Nova carta de cervejas do Rota 66

“Confira agora o lançamento da nova carta de cervejas do Rota 66. São cinco cervejas artesanais do Rio de Janeiro, todas saborosas. Veja quais são os rótulos.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (No Ratings Yet)
Loading...
468x60 - Acessorios

Olá minha gente chegada nos belisquetes e biricuticos! Demorei, mas voltei para continuar a prosa sobre comida por aqui no PdB! Vim comentar sobre a nova carta de cervejas do Rota 66, que está bem bacana.

Quais as novas cervejas do Rota 66?

cardapio com as cervejas do rota 66

São cinco rótulos:

  • Dois da cervejaria Mohave: a Bandita, Strong Ale com 8,7% de álcool e a Coyote, Premium American Lager com 5% de álcool;
  • Mais dois da cervejaria Green Lab: a Jazzy, Ginger Ale com 7% de álcool e a Hip Hops, American Pale Ale com 5,1% de álcool;
  • Por fim, a Praya, Witbier com 5,35% de álcool.

As cervejas são todas muito boas e combinam muito bem com o cardápio do Rota 66. Foram excelentes escolhas, na linha das artesanais que agradam aos diferentes gostos porque elas são cervejas fáceis de beber.

cerveja praya

A gente não fica com aquela sensação de que encheu o pandulho de cerveja e só quer dormir. Sem contar que eles estavam precisando de umas opções de cervejas mais bacanas.

cerveja jazzy

Eu adoro cerveja e lembro até hoje o dia que resolvi experimentar a XX Equis lá, foi frustrante e desde então só bebia Michelada.

Qual você preferiu?

Das novas os destaques pra mim são três:

cerveja hip hops

  • A Praya, Witbier que leva limão siciliano no preparo e foi bem acompanhada do ceviche. Achei a combinação bem boa e perfeita pra um dia quente quando você só quer uma cerveja gostosa geladinha e uma comida leve.
  • A Jazzy, Ginger Ale super saborosa, que além do gengibre, leva aveia e favas de baunilha em sua composição. Achei boa opção com as costelinhas ao molho barbecue.
  • A melhor da noite pra mim, que sou chegada em cerveja mais forte e mais amarga, foi a Hip Hops, a American Pale Ale da Mohave. Essa cerveja e aqueles nachos com guacamole e carne, humm… combinação ideal.

Finalizando

O fato é que, preferências à parte, os cinco rótulos são ótimas opções e combinaram muito bem com o cardápio do Rota 66, que ainda teve o cuidado de escolher cervejarias cariocas.

Vale passar e experimentar.

Você também gostará desses

Heineken e Samuel Adams boicotam desfiles de St. P... Os grupos gays não tiveram permissão para festejar abertamente em meio aos desfiles do St. Patrick's Day. Com isso, Heineken e Samuel Adams boicotaram...
Impostos + impostos = Cerveja mais cara Os consumidores de cerveja sofrem com os altos preços, mas as cervejarias artesanais também sofrem bastante. Mais uma vez no ano teremos cerveja mais ...
A Cultura cervejeira Belga é Patrimônio Cultural d... A Cultura cervejeira Belga foi considerada patrimônio cultural da humanidade pela UNESCO. Confira o que muda nessa cultura adorada por todos.
Cerveja artesanal em lata?! Venice Beach vem aí! A empresa DaLata uniu-se a Cervejaria Dádiva para criar a primeira cerveja artesanal brasileira em lata, a Venice Beach.
Cerveja WayDog, feita pela Way Beer A Way Beer fechou uma parceria com a BrewDog e criou a WayDog, uma cerveja exclusiva para o Bar da BrewDog em São Paulo. Session Pale Ale, com 3,8% de...
Cerveja por alguns bilhões A AB Inbev, gigante do setor cervejeiro, pretende fazer uma proposta de compra para a SABMiller.

Compartilhe: