Latinha da cerveja cintra

Review cerveja: Cintra Pilsen

“Review da Pale Lager nacionais, mais uma da baciada dos "pães líquidos", a cerveja Cintra Pilsen. Espuma média, corpo claro, ralo e amarelo pálido. Fraca como as demais do estilo.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (8 votes, average: 6.75 out of 10)
Loading...

Essa Pale Lager brasileira de Mogi Mirim-SP tem espuma média, borbulhante e branca. Boa formação de colarinho. Reduzida longevidade. Corpo claro, ralo e amarelo-pálido. Aroma: pão claro e forte lúpulo. Sabor inicial: leves dulçor e amargor.

Sabor final: leve amargor; curta duração. Paladar: corpo leve, textura aguada, forte carbonatação e final metálico (sensação esta também presente no gosto da cerveja).

Custo-benefício

Lata de 350ml adquirida por cerca de R$1 no Shopping Center Norte, em São Paulo-SP. Por estar na faixa de preço da baciada de “pães líquidos” presente nas gôndolas dos supermercados brasileiros, é um valor justo.

Nota: 2 Skol ou 2.1/5.0

Harmonização e copos

O copo recomendado para essa cerveja é o estilo Lager glass.

Informações

Você também gostará desses

Estréia Dr. Beer: Review Unibroue Chambly de Noire... Conheçam o Dr. Beer e sua grande estréia no PdB falando sobre a saborosíssima Belgian Ale canadense Chambly Noire.
Review: Cerveja Paulaner Hacker Pschorr Descrição desta bela cerveja alemã de trigo Paulaner. Conhecida por muitos, mas em uma nova edição, com uma belíssima garrafa. Uma ótima cerveja, num ...
Review de Cerveja Way Beer – Belgian Dark Ro... Veja o review feito da cerveja Way Beer Belgian Dark Rollercoaster IPA, uma cerveja bem lupulada, do estilo Belgian Dark IPA e especial da cervejaria ...
Review Cerveja: Steenbrugge Blond Review de uma cerveja belga do estilo Blond Ale. Acabou sendo uma decepção por causa dos comentários muito bem feitos, que acabaram não correspondendo...
Review cerveja: Hop Back Taiphoon Review de uma cerveja Blond Ale vinda direta da Inglaterra. Acompanha uma boa formação de colarinho e com um corpo claro. Se acha por R$22, um preço j...
Review cerveja: Oettinger Super Forte Review dessa cerveja alemã forte e encorpada do estilo Malt Liquor. Dr. Beer fala sobre seu alto teor alcoólico, aroma, aparência, colarinho, entre ou...

Tags:

Compartilhe:

  • Carlos Portuga

    Caro amigo essa cintra é de oringem portuga(meu antigo patrao). Minha opiniao é que é mto fraquinha e mesmo em portugal nao é mto bem aceite,mas gostos nao se discutem,pessoalmente prefiro a Skol.Abraços

    • Paulo Alcantara

      É !prefiro tomar água do que tomar Skol! tome uma Devassa! e sinta o gosto da cerveja! o cheiro de cerveja!! o paladar!! !! amigos !!bebam o produto! degustem!! fiquem bebados!!! mas saboriando o produto!! a marca!! é só uma marca!! 🙂 bjus Degustadores.!> ^^

      • ZéBedeu

        Bom, mas tem Devassa e a Devassa “safada” (bem loura).

        Essa Devassa da era Schin é mais sem vergonha ainda que Skol e dá apagão!

  • Carlos Portuga

    so esqueci de falar que esse meu antigo patrao o Sr Cintra abriu ai uma fabrica pra fabricar essa cervejita.

  • ZéBedeu

    Eu brincava muito antigamente e chamava ela de "Cintra o Drama" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Olha, do jeito que a coisa anda com as grandes marcas essas cervejas de "bater lage" se bobear chegam a ser "menos piores" do que as grandes marcas.

    Eu só adoto cerveja como cerveja mesmo é a partir das Kaiser Gold e Bock subindo para a "Stellinha" e Heineken. Isso é o mínimo que posso considerar.

    • Paulo Campos

      Prezado;
      Vc tem bom gosto. Considerando que a Heineken é talvez a única das grandes que ainda utilizam cevada e lúpúlo na sua fabricação. As demais, Skol, Brahma, Antártica, etc etc etc…milho e arroz. Brincadeira! São cervejas aguadas, sem graça, bem fraquinhas…A Skol chega ao absurdo de fermentar o milho com cebola. Há quem goste disso!!!

  • ZéBedeu

    A Heineken tem por obrigação manter a qualidade pois é uma cerveja mundial e muito conhecida. Tenho um show do Queen gravado em 1981 onde o tempo todo uma garrafa de heineken fica bem a mostra em cima do piano do Freddie, hehehehehehehehehehe.

    Nesse negócio de fazer mistureba na cerveja temos dois extremos, o lado ruim com a porcaria da Skol usando cebola (kkkkk eu ri, sério!!!!) e o lado bom com a Baden Baden Gold que usa frutas vermelhas e canela.

    • Nickão

      hoje em dia nem a Baden Baden mais presta.
      Passou a ter milho a arroz em sua composição após a fusão com a Schin.
      a 7 anos atrás podia-se tomar 1999 em Barril de Gravidade … hoje em dia ? nem em sonho !