Review: Cerveja Paulaner Kristallklar

“O primeiro review do Papo e Bêbado começa com o lançamento da Paulaner no Brasil, a deliciosa Kristallklar.”

Vote neste artigo:
SóbrioAlegrinhoSemi-modafocaModafocaTem futuroNo brilhoAlucinadoCom a alma no céuComa AlcóolicoJeremias - O Retorno (21 votes, average: 8.29 out of 10)
Loading...

Marca da cerveja Paulaner Kristallklar

Começamos hoje com uma nova Seção no Papo de Bar: a de reviews de bebidas. Nem preciso explicar muito sobre o que se trata não é verdade? Faremos esporadicamente alguns reviews de bebidas, tanto cervejas, vinhos, vodkas, ou seja, todos os tipos de bebidas, independente da marca. Daremos nosso ponto de vista sobre a bebidas experimentada, pontos fortes, fracos, etc.

E o nosso primeiro review não poderia ser melhor, começamos com um dos lançamentos da Paulaner no Brasil:

Descrição da Paulaner Kristallklar

Garrafa da cerveja Paulaner Kristallklar

Características:

A cerveja de trigo Kristallklar possui um sabor intenso do malte de trigo. Essa cerveja refrescante obtém seu brilho cristalino de um procedimento especial de filtragem das leveduras.

Particularidades:

Cerveja de trigo filtrada, portanto, sem o aspecto turvo característico de uma cerveja de trigo. Visualmente assemelha-se a uma Lager, porém, mantém os aromas frutados e a baixa acidez da Weiss.

Detalhes:

Cerveja com 11,8% de mosto original e 5,2% de álcool e 500ml.

Proposta para servir:

Sirva sempre no copo para Weissbier da Paulaner, seguindo o ritual da cerveja de trigo. A Paulaner Hefe-Weissbier Kristllklar acompanha pratos leves, como saladas, aves, peixes, salsichas brancas, queijos suaves e sobremesas.

Ritual de preparação do Review

Rótulo superior da cerveja Paulaner Kristallklar

Eu deixei a cerveja na geladeira durante três dias, e quando fui fazer esse Review, deixei por trinta minutos no congelador, o mesmo feito com o copo, para ter uma temperatura ideal para a degustação.

Manejo das jóias

Depois peguei cuidadosamente o copo e a garrafa, sem deixar que congelasse, mas nem precisava me preocupar tanto, pois não daria tempo de congelar. Mas como é uma cerveja Paulaner, não quis correr o risco 😀

Vestindo a loura com uma vestimenta digna

Rótulo da cerveja Paulaner Kristallklar

Nesse caso não sei se seria a loura sendo vestida ou o contrário, pois eu estava preenchendo o copo com a mais bela das louras existentes, a nobre cerveja. Mas isso tanto faz, o que importa era encher o copo.

A garrafa, como dito anteriormente, vem com 500ml do mais puro néctar loiro, mas o copo é alto e viril, tendo em sua capacidade, o suficiente para receber tal abundância de cerveja.

O brinde

Finalizado todo o ritual de preparo de degustação, faço um brinde à todos os leitores do Papo de Bar e ao produtor dessa cerveja, e claro, a Reloco, que nos forneceu essa amostra.

Enfim a degustação…

Copo da cerveja Paulaner Kristallklar

Vamos pegar todos os nossos sentidos e fazer uma passagem por cada um deles, para ver detalhes dessa degustação.

Audição

Só de ouvir aquela tampinha abrindo, já fiquei arrepiado. Ainda mais com o barulho agradável da cerveja preenchendo o copo. Isso sim é musica para meus ouvidos.

Tato

A temperatura ideal que ficou no copo, tendo um pouco de gelo por fora, indicando que o copo estava numa temperatura perfeita.

Visão

É mais do que uma loura, é uma loura bronzeada. Sua cor dourada, parece mais uma medalha de ouro. No ponto, nem tão escura e nem muito clara, pálida. No ponto ideal. Linda.

Seu colarinho escorrendo no copo, lentamente, a cada gole, mostrando como deve ser a qualidade de uma cerveja.

Olfato

Um cheiro forte, porém muito agradável do trigo. Pode parecer até estranho, mas eu diria um “cheiro adocicado”. Eu aconselharia ainda, beber acompanhada de um charuto cubano, se possível. Se não der um cubano, pode ser qualquer modafoca, mas por favor, sem ser aqueles de R$1,99, que seria um insulto, um desrespeito à nossa loura.

E claro, o paladar

Copo da cerveja Paulaner Kristallklar

Se disser para vocês que é encorpada, eu estaria sendo injusto e econômico. Se eu pudesse comparar o “encorpada” com uma mulher gostosa, diria que é uma Sheila Carvalho.

O sabor do trigo, nem muito forte, nem muito fraco, no ponto, acima do normal. Diria que quase que perfeito. Seu gosto chega a ser um pouco amargo, que não é meu gosto predileto para cervejas, como é o caso da Heineken, mas não chega a ser tão amarga quanto a Heineken. Creio que no ponto.

E como seu teor alcoólico não passa tanto acima das cervejas nacionais, que estamos acostumados a beber, você não sente muita “força” nos goles.

Sua combinação paladar + olfato é sensacional, quase um orgasmo eu diria.

Ocasiões de degustação

Como não é uma bebida barata como as cervejas que você toma todo dia a R$2 a latinha, tem que ter ocasiões especiais para degustá-la.

Ela se encaixa perfeitamente em tempos frios e agradáveis, o caso desse dia que a experimentei. Temperatura agradável, perto dos 20o. Mas nada que impeça de você bebê-la num tempo quente, pois ela geladíssima mataria sua sede e te refrescaria.

