brasil

“Somente no ano de 2015, a Heineken investiu 1 bilhão no Brasil em vários projetos que foram tanto imediatos quanto a longo prazo. Confira agora os projetos.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (1 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Olá, turma linda do PdB! Navegando por essa internet maravilhosa, vi essa notícia que a Heineken investiu 1 bilhão no Brasil! E isso tudo em 1 ano. São projetos, nem todos são para início de funcionamento imediato, mas os caras realmente acreditam no potencial do nosso mercado interno para crescerem por aqui.

Vamos lembrar que quando falamos de Heineken, nos referimos a proprietária de outras marcas também, como Kaiser, Desperados, Sol e Bavaria. E quando eles falam em crescimento e competitividade, isso envolve todas essas marcas e ainda algumas marcas futuras que possam aparecer.

Projetos da Heineken no Brasil

Entrada da cervejaria Heineken

Um dos projetos que receberá investimento será a nova cervejaria que eles estão construindo em Itumbiara, que fica no interior de Goiás. Essa deverá funcionar a todo vapor no início de 2018, gerando em torno de 700 empregos diretos e indiretos e produzindo 3,5 milhões de hectolitros de cerveja por ano! As marcas Heineken, Kaiser, Kaiser Radler, Sol Premium, Desperados e Bavaria serão produzidas lá.

No Paraná, na cidade de Ponta Grossa, já existe uma cervejaria deles que produz Heineken, Sol Premium e Kaiser Radler e recebeu mais de 240 milhões em investimentos de produção. Isso aumentará cerca de 1,4 milhão de hectolitros aos números da produção anual da cervejaria. A fábrica de Jacareí, no interior do estado de São Paulo, que produz as mesmas 3 marcas produzidas no Paraná, também foi contemplada com investimentos focados no aumento da produção, no total de 150 milhões de reais.

Garrafas de Heineken

Justificando todo o investimento, o presidente da Heineken Brasil, o sr. Didier Debrosse, afirma que:

O mercado nacional de cerveja é bastante desafiador e com grande potencial de crescimento.

Com os investimentos, a empresa visa criar outras categorias de embalagens e novas opções de logística, favoráveis ao escoamento da produção para diversos mercados, como disse em comunicado.

Finalizando

O fato é que esses caras acreditam e enxergam um grande potencial no Brasil. A procura pelas marcas deles aumentou e tende a continuar crescendo. E isso tudo é muito bom para nosso país! Em tempos de crise, conseguimos visualizar empresas que fazem a economia se movimentar com investimentos e geração de empregos. Que sigam assim!

Aquele abraço!

Fonte: Exame

Você também gostará desses

Como gelar cerveja rápido, LIKE A BOSS! Para testar se o método da Spin Chill realmente funcionava, nossos colunistas resolveram gravar um vídeo de como gelar cerveja rápido. Confira agora m...
Tem milho na minha cerveja As cervejas tradicionais, achadas em qualquer boteco hoje em dia são feitas com 45% de cereais não maltados como o milho e o arroz. E ainda por cima, ...
Armageddon, a cerveja mais forte do mundo Conheça a Armageddon, uma cerveja que tem 12x mais álcool que as cervejas convencionais, ou seja, 65% de graduação alcoólica. A cervejaria responsável...
Você consegue beber assim? Você consegue beber 6 pints de cerveja em 10 segundos? Claro que não! Mas tem bebedor profissional que consegue! Divirtam-se com os vídeos!
Gloss de cerveja e produtos de beleza com bebidas O mundo da vaidade está começando a atacar o mundo dos bebedores. A Heineken lança um gloss com sabor de cerveja e sites oferecem produtos com aromas ...

Compartilhe: