O que rolou no Stella WDM

O dia 04 de outubro foi muito especial para cinco importantes barmen de São Paulo. Não só porque nesta data se comemora essa profissão tão valorizada por nós, mas também porque era a noite de premiação da etapa brasileira do Stella World Draught Master.

Respeito ao ritual, qualidade no serviço, habilidade, destreza, simpatia…

Balde do Stella Artois WDM

Realizado desde 2007, o campeonato é promovido pela cerveja belga Stella Artois para atender aos paladares mais exigentes. Assim são reunidos os melhores tiradores de chopp Stella Artois pelos cinco continentes que atendam a nada mais, nada menos do que nove rigorosas etapas de avaliação. O vencedor é quem, obviamente, conseguir cumpri-las com o primor que só um Embaixador Mundial da Stella Artois é capaz.

E dia 28 desse mês, em Londres acontece a final do Stella World Draught Master. O nosso representante, anunciado ontem em clima de ansiedade e alegria, será o Otagilson de Castro do SeoRosa de Campinas. Olha a cara de feliz dele aí:

Vencedor do Concurso Stella WDM

Bonitinho né?

As avaliações ocorreram em 30 bares de São Paulo, selecionados pela Real Academia do Chopp. Na avaliação cada bar recebeu ao menos três visitas, ocultas e assistidas, para analisar se os nove passos do ritual de servir o Chopp Stella Artois e a Long Neck Stella Artois são seguidos à risca.

O Otagilson ganhou, além da participação na final em Londres, três mil reais! Arrasou, né? E sem dúvida, mereceu. A lista de bares era um páreo duro e os tiradores de chopp, todos profissionais excelentes e mestres na arte de nos trazer satisfação!

E as dicas do sucesso? Eu tenho!

Galera reunida no Stella WDM

Alguém aí já me reconheceu curtindo o evento?

Infelizmente não pude participar do envento anterior, realizado pela Stella Artois e Real Academia de Chopp quando uma turma aprendeu como tirar aquele chopp. Mas não me fiz de rogada e aproveitei a ocasião para pedir umas dicas! Tirei um choppinho Stella delicioso e tudo. Como? Mademoiselle Bohème, com uma forcinha da Mariana Azevedo, ensina os nove passos:

https://www.youtube.com/watch?v=Xj8PhLXhH2w

1. O Cálice

O cálice foi criado para garantir a qualidade de Stella Artois em todos os detalhes: sabor, cor, aroma e espuma. Representa o requinte e a tradição de Stella Artois em todo o mundo.

2. A Purificação

É preciso ter certeza de que o cálice está limpo, livre de qualquer resíduo, inclusive de marca de dedos. Por isto, é importante usar um ótimo detergente neutro e deixar o cálice secar naturalmente. Antes de receber o líquido, o cálice de Stella Artois deve ser colocado em água gelada, para ficar na mesma temperatura do chope.

3. O Sacrifício

O primeiro jato da chopeira não deve ser servido para garantir que Stella Artois esteja fresca para o consumidor desde a primeira gota.

4. A Alquimia

Quando for servir Stella Artois, o chopeiro deve inclinar o cálice á um ângulo de 45°. Quando o chope atinge o cálice e começa a circular é criada a proporção ideal entre a espuma e líquido.

5. A Coroação

Um chope de qualidade de Stella Artois merece muito mais que um colarinho. Merece uma coroa, que é formada com o retorno do cálice para a posição vertical, quando este estiver com a metade do seu volume preenchido. A coroa evita que o líquido entre em contato com o ar, preservando seu sabor, aroma e temperatura.

6. A Reverência

O chopeiro deve fechar rapidamente a torneira e retirar o cálice, sem deixar que caiam respingos. O líquido e o cálice jamais devem tocar a torneira. Isso garante o frescor da Stella Artois.

7. A Guilhotina

Nesta etapa, o chopeiro deve retirar o excesso de espuma. Para isto, deve usar espátula especial de Stella Artois, inclinada num ângulo á 45°, passando-a sobre o cálice bem apoiado no balcão para retirar as bolhas maiores. Isso garante que a espuma dure mais tempo. Depois a espátula deve ser colocada num outro copo, com água limpa.

8. A Regra Inviolável

É fundamental para garantir o sabor e o aroma de Stellla Artois. Além disto, ajuda a manter a sua temperatura. A altura ideal é de dois dedos: mais ou menos 3 cm.

9. A Premiação

Vire a marca do cálice para o cliente, segurando pela base e com a logomarca voltada para o consumidor. Enquanto ele se delicia com a sua obra prima, deseje “Saúde!”.

Sobre Stella Artois

Garçom colocando cerveja Stella

Coisa mais linda

Stella Artois acumula tradição há mais de 600 anos, sendo que os primeiros relatos relacionados à história da Stella Artois datam de 1366, quando a cervejaria Den Hoorn se instalou na cidade de Leuven, na Bélgica. Em 1425 foi fundada na cidade a Universidade de Leuven, que ficou conhecida por suas descobertas envolvendo novas fórmulas de cervejas. Já em 1717, Sebastian Artois, um dos melhores mestres-cervejeiros de Leuven, comprou a cervejaria de Den Hoorn e a nomeou Artois.

Finalmente em 1926, a Cervejaria Artois decidiu desenvolver uma cerveja especial para celebrar o período natalino. Quando o produto ficou pronto, surpreendeu por sua extrema claridade e por este motivo foi chamada de Stella (“estrela” em latim). Stella Artois é, atualmente, conhecida como a “Cerveja da terra da cerveja”. Tornou-se assim a clássica cerveja.

Você também gostará desses

Mondial de La Bière 2017 – Mandando Brasa Confira mais uma opinião sobre o Mondial de La Bière 2017, agora falando sobre as cervejas. O que foi bom, o que decepcionou, o que surpreendeu, o que...
O DUM DAY está chegando! Você agora tem um bom motivo para estar em Curitiba no próximo dia 25 de julho. Na verdade, 72 bons motivos mais alguns bônus! Incrível não? É o event...
Jantar harmonizado Avek + Get Cervejas Especiais O Papo de Bar foi convidado para conhecer a prévia do que será o jantar harmonizado organizado pela Get – Cervejas Especiais no restaurante Avek, em S...
Pão de Açúcar e Wals lançam a Cerveja 65 anos O Grupo Pão de Açúcar e a cervejaria Wals lançam a Cerveja 65 anos, uma cerveja em comemoração aos 65 anos do Grupo. Uma Witbier bem gostosa e refresc...
Oktober Imperial 2013 Confira o que que rolou na Oktober Imperial 2013, que rolou em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro. Um evento que pecou em alguns pontos c...
Oktoberfest 2012 na visão de um cervejeiro Confira a cobertura da Oktoberfest 2012 feita pelo Papo de Bar em uma visão mais cervejeira do que de zoeira. Veja as cervejarias participantes, os ch...