Onde Curtir Rock no Recife

Em um dos meus últimos textos listei alguns bares onde é possível curtir uma boa noite de Rock and Roll no Rio de Janeiro. Nexxe texto prometi voltar com outras cidades, e dessa vez a escolhida foi Recife. Há muitas semelhanças entre as duas cidades: ambas possuem praias, os ritmos mais ouvidos estão longe do rock and roll e há uma zona conhecida dos boêmios. No Rio de Janeiro é a famosa Lapa e no Recife é o não menos conhecido Recife Antigo.

Sim caros leitores, nem só de frevo, forró e tecno brega vive a capital Pernambucana. Há vários bares bem interessantes onde é possível passar uma agradável noite curtindo um rock de qualidade e bebendo em alto nível.
A exemplo do que fiz com a capital carioca, listarei apenas bares que já frequentei. Se você conhecer alguma que não está na lista, deixe aí a sua indicação!

UK Pub

O UK Pub é um dos bares mais tradicionais de Recife, podendo ser considerado um clássico da Zona Sul. A casa foi inaugurada em 2005 e de lá para cá, passou por diversas fases. Abrigou projetos de samba, pagode e funk. Embora o carro chefe do estabelicimento seja o rock, fiquei bem atento a programação: o bar investe pesado na febre do sertanejo. Aos fãs de rock’n’roll, as quintas-feiras estão reservadas para as bandas autorais, normalmente roqueiras, e os sábados, para os tributos às icônicas bandas do gênero.

Liverpool

O Liverpool é um dos bares mais novos do Recife. Localizado na movimentada Capitão Rebelinho, o bar é amplo e possui uma boa carta de bebidas, além de cervejas nacionais e importadas. Toca o bom e velho rock’n’roll, mas também não ignora a demanda do público local, também reservando algumas noites para o sertanejo. Mais uma vez a dica é ficar de olho na programação. O som? Bandas rolando um som ao vivo e DJs nos intervalos.

The Joker Pub

boca tampinha

Esse PUB não cedeu aos ritmos mais dançantes e segue fiel ao bom e velho rock and roll. Tanto na música ambiente quanto no som produzido pelas bandas que sobem no palco o que impera é o som que Elvis ajudou a ficar famoso. Na programação, bandas covers, tributos e autorais fazem a alegria da galera.

Downtown

No já longínquo 1997, o Bairro do Recife vivia uma espécie de apogeu. Bares e restaurantes se espalhavam próximo ao Marco Zero e à Praça do Arsenal. Foi nesse ano que o Downtown Pub foi inaugurado, resistindo até hoje sempre ao som do estilo mais popular do mundo. A casa é grande e possui dois andares. No primeiro há um bar extenso, o palco e uma pista bastante espaçosa. No segundo outro bar e várias mesinhas onde você pode beber e pedir comidinhas, saboreando-as no maior conforto. No intervalo entre as atrações das noites entra um DJ tocando o melhor do bom e velho rock, geralmente bandas dos anos 80. No palco sobem bandas tributos, autorais e bandas que tocam covers. O gênero? Do Pop Rock ao Heavy Metal.

Underground

Na beira-mar de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, o Underground não para. Funciona de domingo a domingo, sempre a partir das 18h. E não cobra ingresso. A exceção é aos domingos, quando a banda Entrando de Fininho comanda um karaokê aberto ao público: R$10, o couvert artístico. Nos outros dias, o som fica por conta da jukebox com mais de 3 mil músicas à disposição. 90% são clássicos do rock internacional. Compre a ficha e a escolha é sua. Sinuca, xadrez, dominó, gamão, entre outros jogos, cumprem a missão. Ainda no salão, 30 televisores acompanham tudo que está rolando nas competições esportivas, dentro e fora do país. A entrada lembra uma estação de metrô londrina e toda a decoração do bar é de muito bom gosto.

