Review Cerveja: Achel 8 Blond

“Mais uma cerveja belga aparecendo no PdB, agora é a trappiste Achel 8. Cerveja agradável, porém pecou em alguns pontos importantes e poderia ser bem melhor, tendo seu custo benefício não atraente.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (2 votes, average: 5.50 out of 10)
Loading...

Créditos: wine and beer lover

Descrição detalhada cerveja Achel 8 Blond

Essa Belgian Strong Ale belga me decepcionou um pouco, uma vez que sua média no RateBeer atinge altos 3.76/5.0. Em termos de aparência, nada deixa a desejar. Espuma média, cremosa e esbranquiçada. Boa formação de colarinho. Corpo turvo, denso e com partículas grandes, que flutuam na espuma, como café com canela polvilhada.

Aroma: caramelo, canela e ameixa-seca. Sabor inicial: leves dulçor e amargor. Sabor final: leve dulçor e moderado amargor. Média duração. Paladar: corpo médio, textura cremosa, forte carbonatação e final metálico e levemente alcoólico. Aquecimento alcoólico. Não disfarça o teor alcoólico. Traz sabor de cravo no final do gole. Média presença de álcool durante o gole.

Já provei melhores do estilo, que estavam pior ranqueadas no site supracitado, o que indica que a velha máxima de que gosto é gosto é válida, provando às pessoas que nem sempre a opinião da média credencia ou não determinada cerveja.

Custo-benefício

Garrafa de 330ml adquirida através do site cervejasnet.com.br por cerca de R$ 16. Não vale a pena, apenas a título de conhecimento. Dois terços do valor estariam muito bem pagos, ainda assim a título de conhecimento.

Nota: 40 Skol ou 3.1/5.0

Copos recomendados

É recomendado a degustação dessa cerveja com copos Trappist glass ou Tulip.

Informações

  • Origem: Bélgica
  • Estilo: Belgian Golden Strong Ale
  • Grad. Alc.: 8.0%

Você também gostará desses

Review cerveja: Meantime London Porter Bom modelo Porter da cervejaria Meantime, que geralmente produz ótimas cervejas. Espuma volumosa, forte presença de malte caramelado e café.
Review cerveja: Petra Bock Review dessa bock brasileira. Faz um papel razoável no quesito das cervejas Bocks, mas seu preço não vale muito a pena, podendo se achar outras bem me...
Cachaça Havana Anísio Santiago, a melhor cachaça d... Conheça o segredo da melhor cachaça, o orgulho dos brasileiros: A grande Cachaça Havana Anísio Santiago.
Review cerveja: Schmitt Big Ale Review do "litrão" da cerveja Schmitt. O custo benefício não é dos melhores, já que o menor é mais barato e o sabor não é lá essas coisas.
Beba antes de morrer: Weihenstephaner Vitus Degustamos uma cerveja bem interessante e um pouco forte, com 7.7% de teor alcoólico, a cerveja Weihenstephaner Vitus. Uma Weizenbock de respeito, que...
Review cerveja: Bavaria Clássica Mais uma nacional sendo degustada e essa geralmente está nos churrascos e botecos da vida, a Bavaria Clássica.

Compartilhe:

  • Felipe

    É bom lembrar que esas cerveja é cara no Brasil! Lá fora costumam ser mais baratas.
    É uma ótima cerveja. Acho que uma das melhores que já tomei no estilo. Mas para cada um a sensação varia. Normal isso.

  • Concordo. É uma das minhas prediletas, porém tenho amigos que tem gosto parecido com o meu e não são tão fãs dela.
    É uma cerveja que você tem que tomar cuidado com a temperatura, influencia muito no gosto. Ela gelada não fica legal, mas a partir do momento que a temperatura dela aumenta, ela ganha sabor e aroma.