Nem toda economia vale a pena

Eu não sou fresca pra comida, muito menos pra bebida. Meu drink preferido é gin com tônica, mesmo tendo que ouvir aquele velho papo que os amigos dos nossos pais gostam de falar: “Gin é o fim do poço. É a bebida do capeta”. Eu digo que não tem problema.

Fecho a noite abraçada com ele e está tudo certo. Eu, o capeta e o Snoop Dogg no Gin… que belo trio! Visualizou? É. De fato pra eu estar com o Snoop Dogg em uma noite eu tenho que ter abraçado o capeta mesmo.

Economia nem sempre…

Garrafas de vinho barato

Err... Melhor não...

Créditos: Alan

Mas, falando sério agora. Eu não entendo profundamente de bebida nenhuma, mas também não sou tão leiga a ponto não de saber que um vinho de 2 dólares é pedir pra ter ressaca.

Eu entro nas lojas de bebida aqui e vejo um mar de vinhos baratos. Meu instinto me diz pra pegar a garrafa bonita com rótulo dourado produzida na Califórnia, mas meu bolso diz que eu só posso pegar aquela com a rolha de plástico que vem lá do Peru.

Sem dinheiro vai o mais barato mesmo

Fazer o que, né? Eu tinha que levar bebida pra uma festa, mas estava sem dinheiro. Resolvi que era melhor comprar cerveja mesmo e comprei logo uma Bud Light que não engorda tanto e é barata. Brabo é que eu estava com vontade mesmo era de tomar um vinho, mas eu não poderia chegar na festa com uma garrafa tosca de 2 dólares.

Ah, deixa prá lá! Vamos na cerveja mesmo que está tudo certo

Chegando na festa a dona da casa me pergunta:

  • – Quer cerveja ou vinho?
  • – Opa! Quero um vinhozinho, lógico.

Começaram os trabalhos

Mulher bebendo vinho com dedo na boca

Hoje eu tô facim...

Créditos: mina.lystad

E lá fui eu. Uma, duas, três, quatro, cinco, DEZ taças de vinho. Na verdade, nem sei quantas taças foram. Conversa vai, conversa vem e só eu virando as garrafas no meu copo. Notei que era a única que estava tomando vinho. Depois que eu já estava morrendo de calor, de sono e os dentes já estavam roxos resolvi ir na cozinha pegar uma água.

Quando olho para a pia da cozinha todas as garrafas de vinho estavam lá. Novinhas, fechadas e cheias. Fiquei alguns minutos lendo os rótulos, admirando as rolhas (coisa de gente bêbada) e foi quando senti um soluço subindo. Larguei a garrafa que estava na minha mão e me apoiei na pia, pois os soluços estavam mais frequentes e aquilo começou a me enjoar.

Fudeu, vambora!

Senti um arroto subindo (mulher também arrota, ok?) e resolvi pedir ao meu marido que fôssemos embora. Sentei do lado dele, interrompi a conversa e falei no ouvido dele:

  • – Vamos embora?
  • – Ok. Já vamos.

Meia hora se passou e eu comecei a sentir o vinho subindo e queimando minha garganta. Então, fui até a cozinha procurar uma Coca-Cola pra ver se aquele mal estar passava. Antes de abrir a geladeira reparei que tinha um adesivo colado nas garrafas de vinho que estavam em cima da pia. Cheguei mais perto para ler o que estava escrito e com muito esforço, pois minha vista estava embaçada, enxerguei os seguintes números: “235”.

Prateleira de vinhos baratos vazia

Cretina, levou todos os vinhos baratos!

Créditos: Alexander Baxevanis

Uau. Esse povo é rico mesmo, afinal 235 dólares em cada garrafa de vinho não é pra qualquer um. Olhei em volta e reparei que estava numa casa muito simples, então concluí que eles não poderiam ter gasto tudo isso. Olhei de novo e reparei que tinha um PONTO separando o 2 do 35 e foi aí que entendi que o preço do vinho era $ 2.35! Agora eu estava entendendo o porquê daquele mal estar dos infernos.

VINHO BARATO DOS INFERNOS!!

Senti o meu jantar subir para garganta. Eu estava PRONTA pra sair daquele lugar correndo, afinal eu não poderia pagar o mico de vomitar na primeira vez que ia na casa da mulher. Cheguei de novo no ouvido do meu marido, mas dessa vez eu não sussurrei. Falei alto pra ele entender bem (ainda bem que o povo não entende português):

  • – Eu estou passando mal. Se a gente não for embora AGORA, vou vomitar bem aqui.

Na mesma hora ele se levantou e disse:

  • – Então, pessoal. Temos que ir. Esquecemos de dar a comida do cachorro.
Tampa de privada com papai noel abrindo os braços

Vem nimim SUA LINDA!

Créditos: Lalá Artesanatos

Em 3 minutos consegui me despedir de todo mundo e entrar no carro. Pra piorar estava nevando muito e meu marido não podia dirigir muito rápido. Pensei que fosse morrer,  mas não morri. Cheguei em casa e corri pro abraço. Abracei a privada e fui feliz.

Mão de vaca fdp

Depois de tomar 1 Plasil e 1 Pantoprazol, remédios que não saem do meu campo de visão diário, amaldiçoei a desgraçada da dona da casa que foi mão de vaca e comprou aqueles vinhos vagabundos.

Agora quando ela vier aqui em casa não vou nem servir água da pia, pois aqui a água da pia é potável. Vou logo servir a água da privada pra ela sentir que nem toda economia vale a pena.

Você também gostará desses

Sangria de vinho: Um Sol Pra Cada Um No calor é difícil beber bebidas quentes, principalmente um bom vinho. Mas pensando nisso foi inventado uma Sangria de vinho: Um Sol Pra Cada Um. Conf...
Para o adeus, uma taça de vinho e um cigarro ao pô... Carsten Flemming estava internado no Hospital Universitário de Aarhus após sofrer um aneurisma na aorta. Seu último pedido foi um cigarro e uma taça v...
Jacuzzis e uma banheira pra seis pessoas, por favo... Conheça a história de um casal que estava atrás de uma jacuzzi para sua casa, mas acabou parando num motel cheio de jacuzzis e pessoas dentro. Confira...
Isso que eu chamo de ter peito Nada como tomar um shot bem servido, ainda mais se quem te serve são um belo parte de peitos.
O álcool, a beleza e as ciladas da vida A vida sempre nos prega algumas ciladas, principalmente pra quem bebe além da conta. Quem nunca acordou com uma pessoa feia do lado, sendo que na noit...
Suporte para taças de vinho Um suporte de vinho exclusivo para homens e lésbicas, não tem onde colocar sua taça de vinho enquanto pausa num gole e outro? Acabaram os seus problem...