Peculiaridades de um bar – O bêbado chato

Alô, alô PdBs de plantão! Hoje venho falar sobre aquele cara insuportável, que lamentavelmente nos deparamos no nosso tão sagrado e amado bar. Estamos lá de boas batendo papo e bebendo aquela cerveja pra relaxar e ele chega!

Sabe quando você quer apenas chegar ao seu bar favorito, sentar, beber e não pensar em nada de importante? Então… É nesse momento que o sujeito aparece! Se você estiver sozinho, se torna um alvo em potencial. No mínimo o bêbado pensa que você está precisando de alguém para conversar. Ele simplesmente se aproxima, senta-se e se você der mole, ele vai beber da sua cerveja.

Quando você está com alguém a variável é maior!

Bêbado chato sentado no boteco

Com 2 ou mais amigos homens na mesa, ele pode só passar, falar uma besteira e sair. Assim você não tem tempo, nem vontade de fazer nada e apenas deixa o cara partir. Mas que ele não volte e faça graça! A essa hora você e seus amigos também já beberam e se ele voltar, uma confusão pode começar.

Ao avistar um casal na mesa, o bêbado pensa: “Vou lá importunar o cara, ele ficará cheio de raiva, mas não fará nada porque sua gata não gosta de confusão”. E é bem isso que acontece mesmo. Já o cachaceiro mais sem noção, chega e mexe com a menina, elogiando com uma certa falta de respeito. Aí você tem que tomar uma atitude pelo seu próprio bem! No mundo machista que fomos criados, numa situação como essa o homem tem que se mexer e expulsar o bêbado dali, se não até as mulheres vão censurá-lo.

Só há mulheres distraidamente papeando e o bebum já visualiza um ambiente para se dar bem (de alguma maneira). Ele vai chegar e encostar, pegar na mão, cuspir ao falar de perto com as meninas, ou seja, tudo que elas odeiam. Malandras elas, vão com todo seu jeitinho – ou não – botá-lo pra correr dali. Nesse caso, o máximo que vai acontecer é o garçom ou dono do bar, ter que intervir para acabar com inconveniência do bêbado.

Já com um grupo gigante, formado tanto por homens, quanto por mulheres, ele passa perto, fala poucas e boas e ninguém ouve, porque estão todos felizes e trocando ideias sobre coisas legais e interessantes! Ele ainda sai rindo, mas vai encher o saco de outros. Ufa! Se safaram!

O bêbado chato é… CHATO mesmo!

Bêbado hedonista

O indivíduo não tem noção do que está fazendo, falando, pedindo, muito menos pensando. Para lidar com um desses, não existe regra, ainda mais pensando que pessoas reagem de maneiras diferentes em diversas situações, que dirão os bêbados!

Não se abalem, se estressem o mínimo possível e não deixe que um cara como esse estrague seu programa! Essas pessoas existem e estão sempre por aí! Mesmo não sendo algo legal de suportar, vamos relevar e seguir com o bate-papo que está fluindo bem, porque lembre-se: Um dia você já pode ter feito o papel do bêbado chato!

Aquele abraço!

Você também gostará desses

Homenagem a gripe suína Uma homenagem pra gripe suína que vem preocupando o país e o mundo. Nada de álcool em gel nas mão, o negócios é beber.
Bar Refaeli: Isso sim é um Bar perfeito Fotos de uma das mulheres mais lindas do mundo, Bar Refaeli. Nada como uma mulher linda que tem um nome sagaz como esse: Bar. Veja fotos sensuais do b...
Musa do Boteco: Jiló cru O petisco da vez das Musas do Boteco, Betina e Roberta, é o jiló cru. O tão temido petisco amargo, que é vendido bastante em botecos pé sujos das cida...
Namore alguém que… Com quem você acha que deve namorar? Veja algumas dicas etílicas e descubra o segredo do eterno "namore alguém que". E claro, esse alguém deve beber ;...
Rube Goldberg e as cervejas Livre-se das garrafas e latinhas depois de uma festa com uma máquina Rube Goldberg.
Te aproxega vivente que hoje o papo é de bar Apresentamos a famosa cerveja do Sul do país, a Polar. Uma cerveja bem regionalista, tanto nas propagandas, no site e no seu comportamento. Confira!