Quentão de alemão

header-quentao-alemao

Morar no exterior é uma experiência cheia de provações. Felizmente, pelo menos no ambiente universitário, há duas coisas incríveis: gente passando o mesmo perrengue e festinhas envolvendo álcool.

Os brasileiros, claro, são queridos por preparar caipirinhas. As festas dos colombianos têm uma aguardiente com um gosto de anis que eu detesto. Os franceses e os italianos gastam seu tempo entre louvar os vinhos patrícios e torcer o nariz para bebidas de qualquer outra nacionalidade. Os alemães são famosos pela cerveja, mas foi justamente uma amiga alemã que me surpreendeu com uma festa de botar fogo no quarteirão, quase literalmente.

Alemã de botar fogo

Dina estudava administração e tinha chegado há só dois meses. Morava com uma garota que fazia graduação em dança e parecia brasileira, num apartamento pequeno perto do campus. Perto de outubro, já na época do começo do friozinho, ela convidou umas dez ou quinze pessoas para uma festinha.

Papo vai, papo vem, sai de lá da cozinha uma panelona de vinho quente com especiarias, cheirando a quentão. Eu já ia avançando a caneca de porcelana toda animada e Dina declarou que a bebida ainda não estava pronta.

Feuerzangenbowle. Nome complicado hein

Foto do quentão alemão

Créditos: Joachim S. Müller's

Ela explicou que o Feuerzangenbowle é uma bebida típica de inverno, e que tinha trazido os ingredientes apropriados lá da Alemanha. Sobre a panela de vinho quente se coloca uma grelha, que por sua vez apóia um cone de açúcar de um quilo medindo uns 30 centímetros de comprimento. Embebe-se o cone em rum, e zás! fogo no açúcar. O nome da bebida vem daí: “labaredas flamejantes”. O açúcar vai derretendo e caindo no vinho, que fica doce, delicioso e enganador. Acrescenta-se mais rum para manter a chama. No dia dessa festinha eu lembro de ter ficado bastante bebinha, algo que raramente acontece comigo.

Foto do quentão alemão

Créditos: Andersen

Esses dias comentei com a Dina que ainda lembro da festinha, e ela respondeu “Se não me engano, acionamos o alarme de incêncio aquele dia.”. Se alguém quiser testar o próprio alarme de incêndio, aí vai a receita, encontrada aqui.

Ingredientes

Vinho quente

Cone de açúcar

  • 1 cone de açúcar alemão ou cubos de açúcar
  • 1 garrafa de rum, no minimo 54% de álcool (108 graus)

Instruções

  1. Encha uma panela de vinho e adicione a canela, o cardamomo e a pimenta. Corte as laranjas e limões (inclua a casca cortada em espiral
    se quiser), esmague as frutas para soltar o suco, acrescente os cravos e despeje tudo sobre o vinho. Esquente a mistura mas não deixe ferver!
  2. Coloque o cone de açúcar (Zuckerhut) sobre uma grelha de metal acima do ponche. (Tradicionalmente, não se usava uma grelha e sim
    espadas cruzadas sobre a panela. Melhor modernizar.) Despeje lentamente rum sobre o cone ou cubos de açúcar e deixe empapar por
    alguns minutos. Cuidadosamente acenda o cone e deixe as chamas caramelizarem o açúcar e escorrer sobre o vinho. Adicione rum quando
    necessário para manter a chama acesa. Sirva o vinho quente em canecas ou xícaras de chá.

Experimentem e deixem seus comentários sobre a bebida.

Este post foi escrito pela Heloísa, mais conhecida como Maffalda e que escreve no Blog Maffalda.

Você também gostará desses

Famiglia Valduga chega ao mercado cervejeiro atrav... A Famiglia Valduga chega ao mercado cervejeiro trazendo suas cinco cervejas da Cervejaria Leopoldina. Witbier, Pilsner, Weiss, IPA e uma Old Strong Al...
O que é Hidromel? Hidromel é uma bebida alcoólica fermentada à base de mel e água, a proporção da produção é de uma parte de mel e duas de água. Consumida desde a antig...
Tipos de uvas do vinho tinto Você gosta de vinho tinto mas não entende muito do assunto? Aprenda agora sobre os tipos de uvas do vinho tinto, uma aula sobre a variedade!
Vinho Branco vs Vinho Tinto Um post falando sobre um assunto polêmico e que muitos se perguntam: Qual a diferença entre vinho branco e vinho tinto. Nosso especialista responde pa...
O que beber nas festas de fim de ano Confira algumas opções sobre qual bebida comprar para beber nessa época de final de ano, no Natal e Reveillon. Várias opções nacionais de vinhos e esp...
Só se aprende sobre vinhos bebendo Só se aprende a beber de uma forma: bebendo. Isso nós sabemos e com vinho é a mesma coisa. A complexidade das uvas, produções, harmonizações, degustaç...