Livro: O mundo do Whisky na dose certa

header-whisky

Sempre quando eu vejo um livro eu vejo a quantidade de páginas, pensando em quanto tempo levaria pra ler, entre outras coisas. Geralmente livros com muitas páginas são muito cansativos, vulgo Senhor dos Anéis que eu tenho em edição única com mais de 1200 páginas. E se um livro é curtinho, fininho, fica mais tranquilo e rápido de se ler e acabam atraindo mais.

O mundo do Whisky na dose certa

Agora imaginem um livro que além de ser fino, tem um conteúdo muito bom e de utilidade extrema? Foi essa a impressão que eu tive do livro “O mundo do Whisky na dose certa“.

Características

Livro deitado

O livro tem 159 páginas, às vezes pode não parecer tão fino assim, mas ele possui muitas imagens e as letras são grandes, o que facilita bastante a leitura. Tem uma capa dura bem resistente e de uma qualidade muito boa, fora as páginas, que são de um papel muito bom, não é aquela folha vagabunda que estamos acostumados por ae só pra baratear.

Uma coisa que eu achei interessante foi que o livro possui no final um exercício, com algumas perguntas sobre whisky e afins, pra ver se você aprendeu mesmo sobre. Bem interessante a ideia. E claro, também possui um glossário do whisky, bem útil por sinal.

Tá e o conteúdo do livro?

Livro aberto

Adivinhem? É sobre whisky, olha que legal 🙂 Bem interessante, fala bastante sobre a Escócia, suas divisões e onde é fabricado cada estilo de whisky em cada região da Escócia. Tem um capítulo inteiro falando sobre a Escócia, o idioma gaélico, Lago Ness, entre outros.

Tem um capítulo bem completo sobre a história do whisky, seus estilos, diferenças entre whisky e whiskey, estilos de whisky fora da Escócia.

Tem um capítulo curtinho, poderia ter algo a mais nele, mas ficou de bom grado, sobre acompanhamentos para a degustação do whisky. Algo interessante foi ter falado sobre as regras no rótulos das garrafas de whisky, as informações, entre outros.

Mostram um capítulo sobre os tipos de whiskies escoceses, os single malts, os blendeds, etc. Mas falam também sobre os outros estilos como o whisky orgânico, o whiskey americano e irlandês, assim como o single malt no Japão. Este último que possui a maior destilaria de single malt do mundo, essa eu não sabia.

interna-livro

Interessante também são as sacadas “Na dose certa”, que é tipo um pequeno box com dicas e informações bem interessantes sobre o assunto especificado na página.

Informações sobre o livro

O livro é do autor Milton Pires com um prefácio do José Augusto Caiuby, presidente da Sociedade Brasileira do Whisky, e foi lançado pela Editora Novas Ideias em 2008 e pode ser comprado nesse link aqui.

Na página tem um parágrafo interessante:

Com linguagem simples e acessível, o livro revela segredos, métodos de fabricação, origens e diversos detalhes que só um expert pode revelar.

É exatamente isso que o livro transmite.

Melhorias e sugestões

Achei o livro muito bom por ser pequeno, etc, mas algumas partes faltaram um conteúdo mais rico, como a parte de degustações. No final tem um parágrafo falando de whisky e saúde, creio que algo com um pouco mais de conteúdo ficaria melhor. Existem números e tudo mais, mas poderiam ter focado também no Brasil, quais marcas são mais vendidas, qual a idade de whisky que mais se bebe, etc.

Uma coisa que pode ser bem tosca da minha parte, mas tudo bem, é que o livro não possui um marcador próprio, portanto eu tive que usar um marcador de livro. Pode ser besteira, mas eu odeio marcadores de livros 🙂 Mas talvez seja por causa da capa dura.

Finalizando? Ainda não.

Pensou que tinha acabado? Não não meu nobre. Preparei uma surpresinha pra vocês. O PdB vai dar de presente pra um de vocês um exemplar desse livro, mas agora não será nada envolvendo o twitter, nem nada disso, vai ser por aqui no site mesmo. Eu deixei um exemplar do livro pelo site, ele está numa página específica, uma única onde aparecerá a capa do livro e que pode estar em qualquer parte do site, qualquer canto, portanto não deixe de verificar cada canto da tela.

A dica que eu deixo é que tem relação com o termo deste post, whisky, logicamente. Verifiquem tudo que possa ter relação com whisky no PdB, o primeiro que consegui achar, publique um comentário aqui com a página específica e onde o livro estava.

Boa caçada e um brinde.

Você também gostará desses

Cachaça Havana Anísio Santiago, a melhor cachaça d... Conheça o segredo da melhor cachaça, o orgulho dos brasileiros: A grande Cachaça Havana Anísio Santiago.
Review cerveja: Meantime London Porter Bom modelo Porter da cervejaria Meantime, que geralmente produz ótimas cervejas. Espuma volumosa, forte presença de malte caramelado e café.
Cerveja: Review Unibroue Raftman Um review de uma cerveja canadense, a Unibroue Raftman, mas com ares de Ale Belga e malte de uísque e um sabor bem equilibrado.
Review Cerveja: Meantime Coffee Porter Review dessa Porter Inglesa da família Meantime, a segunda já analisada pelo PdB. Boa, mas existem similares com preços mais em conta.
Manekineko: Harmonização de drinks e comida japone... Aprenda a harmonizar drinks e comida japonesa. Nessa nossa experiência nós usamos Frozen, caipirinha, com Shimeji, Chips, Lula, dentre outros aperitiv...
Review cerveja: Flying Dog Double Dog Review de um cerveja forte de uma ótima cervejaria, a Flying Dog. A cerveja Double Dog, bem lupulada, avermelhada e espuma densa. Harminiza com salsic...