Lulu, o machismo e o feminismo

Nas últimas semanas um aplicativo invadiu as redes sociais e os smartphones de 9 entre 10 mulheres. O nome do aplicativo? Lulu. O aplicativo tem como objetivo oferecer uma forma, anônima, das mulheres avaliarem seus parceiros, namorados, ex-namorados e por aí vai. Quem pode ver as avaliações? Apenas outras mulheres.

Lulu de Luluzinha

Lulu, mulheres loucas na balada

Sim, você logo pensou: Lulu de clube da Luluzinha… Isso mesmo! A tecnologia conseguiu levar aquelas conversas de bar, onde amigas se encontram para tomar um chope e falar como foram suas semanas (isso inclui homens), para dentro da telinha do celular. A idéia parece interessante, não é mesmo? Mas na opinião deste autor que vos escreve, não é.

O Lulu é um grito a favor do feminismo!

Será? Li alguns artigos onde o Lulu era defendido como um grito feminista: finalmente as mulheres teriam um canal de comunicação onde poderiam julgar os homens como eles as julgam.

Agora eles vão ver como é!

O aplicativo oferece a possibilidade de as mulheres avaliarem os homens através de uma pontuação e também através de hashtags: #PagaAConta, #TresPernas, #SabeDasCoisas, #AiSeEuTePego, #ApaixonadoPelaEx, #MaisBaratoQuePaoNaChapa e por aí vai… Mas não seriam essas hashtags extremamente machistas?

O que há de feminismo no homem pagar a conta? “O homem pagar a conta é cavalheirismo”, dirão algumas mulheres. Mas não seria o cavalheirismo uma forma de machismo?

Vivemos em uma sociedade machista, é verdade. Algumas nobres mulheres lutam, de forma contundente e inteligente, para mudar as coisas. Não querem um mundo feminista, buscam apenas o equilibrio. E, onde se encontra este esquilibrio?

No Lulu? Creio que não.

O Lulu dá espaço para premiar ou punir homens segundo critérios completamente dentro do padrão machista no qual vivemos. Ao avaliar um homem no quesito “Educação”, qual seria a pior resposta que uma mulher daria? #PedePraPagarOMotel? #PedePraDividirAConta?

Vamos falar mal desses vagabundos!

Vamos falar mal desses vagabundos, mas aqui no bar!

Créditos: Maarten Van de Voort

Aqui vale uma reflexão: por que para as mulheres é tão importante que os homens paguem a conta? Pense nisso!

O Lulu é um lustrador para egos masculinos e uma ferramenta de vingança para corações partidos. O Lulu, na verdade, reforça alguns esteriótipos femininos:

  • mulher só sabe falar mal de homem
  • mulher é tudo recalcada

Também reforça o fato de que alguns homens necessitam que seus egos sejam constantemente massageados. Tem gente que é movido a elogios. Vemos isso diariamente dentro do mundo corporativo. Não é a toa que os departamentos de RH vivem criando mecanismos para “reconhecer” seus funcionários. Tem profissional que só trabalha motivado se recebe elogios. Na vida pessoal também funciona dessa forma.

O que se vê no aplicativo, que é extramamente desrespeitoso, é um bando de mulheres avaliando mal ex-parceiros que não as trataram como elas achavam que mereciam, e homens pedindo que amigas deem boas avaliações a eles, já que seus egos não cabem somente dentro dos seus cérebros ou suas calças.

Lulu, um app desrepeitoso

Sim, escrevi que o aplicativo é desrespeitoso. Para que um homem seja avaliado basta que este tenha uma conta no Facebook. Nenhum tipo de autorização lhe é solicitada. Invasão total de privacidade!

No Facebook, e em outros aplicativos, você cria sua conta, e somente pessoas que você autoriza através de curtidas ou listas de amigos possuem acesso as suas informações.

Conclusão

É desse tipo de Lulu que eu tô falando!

É desse tipo de Lulu que eu tô falando!

Créditos: Dustin Finn

O Lulu é um aplicativo raso, tanto para homens quanto para mulheres. As hashtags que apontam defeitos e qualidade talvez façam sucesso entre o público adolescente, mas não creio que adultos consigam levar a sério o que é disponibilizado pelo aplicativo. Você quer “avaliar” como é um sujeito? Aproxime-se. Nada é mais gostoso do que a conquista.

Quer conhecer gente de verdade? Vá para a rua: bares de preferência. Tire suas conclusões através de suas próprias experiências. E, se gosta de dividir as experiências com as amigas, marque um chope. Jogue conversa fora.

Quer avaliar o Drunk’N’Roll? Chama ele pra sair! \m/

Vá viver! Um brinde!

Você também gostará desses

Garota do tempo da Skol A Skol lança um gadget interessante com a previsão do tempo, de uma forma muito atraente e etílica, interações com os usuários, entre outros.
Apps que todo bêbado deve conhecer Você bebe? Usa muito Smartphone? Então veja essa lista de aplicativos que todo bêbado deveria ter. Desde contador de cerveja e bloqueador de ligação p...
FaceDeal: A queda do último refúgio – O Bar!... O FaceDeal é um aplicativo que trabalha integrado com uma câmera em estabelecimentos comerciais. Você entra no estabelecimento e a câmera focaliza o s...
Case para iPhone com abridor de garrafa e lata Compre agora um case para o seu iPhone 4/4s que possui um abridor de garrafas e latas de cerveja. Feito de um plástico bastante resistente, o abridor ...
Acessório feminino que ajuda a aumentar os peitos&... A "Wine Rack Bra" parece um sutiã esportivo normal, mas na verdade tem capacidade para armazenar 750ml (uma garrafa inteira de vinho) dentro do bojo. ...
BOx, um abridor de garrafas que avisa quando seus ... Um abridor de garrafas de cervejas que avisa aos amigos quando você vai beber e vice-versa. Uma boa ideia como essa, só podia vir de bons amigos