Review Cerveja: Therezopolis Ebenholz

Garrafa da cerveja Therezopolis EbenholzCréditos: Brejas

Essa Dunkel brasileira tem espuma média, aerada e marrom-clara. Boa formação de colarinho. Reduzida longevidade. Corpo borbulhante e marrom-escuro. Aroma: forte de malte, chocolate meio-amargo. Sabores inicial e final: leves dulçor e amargor; leve duração.

Paladar: corpo médio-leve, textura aguada forte carbonatação e final metálico. Refrescante, parece uma lager escura, um pouco mais encorpada, com ligeiros toques de chocolate no paladar.

Custo-benefício

Tampinha da cerveja Therezopolis EbenholzCréditos: rdsdesign

Garrafa de 500ml adquirida por cerca de R$ 9 na Confraria da Cerveja, em União da Vitória-PR. Dado o volume da garrafa, vale a pena, para experimentar. Ressalvo que há opções mais baratas e de qualidade imensamente maior, como a Eisenbahn Dunkel.

Nota: 8 Skol ou 2.5/5.0

Harmonização e copos

Ela fica melhor degustada em copos no estilo Dimpled mug, Lager glass, Stein. E é bem harmonizada com batatas gratinadas, carnes suínas, foundues, frango assado e salsicha.

Informações

  • Origem: Brasil
  • Estilo: Munich Dunkel
  • Grad. Alc.: 5.5%

Você também gostará desses

Review cerveja: Starobrno Premium Lager Review da cerveja Starobrno Premium Lager, uma cerveja Tcheca do estilo Bohemian Pilsener. Corpo claro, ralo, com reduzida longevidade. Um preço não m...
Review Cerveja: Becks Um review dessa premium lager natural da Alemanha, pra varia um pouco. Ficou um pouco a desejar e pelo preço vale mais investir nas cervejas premium n...
Review cerveja: Urthel Parlus Magnificum Review da cerveja Urthel Parlus Magnificum, ótima cerveja holandesa no melhor estilo Belgian Dubbel. Doçura moderada no início do gole, fraco e rápido...
Wunder Bier: A maravilhosa cerveja da Oktoberfest Um review e história de uma cervejaria de Blumenau, que foi lançada na Oktoberfest de 2007, a Wunder Bier. Possuem 4 estilos de chopp Pilsen, Schwarzb...
Review cerveja: Schmitt Big Ale Review do "litrão" da cerveja Schmitt. O custo benefício não é dos melhores, já que o menor é mais barato e o sabor não é lá essas coisas.
Beba antes de morrer: Weihenstephaner Vitus Degustamos uma cerveja bem interessante e um pouco forte, com 7.7% de teor alcoólico, a cerveja Weihenstephaner Vitus. Uma Weizenbock de respeito, que...