Mondial de La Bière – Primeiro Dia

E aí, sagazes consumidores de álcool!? Essa semana o Rio de Janeiro está agitado com a primeira edição do Mondial de La Bière em terras tupiniquins. Mais certo do que o malte na cerveja, estivemos lá no primeiro dia do evento e gostaríamos de passar algumas impressões.

Organização

Mondial de La Bière

Evento mundial, pela primeira vez no Rio de Janeiro

Ponto forte no evento, desde o credenciamento até a entrada, tudo muito organizado, sinalizado e com pessoas bastante receptivas. Nas bilheterias, senti falte de mais número de atendentes, pois grandes filas foram formadas e levei bastante tempo para comprar os tickets.

A disposição dos stands, dos pontos de hidratação e a velocidade do pessoal da limpeza, foi um espetáculo à parte.

Segurança

Outro ponto forte foi a segurança, para todo o lugar que você olhava, tinha um profissional de segurança, supervisionando tudo. O fato do número de ingressos ter sido limitado, também ajudou bastante, contribuindo para o espaço não ficar absurdamente lotado.

A área externa ficou muito bem organizada com mesinhas e um bom espaçamento.

Local

Mondial de La Bière

Mais de 450 rótulos de cervejas do mundo todo.

A mudança de lugar em cima da hora, realmente me assustou, pois esperávamos o evento no porto maravilha, e por causa das obras da perimetral, isso não foi possível.

Mas a área total do novo local (terreirão do samba) foi muito bem diagramada, banheiros limpos, boa iluminação e boa sinalização, não deixaram a peteca cair!

Sorte, Surpresas e Simpatia

3 Coisas marcaram o Mondial de La Bière nesse primeiro dia:

A primeira delas, foi a simpatia do pessoal da cervejaria Insana. Donos de um bom humor invejável, saíram do stand e engataram em altos “Papos de Bar” com a nossa equipe. De clima à futebol, nos divertimos bastante. Aproveitamos para experimentar seu novo lançamento, uma American Pale Ale de primeira.

A segunda, fica com inovação da cervejaria Jeffrey com a refrescante Niña. Uma cerveja com toques de limão siciliano e coentro jogam o drinkability dessa witbier lá em cima.

A terceira, porém não menos emocionante, foi a saga da cervejaria Fraga, que já estava com tudo certo para o lançamento de sua novíssima blonde no evento, não fosse pelo MAPA (registro no ministério da agricultura, que aprova a comercialização das cervejas) que ainda não tinha saído. Mas, às 16:30 do dia do evento, o MAPA saiu, e pudemos conhecer a nova “filha” da cervejaria, uma blonde ale que surpreende logo de primeira com um pouco mais de lúpulo do que o normal da categoria. Realmente muito boa!

Finalizando

Mondial de La Bière

O papo tá bom, mas agora eu vou lá beber mais uma!

Digo e repito pessoal. Para quem puder, faça um esforço e visitem o Mondial de La Bière. São mais de 450 rótulos de cerveja e excelente gastronomia.

Um evento mundial, que merece toda atenção!

Você também gostará desses

Terrazza Martini – o espírito italiano toma ... Confira o Terrazza Martini, organizada pela icônica marca italiana no Sky Hall Terrace Bar, em São Paulo. Teve apresentação das suas novas garrafas de...
E o Mondial de la Bière 2018, como foi? Mais que um evento cervejeiro, o Mondial de La Bière 2018 é uma celebração, com boas cervejas, muitas conversas e vários brindes. Veja como foi!
United Beers os the World: Cervejas que unem o Mun... A Heineken lança uma campanha fodástica, a United Beers of the World, com várias cervejas de vários países com o intuito de que a pessoas conheçam nov...
Festival de Premiação do IV Concurso Nacional de C... Evento da AcervAs pra divulgar os vencedores do IV Concurso Nacional de Cervejas Artesanais, que sempre rola todo ano para divulgar mais a cultura cer...
Como sobreviver à Oktoberfest de Munique A Equipe do PdB esteve presente na Oktoberfest de Munique, a principal e maior Oktoberfest do mundo. Muita cerveja, comida, diversão e história pra co...
Lollapalooza Brasil 2017 será fantástico! Veja toda a programação e todas as informações sobre comidas, food trucks e bebidas que vão rolar no evento Lollapalooza Brasil 2017.