Review cerveja: Cintra Pilsen

“Review da Pale Lager nacionais, mais uma da baciada dos "pães líquidos", a cerveja Cintra Pilsen. Espuma média, corpo claro, ralo e amarelo pálido. Fraca como as demais do estilo.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (9 votes, average: 6.22 out of 10)
Loading...

Essa Pale Lager brasileira de Mogi Mirim-SP tem espuma média, borbulhante e branca. Boa formação de colarinho. Reduzida longevidade. Corpo claro, ralo e amarelo-pálido. Aroma: pão claro e forte lúpulo. Sabor inicial: leves dulçor e amargor.

Sabor final: leve amargor; curta duração. Paladar: corpo leve, textura aguada, forte carbonatação e final metálico (sensação esta também presente no gosto da cerveja).

Custo-benefício

Lata de 350ml adquirida por cerca de R$1 no Shopping Center Norte, em São Paulo-SP. Por estar na faixa de preço da baciada de “pães líquidos” presente nas gôndolas dos supermercados brasileiros, é um valor justo.

Nota: 2 Skol ou 2. 1/5.0

Harmonização e copos

O copo recomendado para essa cerveja é o estilo Lager glass.

Informações

Você também gostará desses

Review cerveja: Voll Damm (Doble Malta) Review dessa cerveja espanhola do estilo Strong Lager. Um custo benefício interessante, vale a experiência.
Review cerveja: Oettinger Super Forte Review dessa cerveja alemã forte e encorpada do estilo Malt Liquor. Dr. Beer fala sobre seu alto teor alcoólico, aroma, aparência, colarinho, entre ou...
Review cerveja: Schofferhofer Hefeweizen-Mix Grape... Review de uma cerveja que mais parece fanta laranja do que uma cerveja, a alemã Schöfferhofer Hefeweizen-Mix Grapefruit. Bem fraca, doce, boa para mul...
O Elefante Rosa e Eu Veja a deliciosa experiência de se experimentar o famoso chope do elefante rosa, o Delirium Tremens. Diferente de todos os chopes, conquista qualquer ...
Review Cerveja: Weihenstephaner Hefe Weissbier Um review com essa cerveja de nome complicado, mas de uma boa refrescância. Mais uma cerveja de origem alemã sendo avaliada pelo Papo de Bar.
Review Cerveja: Licher Um reviewda Licher, cerveja de trigo alemã, do estilo Hefeweizen. Uma ótima pedida para uma cerveja desse estilo.

Tags:

Compartilhe:

  • Carlos Portuga

    Caro amigo essa cintra é de oringem portuga(meu antigo patrao). Minha opiniao é que é mto fraquinha e mesmo em portugal nao é mto bem aceite,mas gostos nao se discutem,pessoalmente prefiro a Skol.Abraços

    • Paulo Alcantara

      É !prefiro tomar água do que tomar Skol! tome uma Devassa! e sinta o gosto da cerveja! o cheiro de cerveja!! o paladar!! !! amigos !!bebam o produto! degustem!! fiquem bebados!!! mas saboriando o produto!! a marca!! é só uma marca!! 🙂 bjus Degustadores.!> ^^

      • ZéBedeu

        Bom, mas tem Devassa e a Devassa “safada” (bem loura).

        Essa Devassa da era Schin é mais sem vergonha ainda que Skol e dá apagão!

  • Carlos Portuga

    so esqueci de falar que esse meu antigo patrao o Sr Cintra abriu ai uma fabrica pra fabricar essa cervejita.

  • ZéBedeu

    Eu brincava muito antigamente e chamava ela de "Cintra o Drama" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Olha, do jeito que a coisa anda com as grandes marcas essas cervejas de "bater lage" se bobear chegam a ser "menos piores" do que as grandes marcas.

    Eu só adoto cerveja como cerveja mesmo é a partir das Kaiser Gold e Bock subindo para a "Stellinha" e Heineken. Isso é o mínimo que posso considerar.

    • Paulo Campos

      Prezado;
      Vc tem bom gosto. Considerando que a Heineken é talvez a única das grandes que ainda utilizam cevada e lúpúlo na sua fabricação. As demais, Skol, Brahma, Antártica, etc etc etc…milho e arroz. Brincadeira! São cervejas aguadas, sem graça, bem fraquinhas…A Skol chega ao absurdo de fermentar o milho com cebola. Há quem goste disso!!!

  • ZéBedeu

    A Heineken tem por obrigação manter a qualidade pois é uma cerveja mundial e muito conhecida. Tenho um show do Queen gravado em 1981 onde o tempo todo uma garrafa de heineken fica bem a mostra em cima do piano do Freddie, hehehehehehehehehehe.

    Nesse negócio de fazer mistureba na cerveja temos dois extremos, o lado ruim com a porcaria da Skol usando cebola (kkkkk eu ri, sério!!!!) e o lado bom com a Baden Baden Gold que usa frutas vermelhas e canela.

    • Nickão

      hoje em dia nem a Baden Baden mais presta.
      Passou a ter milho a arroz em sua composição após a fusão com a Schin.
      a 7 anos atrás podia-se tomar 1999 em Barril de Gravidade … hoje em dia ? nem em sonho !