Mineiras e cachaças

É pessoal, depois de muito tempo sem aparecer eis que o filho pródigo à casa volta!

Estive pensando muito no que escrever e nada, continuava pensando e nada até que com a vitória do Rio de Janeiro às olimpíadas de 2016 a imagem do nosso grandioso Mussum apareceu e a com ela inspiração foi chegando.

Yes, we créu

Créu mermo Mussumzis

Créu mermo Mussumzis

Comecei a lembrar da minha infância e juventude no interior das Minas Gerais e resolvi compartilhar um pouquinho com vocês da experiência adquirida e principalmente comentar sobre as mineiras e a marvada.

Quem pensa que mulher não sabe beber é que não conhece nenhuma mineirinha nascida no interior e desmamada na pinga. É isso mesmo, no interior do meu grande estado as meninas aprendem a beber pinga desde pequenininhas o que faz com que fiquem completamente imunes aos sintomas da mesma.

Eu como todo bão mineiro também comecei a experimentar a cachaça ainda jovem, cresci bebendo a branquinha de virada até um dia que fui disputar com a namorada de um primo meu e aí foi meu erro.

Festinha no interior, todo mundo presente e de repente encontro a namorada do meu primo. Começamos a conversar beber um pouco e então ela me chama para o vira-vira, eu todo petulante com minha masculinidade posta à prova aceito e a disputa começa!

Enquanto isso…

Garrafa de cachaça caindo num copo

Desce a primeira, segunda, terceira e a menina do mesmo jeito. Viramos a quarta, quinta e começo então a sentir os efeitos enquanto ela nem suava. Na sexta dose minha vista começa a embaçar e então que vem a sétima, nessa aí só Deus sabe o que aconteceu, num lembro de mais nada da festa e o que me contam é que o Batman parecia normal perto de mim.

A menina então continuou firme e forte, dizem por aí até que tomou mais alguma depois que parei mais acho que isso é intriga da oposição.

Então amigos, se alguma mineirinha lhe chamar pro vira-vira toma cuidado porque a ressaca moral chega a doer mais do que a que a cachaça vai te deixar.

E você hoje?

Hoje prefiro só degustar minha cachacinha, umas caipirinhas e se alguma mineira me desafia já arrumo uma desculpa logo. Esse trem é perigoso e não quero correr o risco de passar vergonha novamente.

Fica aí um conselho pros amigos, se alguma mulher te desafiar checa antes as referências porque a queda pode ser feia.

Esse aí é um amigo mais falaram que fiquei +- assim...

Esse aí é um amigo mais falaram que fiquei +- assim...

E se Deus quiser logo nóis volta pra proseia e toma mais uma!

Você também gostará desses

Cachaça João Andante Conheça a cachaça João Andante, do interior de Minas Gerais, como não poderia deixar de ser uai. Uma cachaça deliciosa e suave e com muita cultura na ...
Levou um pé na bunda? Beba até segunda! Tomou um pé na bunda? Terminou um relacionamento? Relaxa, você não é o único na lista. Divirta-se com estrofes sobre relacionamentos e bebidas.
Drinks com cachaça: Rouge e Sagatiba Espelho Alguns drinks feitos com cachaça, agora é a vez do Rouge e Sagatiba Espelho, drinks leves e suaves, com frutas refrescantes, bons para serem tomados n...
Pinga, cachaça, branquinha, marvada… Se você é chegado numa branquinha ou amarelinha, aprenda a degustar com categoria esse produto originalmente brasileiro, com classe e moderação!
Tipos de Mulheres e suas bebidas Um toque feminino no PdB com nossa Loira dando dicas para os homens saberem mais sobre as mulheres e suas bebidas, e conquista-las de acordo com a beb...
Aguardente Musa: Yes, nós temos bananas! Bate papo, praia, sol, cervejinha, paquera. Tudo pra uma noite perfeita. E pra melhorar, mulheres lindas que gostam e sabem sobre cachaça, especificam...