O Narguilê e Jeremy Joseph

Foto de um Narguilé

Há algum tempo, eu comprei um Narguilé (ou Arguile, ou Narguilê, ou Kookah, ou Shisha, como queira). Estava empolgado com o ritual de preparar e os sabores e a confraternização na hora de fumar. Sempre convido amigos até a minha casa para beber e fumar. O lance é que sempre aparece alguém para dizer:

Ei, Jeremy! Por que você não coloca alguma bebida aí dentro? Deve ficar bom!

Sabe como é a cabeça vazia: qualquer ideiazinha acaba virando um plano mirabolante mais cedo ou mais tarde! Aproveitando que eu recebi uns fumos novos e nessa remessa veio um de menta muito bom, eu resolvi testar a sugestão e coloquei cachaça no lugar da água.

Mas antes de qualquer coisa, você sabe do que eu estou falando?

Narguilé é uma espécie de cachimbo que usa água como filtro de impurezas. Na base você coloca a água, no topo, ou fornilho, você coloca o tabaco aromatizado com essências de frutas, cobre com um papel alumínio, põe um carvão em cima e quando você fuma, a fumaça passa pela água e só o que resta é um sabor excelente na boca. No meu caso, eu coloquei a cachaça no lugar da água.

Foi bom pra você?

Fumando um narguilé

Bom, não fiquei bêbado nem nada, mas a experiência de inalar a cachaça foi uma das mais inusitadas que já tive! Até pensei em criar caipirinhas de fumar! Coloca-se fumos de limão, ou de qualquer outro sabor e fuma-se uma caipirinha! Incrível, não?!

O sabor da cana se pronunciava a cada tragada e misturado ao frescor da menta presente no fumo fez com que a mistura ficasse ainda mais interessante! Como não podia deixar de ser, eu tinha uma cobaia para experimentar a loucura comigo e para a minha surpresa, o que antes parecia disparato foi muito bem avaliado. Já estou imaginando novos sabores e depois eu conto como foi!

Finalizando

Só para constar: ao final, nós não bebemos a cachaça que ficou na base. Mas a que estava na garrafa, sim. Já prevendo isso, meu amigo veio e voltou de táxi, pois só sendo muito perturbado para beber e depois sair dirigindo!

Até a próxima!

Você também gostará desses

Vila Madalena, samba, mulheres e cachaça Night, balada agradável em Vila Madalena, São Paulo, muito regada com mulheres bonitas e ótimas caipirinhas. Um samba de raiz como trilha sonora, mist...
Feira de São Cristovão e Jeremy Joseph Um passeio pelo Rio de Janeiro, pelo grande Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, a Feira de São Cristóvão ou Feira dos Paraíbas. Muita comida...
Cachaça com sushi Imagine você ganhar um noite num restaurante japonês e não conseguir chamar nenhuma mulher. Mas somos brasileiros e não desistimos nunca, acontece uma...
Vai uma purinha? Nosso cachaceiro de plantão inicia seus posts mostrando um pouco da história da cachaça, suas qualidades, preconceitos antigos, entre outras curiosida...
Gringos, Lapa, mineirada, cambista caridoso, Pearl... O que uma viagem ao Rio de Janeiro para ver o show do Pearl Jam não faz. Uma mistura de Rio Scenarium, Lapa, mulheres mineiras, cambistas e cachaça na...
Ensaio sobre a churrascaria Jeremy Joseph mostra que nem só de carne mal passada e palitos nos dentes é feita uma churrascaria. Existem coisas bem interessantes de se ver (e bebe...