Quem inventou o baralho e os naipes?

“Você sabe de onde vem o baralho e seus naipes curiosos? Descubra agora a origem de um dos jogos mais jogados hoje em dia e veja muitas curiosidades sobre os naipes.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (11 votes, average: 6.55 out of 10)
Loading...

Sábado à noite, na casa dos amigos, tomando uma cerva gelada com uns tira-gostos para beliscar. Conversa vai, conversa vem e, eis que surge o companheiro inseparável de qualquer bebum que se preze: O Baralho. E ai? Vamos jogar o que? Buraco, Sueca, Poker, Copas-fora ou brincar de fazer mágicas idiotas que todos sabem como faz? Tanto faz, no final estamos todos bêbados e sempre um ganha. Agora o que nós, acompanhantes etílicos de copos com ternos amarelos de colarinho branco não sabemos é da onde, como e quando surgiu esse tal de Baralho e que Mother Fuck são esses Naipes que sempre viram piadinhas no meio do carteado.

Era uma vez…

Mão segurando um baralho

Só mais um ás…

Créditos: Felipe Drummond

A história de como foi construído o mundo todos sabem. No início Deus criou os céus e a terra. A terra era sem forma, vazia, escura e coberta de água. O Espírito de Deus flutuava sobre a água. E Deus disse: “Haja luz”, e ela apareceu. Deus viu que a luz era boa. Tá, e aí? Quando foi que Deus criou o Baralho?

Quem criou o baralho afinal?

Segundo historiadores e estudiosos dos jogos de cartas, os soldados árabes que invadiram o sul da Itália no século XIV, estavam lá, sem fazer nada, e entre uma batalha e outra, praticavam um jogo chamado NAIB que era como o nosso baralhinho de hoje. Mas nem sempre os baralhos tiveram as configurações de naipes como hoje conhecemos.

Os naipes nem sempre foram como hoje

Na Índia antiga, por exemplo, os naipes eram em número de 10, cada naipe representava uma das encarnações da divindade Vixnu (Na mitologia hindu, juntamente com Shiva e Brahma (Ah, tá explicado) formam a Trimúrti, a trindade hindu, na qual Vixnu é o Deus responsável pela manutenção do universo.)

Tudo mudou na Europa…

Carta no bolso de trás

Sempre os Europeus

Créditos: Tony Smith

Quando foi introduzido na Europa pelos árabes fazedores de nada que jogavam NAIB nas horas vagas, os naipes já eram 04: taças, moedas, espadas e bastões (ainda hoje, o chamado baralho espanhol usa estes naipes). Como geral já tava jogando um baralhinho de vez em sempre e esse vício já estava contaminando o mundo inteiro, alguns países europeus, como a França, Itália e Espanha, passaram a usar os naipes que hoje são utilizados: Paus, Ouros, Espadas e Copas.

E, embora, em alguns lugares, como na Alemanha, os naipes fossem diferentes, o uso dos naipes que nossos amigos Pierre, Giacomo e Alonso implantaram na mesa verde, acabou por prevalecer e se tornar padrão mundial.

Sempre tem um pra contrariar…
Baralho montado

Quase lá…

Apesar de o mundo todo usar esses naipes, ainda existe países com baralhos de naipes diferentes, como, por exemplo, o Japão, onde um jogo, o HANAFUDA, é jogado com um baralho de 12 naipes (Se com 4 já me embaralho todo, imagina com 12).

Naipes Espanhóis

O baralho espanhol, ou Baraja, representa a sociedade da época que foi criado. Os nomes dos naipes são:

  • Ouros – Simbolizado por moedas de ouro, representa os Comerciantes.
  • Espadas – Simbolizado por espadas, representa os Militares.
  • Copas – Podem ser traduzido do espanhol como Taças e é exatamente esse o símbolo usado, representa o Clero.
  • Bastos – Podem ser traduzido do espanhol como Bastões ou Paus e representam a classe proletária, os Camponeses.

Naipes Franceses

O baralho francês tornou-se padrão depois da Renascença. Substituiu o cavaleiro pela dama (representação da rainha). É o mais utilizado nos países de língua portuguesa, onde adotaram-se os naipes franceses, mas com os nomes baseados no baralho espanhol. Além disso, as cartas “reais” têm iniciais em inglês: K (de King, Rei), Q (de Queen, Dama ou Rainha) e J (de Jack, Valete).

NaipesCréditos: Kmiu Accesorios

Os naipes são:

  • Paus – em francês trèfles (trevos). Conhecido também como “trevo”, “pé de pinto”, “couve”, “arvorezinha” ou “zape” (informal);
  • Copas – em francês coeurs (corações). Admite as variações no nome: “taça”, “coração” ou “escopeta”;
  • Espadas – piques (pontas de lança ou pinhões). Variações em português: “espadilha”, “seta”, “lança”, ou, informalmente, “punhal” ou “coração negro”;
  • Ouros – carreaux (losangos). Chamado também de “losango” ou “diamante”, ou, informalmente, “balãozinho”, “Bebu” ou “pica fumo”.

Dígitos para os naipes

Dá para tirar uma ondinha no PC e deixar aquele recadinho para o seu amigo querido no FCBK, Twitter e adjacentes tecnológicos utilizando os naipes.

  • Copas: Pode ser digitada através de ALT + 3 (?).
  • Ouros: Pode ser digitada através de ALT + 4 (?).
  • Paus: Pode ser digitada através de ALT + 5 (?).
  • Espadas: Pode ser digitada através de ALT + 6 (?).

Lembrando que esses atalhos é pra quem usa windows 😉

Finalizando

Galera jogando baralho

Bati!

Agora que você sabe de onde vêm os benditos naipes e a origem do baralhinho que faz a alegria da rapaize durante a cervejada social, já pode tirar onda com os coleguinhas dando uma de intelectual master, e durante uma mão boa e uma ruim, explicá-los que nem só de cerva se faz sua mente, mas também de sabedorias e informações que adquiriu ao ler o Papo de Bar e antes que alguém ganhe esse jogo, vou logo avisar que eu BATI!!!!!!

Curiosidade

A palavra NAIPE significa “tipo”, “família”, “estilo”, etc.

Você também gostará desses

Uma cerveja definitivamente sem vergonha Já pensou numa cerveja que estimule o sexo? Sim, como se fosse um viagra em líquido. Acredite, isso existe e foi lançado na Europa. Agora se funciona ...
Cerveja hidrata mais que água E quem disse que cerveja não hidrata? Estudos feitos na Universidade de Granada e o Conselho Superior de Investigações Científicas, ambos na Espanha, ...
A história e origem dos Bares De surgiram os bares? Muitos fazem essa pergunta. Veja a história e a origem do termo bar, que vem de barreira, barre, barra, dentre outros, dependend...
Robô Garçom – Um dia você ainda vai reclamar... Robô garçom! Não tem nada mais tecnológico do que isso num bar, não é mesmo!? Então vem com a gente, pedir uma cerveja, e entender como essa coisa fun...
Marathon des Châteaux du Médoc, 42km correndo, com... Imagine um maratona, todo mundo correndo. Meio cansativo certo? Agora imagine uma maratona onde você come e bebe bem as melhores comidas e bebidas da ...

Compartilhe:

  • Põhan, deu até vontade de jogar!

  • E eu sempre curioso pra saber que porra aquele J (valete) significava… O que fazer agora com essa vontade de jogar uma sueca com os amigos bebendo umas cervejinhas?

  • atephany

    para de fala alafram otarios

  • pressisei pr faer um trabalho ecola mais errei o site e mentiroso.

  • *pressisei pr fazer um trabalho escolar mais o site e pura mentira.