O Carnaval

O último artigo da sequência do assunto “Carnaval”. Esse post é um desabafo sobre a qualidade das cervejas no carnaval e por quê não fora dele também?

É chegado o tempo de folia e curtição. Corpos suados exalando pecado, música alta, calor da emoção, atos libidinosos, fetiches e muita cerveja. MUITA MESMO.

A Skol, principal patrocinadora do carnaval de Salvador, por exemplo, estima que a produção de cerveja aumente em até 40% no período que corresponde ao carnaval.

Ótimo você pensaria!

Garrafa de cerveja

Pois não é tão ótimo assim. Infelizmente, no Brasil pelo menos, aumento de produção é igualmente proporcional a queda de qualidade.

Ta difícil entender esse cara em!!!?!?

Significa que quanto mais se produz, pior a cerveja vai fica. Já é sabido que no Brasil um decreto de nº 2.314 de 4 de Setembro de 1997, cujo o mesmo regulamenta uma lei de nº 8.918 de 14 de Julho de 1994 e que por sua vez dispõe sobre a padronização, classificação, o registro, a inspeção, a produção e a fiscalização de bebidas que diz em seu artigo 63 § 2º alínea a:

  • § 2º Parte do malte de cevada poderá ser substituído por cereais maltados ou não, e por carboidratos de origem vegetal transformados ou não, ficando estabelecido que:
  • a) os cereais referidos neste artigo são a cevada, o arroz, o trigo, o centeio, o milho, a aveia e o sorgo, todos integrais, em flocos ou a sua parte amilácea;

Ou seja caros colegas, tamô bebendo porcaria!

Aí alguém diria: Quem em pleno carnaval de Salvador ou qualquer lugar do Brasil vai estar preocupado com isso!?

Vocês eu não sei, mas eu estou. É intolerável que enfiem-nos garganta a baixo tamanho desaforo. Já não basta o nosso amigo Guilherme IV, duque da Baviera, estar se revirando no caixão. Temos que nos manifestar.

É louvável o trabalho das micro cervejarias em todo o país. Mas ainda há um grande abismo entre as boas cervejas artesanais e o povo brasileiro. Enquanto aceitarmos as Cervas que nos empurram estamos contribuindo para a baixa na qualidade.

Claro que gosto não se discuti. Muitos não abrem mão de uma gelada com os amigos. É o costume brasileiro, é a condição sócio-politica-econômica do povo. Mas seja como for lutemos pela nossa cervejinha de cada dia que esteja cada vez melhor. CHEGA DE CEREAIS NÃO MALTADOS (arroz, milho e outras porcarias).

Você também gostará desses

Brasil recebe pela 1ª vez o Campeonato Mundial de ... Pela primeira vez, o Brasil sediará o IV Campeonato Mundial de Sommeliers de Cervejas nesse sábado, 18 de julho, na feira Degusta Beer & Food, em São ...
Brasileiras são eleitas as melhores cervejas do mu... Em setembro, rolou o World Beer Awards e algumas brasileiras foram eleitas as melhores cervejas do mundo!
Copa do mundo, cerveja e o espírito brasileiro Copa do Mundo, maior evento futebolístico e quiçá do esporte mundial. Evento que para países, que para pessoas, une torcidas rivais atrás de um único ...
Magrela, a cerveja sem lúpulo A Cervejaria Nacional lançou a Magrela, uma cerveja sem lúpulo, feita com ervas, flores, folhas e raízes, erva doce, cravo, canela, coentro, louro, pi...
Ambev lança cerveja NOSSA A cervejaria Ambev lançou uma novidade com a cara de Pernambuco, com todo gosto. É a cerveja NOSSA, uma american lager leve, bem como a galera local g...
Brahma Seleção Especial Uma cerveja produzida com cevada cultivada na Granja Comary, a Brahma Seleção Especial tem edição limitada e exclusiva para a Copa do Mundo 2014 no Br...