Eu diria que é um pouco mágica, pois nos tempos frios ela te deixa encorpado como ela, e nos tempos de calor, te refresca. Como aqueles agasalhos modafocas que se adequa a temperatura do seu corpo.

E recomendo altamente beber num copo da Paulaner mesmo. Porque usar num copo de requeijão é foda, é maltratar demais essa loura, que merece um tratamento digno.

Finalizando

Queria agradecer a Reloco por nos ter fornecido as amostras para este review. Inclusive, vamos fazer uma promoção em breve, que dará como prêmio, este copo que usei para o review. Lembrando que este modelo da Paulaner é vendida com exclusividade pela Reloco e já está sendo distribuida para todo o Brasil.

Sim, este mesmo, bem bonito e estilizado e também fornecido pela Reloco, que além das cervejas Paulaner, oferece vinhos de alta qualidade em seu site.

Você também gostará desses

Review Cerveja: Bitburger Premium A vez agora é da Bitburguer, cerveja Pilsen Premium, de origem alemã. Um pouco acima das pilsens nacionais mais consumidas. Vale conferir!
Review cerveja: Flying Dog Double Dog Review de um cerveja forte de uma ótima cervejaria, a Flying Dog. A cerveja Double Dog, bem lupulada, avermelhada e espuma densa. Harminiza com salsic...
Review Cerveja: Baden Baden 1999 Review da bitter ale 1999 da Baden Baden. Coloração espetacular, gosto muito bom. Enfim, uma ótima cerveja dessa família.
Review cerveja: De Bora Bier Kéia Hefen-Weiss Mais uma da família De Bora Bier, cervejaria nacional. Agora falamos sobre a De Bora Bier Kéia Hefen-Weiss, uma cerveja no estilo Hefeweizen, com uma ...
Fischer Beer Review da cerveja francesa Fischer Beer, ótima garrafa, mas com um sabor normal, nada de surpreendente. Uma cerveja leve e para ser bebida em climas m...
Review Cerveja: Petra Stark Bier Review de uma marca de cerveja conhecida no Brasil, a Petra. Possuindo uma excelente formação de colarinho, a Petra Stark Bier. A melhor representante...

Tags:

Compartilhe:

  • A Reloco podia dar alguns kits Paulaner pro PdB sortear pros leitores tb.

    Review de um verdadeiro apreciador, Dulcetti!

    abraço

  • Interessante!

  • Rapaz, fiquei realmente emocionado. Mas essa cerva deve ser phoda mesmo.

    Abs

  • @Guilherme aguarde meu nobre. Isso já foi providenciado 🙂

    @Lvcivs muito interessante, muitíssimo 😉

    @Felipe é muito boa, realmente phoda sim. Recomendo amplamente 😉

  • putz, deu até sede agora!

  • Fabrício Menn

    Comprei um barril de 5l dessa belezinha aí ontem. Não experimentei ainda, mas me sugeriram trocar pela dunkel. O que vocês acham?

  • Papai Noel

    Fabrício…

    Acho que ai vai de gosto rapaz.

    Dunkel é boa, encorpada, forte e tem até um leve aroma de malte, mas não dá pra comparar com uma Wei£bier

    Para mim fica por conta de uma Wei£bier que acho mais refrescante e não curto muito o "doce" de uma Dunkel, mas pode mandar tbm que é boa pacas rapá…

    Pode mandar bala modafoca…

    Abração

  • edson fraga

    fiquei sabendo que tem uma nova distribuidora em são paulo que distribuir paulaner alguem sabe telefone so sei que fiquei na mooca se alguem saber obrigado.

  • Carolina Souza

    Eu quero compra e não encontro!!!
    O que aconteceu????
    Onde eu acho essa cerveja????

  • Carolina Souza

    Eu quero comprar e não encontro!!!
    O que aconteceu????
    Onde eu acho essa cerveja????

  • Adalberto

    Agora fiquei com uma dúvida esse “barril” de 5 litros, quando abrir tem que esvaziar ou dá pra tomar um pouco e guardar para outro dia, o restante???

    • eu de novo

      eaiiiiiiii, tem q beber tudo…..???? Se abrir… foisssee???? Ou dá pra terminar em outra ocasião???

  • westvleteren

    A discussão sobre essa avaliação com meus colegas gerou os seguintes comentários:

    ”hsauhsausa, caralho q zé buceta
    e olha q a gente nao manja mta coisa mas esse cara ta impagável
    querendo dar mta pala mas só pala errada
    pra começar poe no freezer , a breja e o copo huashu
    depois paga um pau imenso pra uma paulaner, ja percebemos seu razo
    conhecimento em brejas
    e ainda diz q breja amarga nao é seu gosto predileto para brejas e
    cita heineken como sendo mto amarga…
    coitado dele se cruzar com uma IPA ou uma Bohemian Pilsner…hahah
    por ultimo, pra fechar com chave de merda, diz q é uma breja
    encorpada, uma sheila carvalho das brejas, oq dizer entao das brejas q
    chegam a ser licorosas entao ? hahaha”

    ”hahahaha exatamente mano!! eu dei risada lendo

    “como nao eh qq breja de dois reais a latinha, guarde-a para ocasioes especiais, tipo UM DIA FRIO”
    claro, uma weissbier refrescante e leve parece perfeita para um dia frio, nada de doppelbocks ou barley wines, o esquema é tomar uma paulaner (com o copo e a breja no freezer) pra esquentar

    ah, e claro nao se esqueca de beber acompanhada de um charuto! hahahahaha”