Por que temos tantos tipos de copos de cerveja?

“Saiba o motivo de cada estilo de cerveja ter seu copo específico. Veja por que não é recomendado beber cervejas artesanais em copos de geleia e requeijão. Cada estilo de cerveja tem seu copo. Confira!”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (16 votes, average: 8.13 out of 10)
Loading...

Como todos sabem, trabalho num bar de cervejas especiais, e por esta razão ouço de tudo um pouco. Desde pessoas novatas no mundo das cervejas especiais maravilhadas com todo esse novo universo e seus detalhes intrigantes, assim como, pessoas que não conseguem compreender a necessidade de tantos detalhes e tantos sabores para uma bebida que teoricamente teria apenas a função de ser refrescante.

Esse último grupo logo vai aprender que essa não é apenas a finalidade de uma bela cerveja, portanto vou me ater a questão dos detalhes.

Então, para que eu e os outros tripulantes estamos por a bordo? Para mostrar que todos esses detalhes são sim importantes e que fazem uma baita diferença. Um dos detalhes mais questionado é referente a variedade de copos para degustar as cervejas. Você também já parou pra pensar nisso?

A cerveja sendo linda e especial

Garrafa e copo da cerveja London Pride

Hoje, com a popularização das cervejas especiais e artesanais, a quantidade de informação disponível é maior, e por esta razão é mais fácil explicar utilizando exemplos simples. Um exemplo que costumo utilizar é um bem observado na história do chopp e cerveja no Rio de Janeiro.

Antigamente, nos bares, botecos e botequins, os copos utilizados eram aqueles americanos, tipo lagoinha, nos quais em dois goles você matava a cerveja (tipo american lager – massiva como as conhecemos). Nesse mesmo período, até o colarinho era visto como desonestidade por parte do bar ou garçom, por não haver conhecimento de que aquele colarinho ali estava tentando proteger o sabor da sua cerveja e diminuir a oxidação da bebida.

Copo no estilo caldereta

Mas as coisas mudam, e hoje em todo e qualquer bar que você vá o copo é outro, caldereta como o chamamos. Base mais estreita, boca mais aberta, com uma angulação mais trabalhada, enfim. Esse mesmo copo “padrão” é utilizado para chopp e cerveja de modo geral como o lagoinha foi um dia utilizado. Mas será mesmo correto usar o caldereta para todos os tipos de cervejas? Ou ele só vale pra chopp? O que nos faz saber qual seria o copo mais adequado?

Ah cara, mas eu acho essa coisa de copo específico uma frescura…

Pequeno padawan, apenas um estudo razoável sobre o assunto pode fazer com que você consiga identificar os copos específicos aos seus respectivos estilos. E quando eu digo razoável, eu me refiro a história do estilo, os sabores que eles vão te trazer, os aromas…

Não tenha vergonha! Hoje existem muitas casas especializadas, com palestras sobre cervejas e suas formas de consumo, assim como livros sobre o assunto, explicando a história de cada estilo e todos os porquês que não caberiam nesse post (por isso são livros).

Ah, mas eu preciso saber disso tudo? Não dá pra beber uma cerveja IPA no gargalo?

 

Imagem com copos de cerveja

Clique para ver a foto no tamanho real

Olha até dá, já fiz isso nesse verão senegalês do Rio de Janeiro sem culpa alguma! Mas sim, tem o seu valor desfrutar da bebida – que foi planejada e teve seus ingredientes selecionados com determinado padrão de qualidade -, num copo que evidencie todo o processo que a trouxe a sua mesa.

Assim como tem valor para um italiano não ver um candango qualquer cortar um spagetti com garfo e faca, assim como acarajé sem pimenta não faz sentido, assim como é chato comer comida oriental com talheres ocidentais, assim como Tang de uva nunca será igual ao suco natural da fruta (embora quebre o galho naquele seu almoço feito nas coxas), Entendeu?

Faça o teste em casa:

 

Tulipas com cerveja

Cometa a blasfêmia de beber uma Strong Ale Belga num copo de geleia. Depois experimente a mesma cerveja numa tulipa e sinta a diferença subir pelas suas narinas e se complementar com as sensações que as suas papilas gustativas lhe trarão!

Agora imagina o quão desrespeitoso seria para com uma cerveja feita pelo metodo champenoise ser bebida num copo de requeijão! Notaram que eu usei as palavras blasfêmia e desrespeitoso? Fui dramática? Não! Apenas estou mostrando que cerveja de valor deve ser tratada com respeito, assim como o vinho, como o whisky, a vodca, a nossa cachaça.

Cada qual tem seu lugar em nossos corações e territórios hepáticos, e por isso sua história e tradição que devem ser respeitadas.

Finalizando

Por esta razão amigo, caso vá em uma casa de cervejas especiais e ainda seja newbie no assunto, peça a gentileza que o especialista da casa lhe sirva no copo adequado ao estilo. É um direito seu desfrutar de qualidade do início ao fim da sua experiência cervejeira.

PDF com os estilos de copos de cerveja

Clique para ver o tamanho original

E para que você saiba o suficiente para que possa lutar por esse direito, aqui vai uma seleção básica de alguns copos e os respectivos estilos que eles lhe ajudarão a degustar de forma plena as cervejas que você comprou no último fim de semana.

Sem mais… Cheers!

Você também gostará desses

Oscar 2013 e a cerveja Veja alguns filmes dessa premiação do Oscar 2013 que tinham alguma coisa a ver com cerveja. Desde o filme do divertido urso Ted até o Django, de Taran...
Cerveja Escura: Tudo que você precisa saber sobre ... Tudo que você precisa saber sobre as cervejas escuras e suas inúmeras variações e sabores. Porters, Malzbiers, Schwarzbier, Dunkel, Stouts, dentre out...
Prazer e Cerveja – Como as coisas funcionam ... Prazer e cerveja? Claro, toda vez que bebemos sentimos prazer em fazê-lo, mas novos estudos mostram como o prazer e a cerveja se relacionam, no cérebr...
Cerveja de Formiga? Sim, a Saison de Saúva Todos nós já vimos diversos estilos de cerveja, certo? Mas que tal uma ideia da Unicamp de fazer uma cerveja de formiga? Exatamente, é a Saison Saúva....
Cerveja em animais mortos e empalhados Imagina uma cerveja fortíssima, passando dos 50% de álcool. Isso mesmo, mais de 50%. Agora imagina essa cerveja com a garrafa revestida por um animal ...

Compartilhe:

  • Waldemar Stocco

    Olá,

    Gostei muito das informações que vocês postaram, sou jornalis, biersommelier e um amante inveterado de cervejas, entre em meu perfil no facebook, veja os documentos que criei ou re-editei, inclusive tem a nova versão da tabela periódica dos estilos de cervejas, foi ampliada, revisada, e os textos foram todos escritos baseados nos guias de estilos de cerveja da BJCP e Brewer Association, também tem uma versão atualizada e toda em portugues da Roda dos Sabores da Cerveja, muito útil para se utilizar em degustação. Abraços, fiquem em paz e bom 2013.

    Waldemar