Impostos: Mais da metade da sua cerveja pertence ao governo

É meus amigos, isso mesmo que você leu ali em cima. Nós já estamos cansados de saber que o Brasil possui as mais altas taxas de impostos do mundo, os carros mais caros do mundo, os maiores juros e por aí vai…

O que muita gente não sabe é que isso vale também para a nossa querida cerveja. Aproximadamente 60% do que você paga pela sua cerveja vai para o governo.

O quê?! 60% de impostos?

É isso mesmo nobre beberrão, 60% do valor que você paga na cerveja é somente imposto! Pra entender como se calcula isso, veja esse zine abaixo:

Farei também uma breve observação:

Todos esses impostos se aplicam a todas as cervejarias, mas o que mais impressiona é que, as micro cervejarias artesanais são as que têm maior tributação, algo entre 30 a 40%, ou até mais, enquanto as grandes indústrias , pagam no máximo 25%. Injusto né? Pois é…

Isso talvez justifique o preço às vezes assustador das artesanais, uma vez que já encontramos cervejas brasileiras no exterior com preços bem parecidos aos aplicados aqui, porém quando as gringas vem pra cá, a coisa muda de figura, e muito!

O que eu penso sobre os impostos?

Bom, nosso governo perde uma grande oportunidade de alavancar um mercado promissor, que a cada dia que passa, cresce mais e mais.

Sem falar no MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), que proíbe o uso de certos ingredientes na produção e demora horrores quando o assunto é liberar registros de novas cervejas. Quer dizer, nem sempre… (entenderam?)

Rebelião sobre cerveja e impostos

Créditos: The Publican

É uma pena, o nosso mercado cervejeiro ser assim, quem dera seguisse os moldes do mercado americano por exemplo, onde todos tem o direito de produzir e comercializar cervejas. Grandes indústrias e pequenos produtores. Já aqui, o homebrewer (cervejeiro caseiro) não tem autorização para comercializar sua produção.

Felizmente, temos muitos bons representantes no mercado, que lutam por uma verdadeira revolução cervejeira.

Finalizando

Portanto, façamos a nossa parte, vamos produzir nossa própria cerveja, vamos valorizar mais as produções nacionais, até conquistarmos nosso merecido espaço entre as grandes indústrias.

Feliz serei, quando eu puder comprar a cerveja que meu vizinho produz, e vice-versa, por preços justos e sem muitos impostos.

Viva la revolucion!

Você também gostará desses

European Beer Star 2012 O European Beer Star é um evento europeu, que premia com ouro, prata e bronze, 50 categorias de cerveja. No total, são 1.366 cervejas de 45 países, in...
Brahma Seleção Especial Uma cerveja produzida com cevada cultivada na Granja Comary, a Brahma Seleção Especial tem edição limitada e exclusiva para a Copa do Mundo 2014 no Br...
Skol 360, uma proposta diferente Opinião do Papo de Bar sobre o novo produto da Skol, a Skol 360, uma cerveja com uma proposta nova, de não empapuçar, não deixar a pança estufada. Con...
Casa Skol – O point do Carnaval de Salvador Saiba tudo que a Skol preparou para fazer o Carnaval de Salvador perfeito! Com a Casa Skol, a marca quer democratizar o Carnaval
Cerveja WayDog, feita pela Way Beer A Way Beer fechou uma parceria com a BrewDog e criou a WayDog, uma cerveja exclusiva para o Bar da BrewDog em São Paulo. Session Pale Ale, com 3,8% de...
1842 – A cerveja mais antiga do mundo Historiadores descobriram no fundo do mar, em um navio, a cerveja mais antiga do mundo, a Stallhagen Historic Beer 1842. Reproduziram algumas garrafas...