Tampinha da cerveja Bier Hoff

PdB Visita a cervejaria Bier Hoff

“O PdB segue suas visitações em cervejarias e visita a nobre Bier Hoff, localizada no sul do país, em Curitiba. Ótimos rótulos, um mestre cervejeiro de tirar o chapéu, o gente boníssima Seu Jacir. Confira a visitação!”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (1 votes, average: 10.00 out of 10)
Loading...

Curitiba, 08 de Dezembro de 2012. Um sábado como outro qualquer, ensolarado, calmo…

Eis que pulo da cama as 07:30!

Sol nascendo

Quem em sã consciência acorda a essa hora num sábado? Pois bem, naquela manhã de sábado eu deveria estar dormindo, só que não! Fomos visitar uma cervejaria! Aí sim, nobre padawan, vale acordar cedo! #EstiloPdB malandro!

Rumo a Bier Hoff

Tampinha da cerveja Bier Hoff

Pegamos o carango, e seguimos para o bairro boqueirão (longe bagarai). Enfim, chegamos. De cara, no portão, um caminhão carregado de garrafas, pessoas sorridentes, e então surge lá dentro uma loira com duas loiras na mão. (Opa, to no lugar certo!) Toquei o interfone. Somos recebidos, pela loira, e um simpático senhor.

Bom dia, muito prazer e tal… e o senhor se apresenta: Seu Jacir, Mestre Cervejeiro. Que começou falando: “Eu to brincando de fazer cerveja”.

Seu Jacir, Mestre Cervejeiro guiando a visitação

Iniciamos então a visitação guiados por ninguém mais, ninguém menos que: Seu Jacir.

Jacir na máquina

Entramos no galpão, todo bonito, aquele cheirinho delicioso de malte no ar… Aí, o Seu Jacir falou assim:

Ah, vamos começar de trás pra frente.

Beleza né, o cara é o mestre, sabe o que tá falando.

Sala de rotulagem

Adesivo da Bier Hoff

Entramos na área de rotulagem, pequenas máquinas, e o seu Jacir nos mostrou como as garrafas recebem os rótulos. Muito interessante, uma máquina pequena, automática, mas que depende das mãos de alguém para operá-la, ou seja, é artesanal.

Área do envase

Sala de rotulagem

Seguimos para a área do envase. Mesmo esquema, uma máquina pequena, automática, envasa 8 garrafas por vez, a cerveja vem direto dos tanques para as garrafas, recebem as tampas e tem todo um cuidado para não deixar nem 1% de oxigênio entrar. High Tech né? So que mais uma vez, precisa de 3 pessoas para operá-la, o processo ainda é artesanal.

Tanques cervejeiros

Junão de touca

Agora chegamos aos tanques. Que coisa linda! Perai, perai… toquinha na cabeça pra não cair cabelo. Orientação do Seu Jacir.

Beleza, vamos lá. Seu Jacir então, com maestria, nos apresentou todo o processo, desde a moagem dos grãos, passando pela fervura do mosto, até chegar aos tanques de fermentação, onde recebem as leveduras que fazem o trabalho a partir dali.

Tanques da Bier Hoff

Caminhamos por entre os tanques, visualizando, estilo por estilo, tempo de fermentação, pressão, vendo as leveduras trabalhando, sentindo seus aromas& #8230; um mundo mágico, tipo Alice no país das maravilhas. E Seu Jacir com toda paciência do mundo nos dando ‘aquela’ aula!

Hora de beber algo, oba!

Taças de cerveja na mão

Ninguem bebe nesse lugar ae não oh? Calma seus bêbados, são 10:00 da manhã… E daí?!

Então Seu Jacir aparece lá no fundo com um copo cheio, e entrega em nossas mãos. E lá vamos nós para a degustação… (É disso que eu to falando!) Começamos com a Pilsen, filtrada, depois não filtrada, Seu Jacir fez questão que degustassemos as várias fases da cerveja.

Mais cervejas…

Tirando foto de cerveja no celular

Volta o Seu Jacir com mais copos… Weiss, Witbier (essa é lançamento, aguardem)… Agora a Nigra, medalha de bronze no European Beer Star 2012 na Alemanha. ( Sinistro hein?!) Vai vendo…

Não é a única premiada, as cervejas Weizen e Pilsner também ganharam medalhas na South Beer Cup 2012 em Blumenau.

Desce mais uma aí Zeu Jacir! Cara Maneiro ezze zeu Jacir aí hein?! Hirc! Tem mais cerveja!? Sim meus avidos bebedores! Seu Jacir é o cara!

Tirando cerveja direto no tanque

E o mais legal, que me encantou de fato, é a paixão que o seu Jacir transborda pelas suas produções, talvez seja esse o ingrediente chave de tantas cervejas boas. O brilho nos olhos do mestre era lindo! Ele dizia: “Essa é uma das minhas favoritas!”

Novos rótulos da Bier Hoff

Continuamos a degustação com novos rótulos da Bier Hoff, uma Bohemian Pilsner, Red Ale, IPA e só faltou a Pumpkin Ale, que nao tinha mais… snif… mas seu Jacir prometeu nos convidar quando produzir novamente.

Finalizando

Todos os copos das cervejas Bier Hoff

E assim terminamos nossa visita a Cervejaria Bier Hoff, seu Jacir nos acompanhou até o portão do lugar onde aprendemos mais ainda sobre boa cerveja, conhecemos um nobre ser humano e fizemos bons amigos!

A Bier Hoff oferece grandes cervejas, a bons preços e ainda disponibiliza serviço de disque chopp e loja virtual. Show de bola né?

Cartaz da Bier Hoff premiada

E é isso meus queridos bêbados, viva a cerveja artesanal!

Você também gostará desses

Como aprender sobre inovação falando de CERVEJA? Você conhece Design Thinking? Gosta de inovação? Que tal aprender sobre inovação falando de CERVEJA? Melhor impossível, certo? E mais ainda, falando s...
Festival de cerveja caseiro Lembra das antigas festas americanas? Resolvemos criar um festival de cerveja caseiro no estilo dessas festas americanas. Cada um leva uma cerveja art...
Desafio de Inovação Devassa – Check! O Papo de Bar fechou uma parceria com a Devassa e ESPM sobre inovação.
Churrasco também combina com cerveja artesanal Está rolando a semana do churrasco no SuperPrix. Diversas cervejas e itens relacionados a churrasco em promoção no supermercado. Entre e aproveite as ...
Rock your Taste! PdB visita Way Beer Conheça a cerveja Way Beer, toda sua estrutura, seus rótulos e como a cerveja é produzida. Localizada no Sul do Brasil, no Paraná, na cidade de Pinhas...
Experiências etílicas na Patagônia Veja algumas experiências etílicas que se pode fazer na Patagônia.

Compartilhe:

  • Aya

    I have an old OD Garand belt from my Grandpa’s stuff and a new Sarco type one that’s way too clean and shiny-bright. It needs need to be drug through the mud, some cosonlime, and a kelp-bed to get that dingy-stanky army-canvas smell and darken the khaki color. But the main problem is that it doesn’t have a button for the .45 mag-pouch – but that’s how they all were.If you cut-away one of the front clip pouches though you make room for the mag-pouch – that’s how the old OD belt is anyhow…