Rocket 48

Rock, cerveja gelada e um bom petisco. O Rocket 48 é um espaço simples, mas que contempla tudo que um bom boêmio gosta. O bar funcionava na Rua 48, aumentou o espaço passando para a rua do lado, mas manteve o número no nome original.

Segundo a história, o Rocket 88 foi a primeira música de rock que apareceu no mundo e, pensando nisso, o bar foi montado mudando apenas o número, 48 para combinar com o antigo endereço. Depois de pouco mais de um ano de funcionamento, a Rua 48 ficou pequena para tantas mesas na calçada. As 17 viraram 40 e o bar ganhou espaço interno com lounge de pufes e mesinhas de centro formadas com grades de cerveja, disputado em reservas de aniversários.
Mas nem só de rock vive o rocket. Nas quartas, é dia de rock pop. Na quinta, blues. Sexta é o dia do reggae. Sábado volta ao pop rock. Para acompanhar o som, a especialidade da casa é a cerveja gelada, mas há um projeto para abrir uma carta de drinques.

Bar Burburinho

No casarão antigo no Bairro do Recife, jornalistas, artistas, estudantes e outros tipos boêmios se reúnem para assistir a shows de blues e rock que varam a madrugada. Às segundas, o projeto Recife Blues Session movimenta o público no salão da casa. Já às sextas e aos sábados, é possível conferir bandas cover de rock nacional e internacional. Da cozinha saem comidinhas bem gostosas. Para bebericar, há as cervejas long neck e o famoso drinque burbcuba, mistura de rum, abacaxi, creme de menta e açúcar.

Camaleão Bar

O Camaleão, bar que foi sucesso no final dos anos 80 e voltou recentemente para a alegria de um público cativo que esperava ansiosamente pelo seu retorno. Reinaugurado há pouco mais de completou 5 (cinco), repete o sucesso em sua fase atual. É um lugar para quem gosta de rock´n´roll tradicional. Petiscos diferentes e sanduíches especiais podem ser degustados tanto no ambiente interno, climatizado ao som de DJ, como na área externa ladeada por jardineiras. O som não é alto e dá pra conversar. Às sextas e sábados o volume aumenta a partir da meia-noite e pode-se dançar ao som de hits da Disco Music e da Dance Music dos anos 70, 80 e 90, além dos clássicos do rock and roll. Às quartas tem show de stand-up comedy com rodízio de comediantes. Às quintas o DJ Érico Jr. toca remix de sucessos dos anos 70 e 80 e o ingresso é gratuito. No quesito bebidas, podem ser apreciadas desde cervejas nacionais, destilados importados até coquetéis preparados por um barman..

Você também gostará desses

Jingle Bells: o maior hino natalino não tem nada a... Você sabia que a letra da música natalina, Jingle Bells, não tem nada a ver com o Natal realmente? É uma música que fala sobre mulheres, bebidas, pess...
Iron Maiden promove Cerveja Trooper no Rock in Rio Bruce Dickinson, vocalista do Iron Maiden fez uma propaganda da cerveja Trooper no Rock in Rio. Mas mencionou a Heineken dizendo que a cerveja é ruim....
Itaipava promove o “Uma noite Rock N’ Roll I... Está rolando a promoção Rock N' Roll Itaipava, onde a cerveja vai levar alguns fãs para o show e o hotel onde a banda favorita está hospedada. Confira...
Drink Black Tooth Grin Conheça o drink Black Tooth Grin, um drink feito em homenagem ao guitarrista Dimebag Darrel. O drink leva whisky Crown Royal, whisky Seagram's 7 e Coc...
Matanza: Eu Não Bebo Mais – MdB FM Nossa rádio etílica volta novamente, a MdB vem agora com a música que é a maior mentira de todas: Eu não bebo mais, da banda Matanza. Veja o vídeo e a...
Música e Cerveja Música combina com muita coisa. Combina com os amigos, numa balada, num evento, numa viagem, barzinho com música ao vivo, etc. Mas música combina muit...